Nevşehir

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde maio de 2010). Por favor, adicione mais referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Turquia Nevşehir
Muşkara, Níssa
 
—  Distrito (ilçe)  —
Vista panorâmica da cidade de Nevşehir
Vista panorâmica da cidade de Nevşehir
Localização da província e cidade de Nevşehir na Turquia
Localização da província e cidade de Nevşehir na Turquia
Mapa da Província de Nevşehir
Mapa da Província de Nevşehir
38° 37' N 34° 43' E
Região Anatólia Central
Província Nevşehir
Administração
 - Governador (kaymakam) M. Asım Hacımustafaoğlu
 - Prefeito (belediye başkanı) Hasan Ünver (2009)[1]
Área
 - Distrito (ilçe) 535 km²
Altitude 1 224 m (4 016 pés)
População (2009)[2] [3]
 - Distrito (ilçe) 117 327
    • Densidade 219,3/km2 
 - Urbana 84 631
Fuso horário EET (UTC+2)
 - Horário de verão EEST (UTC+3)
Código postal 50000
Prefixo telefónico 0384
Sítio Governo distrital: www.nevsehir.gov.tr
Prefeitura: www.nevsehir.bel.tr
Vale de Çat.

Nevşehir, anteriormente Muşkara, Níssa (em grego: Νύσσα; transl.: Nyssa) na Antiguidade, é uma cidade da Turquia situada na região histórica e turística da Capadócia, na região administrativa da Anatólia Central. É capital do distrito (em turco: ilçeler) e província com o mesmo nome. De acordo com o censo de 2009, a população do distrito era de 117 327, dos quais 84 631 moravam na cidade de Nevşehir.[2] [3] . A cidade encontra-se a uma altitude de 1 224 m e a 290 km a sul da capital Ancara

História[editar | editar código-fonte]

Surge como pequena colônia hitita nos declives do Monte Kahveci, vale do rio Hális (em turco: Kızılırmak). Por volta do século VIII a.C. a região é dominada pelo Império Assírio, depois pelos Medos e, em seguida, pelos persas aquemênidas, durante o reinado do imperador Ciro, o Grande, em 546 a.C. Em 333 a.C., Alexandre, o Grande derrota os persas. Depois de sua morte, a Capadócia cai sob o domínio da dinastia de Ariobarzanes do Reino da Capadócia, passando a ter Mázaca (atualmente, Kayseri) como capital. Durante o reinado do imperador Tibério, o reino capadócio torna-se parte do Império Romano como província Capadócia.

Segundo algumas fontes, os abrigos no subsolo em torno de Nevşehir e Göreme foram originalmente construídos para servir de esconderijo durante as perseguições por parte das autoridades romanas, mas há quem suponha que os mais antigos podem remontar ao tempo dos Hititas, há mais de 3000 anos.[carece de fontes?] Muitas das igrejas, escavadas nas rochas de tufo, datam dos primeiros anos do Cristianismo.

Mesmo depois de Teodósio I ter tornado o cristianismo a religião oficial do Império, os subterrâneos continuam a oferecer proteção para a população local no período das incursões dos persas sassânidas, por volta de 604 d.C., durante o 1º Califado Islâmico, por volta de 674. Quando a iconoclastia se tornou política de estado, entre nos séculos VIII e IX, no Império Bizantino, as cavernas de Nevşehir tornaram-se, mais uma vez, abrigos aos que tentavam escapar às perseguições.

O castelo na colina data do período Bizantino, quando a região ficava em uma posição de linha de frente durante as guerras contra o Califado Islâmico.

Na Batalha de Manziquerta (atualmente Malazgirt), em 1071 d.C., o imperador bizantino Romano IV Diógenes foi derrotado pelo sultão seljúcida Alp Arslan. Tal evento, levou à ocupação da Anatólia pelos seljúcidas, em 1074 d.C., e Nevşehir, bem como o toda a região, passam a fazer parte do Sultanato de Rum. A região cai sob o domínio da dinastia Karaman em 1328 d.C., e, finalmente, sob domínio do Império Otomano, em torno de 1487 d.C., quando é renomeada Muşkara. Até o início do século XVIII, a cidade se mantém como um assentamento relativamente insignificante.

A moderna Nevşehir deve sua fundação ao Grão-vizir e genro do Sultão Ahmed III, Nevşehirli Damat İbrahim Paşa, nascido em Muşkara e, portanto, muito interessado em seu desenvolvimento como cidade. A pequena vila de apenas 18 casas, formalmente sob administração da Kaza (denominação dos distritos, durante o Império Otomano) de Ürgüp, foi rapidamente transformada com a construção de mesquitas (Mesquita Kurṣunlu), fontes, escolas, refeitórios, hospedarias e casas de banhos, e seu nome foi trocado Muşkara para Nevşehir (nova cidade em persa e em turco otomano).

Nevşehir na atualidade[editar | editar código-fonte]

As tradicionais fontes de riqueza da cidade, tecelagem de tapetes e viticultura, foram superadas pelo turismo, por causa da proximidade das habitações trogloditas, cidades subterrâneas, chaminés de fadas, caravançarais e das famosas igrejas e mosteiros, muitos deles escavados nas rochas, nomeadamente os de Göreme.

Fontes[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Nevşehir Belediyesi (em turco) www.yerelnet.org.tr YerelNET. Visitado em 2010-05-29.
  2. a b Address based population registration system (ABPRS) database (em inglês) TURKSTAT (2009). Visitado em 2010-05-29. Cópia arquivada em 2010-05-29.
  3. a b Turkey population statistics (em inglês) GeoHive. Visitado em 2010-05-28. Cópia arquivada em 2010-05-26. Fonte: Instituto Estatal de Estatística da Turquia (SIS) (em turco)

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Nevşehir