Este é um artigo bom. Clique aqui para mais informações.

Never Again (canção de Kelly Clarkson)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
"Never Again"
Single de Kelly Clarkson
do álbum My December
Lançamento 24 de maio de 2007 (2007-05-24)
Formato(s) CD single, descarga digital
Gravação 2007;
Mower Studios
(Pasadena, Califórnia);
The Village Recorder
(Santa Monica, Califórnia)
Género(s) Pop rock
Duração 3:36
Editora(s) RCA
Composição Kelly Clarkson, Jimmy Messer
Produção David Kahne
Cronologia de singles de Kelly Clarkson
Lista de faixas de My December
"One Minute"
(2)

"Never Again" é uma canção da cantora norte-americana Kelly Clarkson, gravada para o seu terceiro álbum de estúdio My December. Foi composta pela própria Clarkson com o apoio de Jimmy Messer, com a produção a cargo de David Kahne. A música acabou por ser enviada para as rádios norte-americanas a 24 de abril de 2007 através da editora discográfica RCA Records. Foi lançada a 17 de maio do mesmo ano na loja digital iTunes de vários países, incluindo o Brasil, Irlanda e Portugal.

A nível musical, a canção demonstra uma sonoridade mais rock do que em trabalhos anteriores de Kelly, incorporando um estilo pop rock. A sua sonoridade é composta através dos vocais, juntando acordes de guitarra e bateria. Liricamente, o tema discute a história de uma traição num dos relacionamentos da artista, mostrando o seu lado mais cru e enraivecido. Como consequência de uma letra diferente e mais enfurecida, mais tarde, foi revelado que o tema esteve em risco de ser retirado do alinhamento final de My December, devido a um conflito interno com a sua editora discográfica.

A obra recebeu críticas positivas, com a maior parte dos analistas a citarem como uma contraparte obscura de "Since U Been Gone" e classificando como um dos melhores lançamentos de Clarkson. Em termos de desempenho comercial, falhou obter a notoriedade ganha por outros trabalhos da cantora, embora tenha atingindo a oitava posição da Billboard Hot 100 dos Estados Unidos, e mais tarde foi certificada com disco de ouro pela Recording Industry Association of America (RIAA). A Australian Recording Industry Association (ARIA) e Music Canada também atribuíram o mesmo galardão. A faixa vendeu um milhão de descargas digitais em território norte-americano, segundo a Nielsen SoundScan.

O vídeo musical, dirigido por Joseph Kahn, estreou a 11 de maio de 2007 através da iTunes Store. Inicialmente, apresenta a cantora a afogar-se numa banheira, prosseguindo para várias cenas em que atua como um fantasma, assombrando o seu ex-namorado após o final do relacionamento e devido à traição do indivíduo. A faixa recebeu várias interpretações ao vivo como parte da sua divulgação, e inclusive esteve no alinhamento das digressões mundiais My December Tour, 2 Worlds 2 Voices Tour, All I Ever Wanted Tour e Stronger Tour, que passaram pelos continentes americanos, Ásia, Europa e Oceânia.

Antecedentes e lançamento[editar | editar código-fonte]

A música foi concebida em conjunto com "Since U Been Gone" e "Behind These Hazel Eyes", cujas duas últimas foram incluídas no segundo álbum de estúdio da cantora, Breakaway (2004).[1] A elaboração de "Never Again" foi realizada para contrastar com essas as duas canções, contudo "não foi originalmente escrita" com esse pensamento em mente, e foi ajustada "após esse facto".[1] Após o lançamento de My December, existiu um conflito interno entre Clarkson e a sua editora discográfica RCA Records.[2] O tema, em conjunto com alguns outros, esteve para ser removido do alinhamento final do disco, mas Kelly quis que fosse a abertura, afirmando que era "divertido, e foi essa a razão para ter permanecido".[1][2] A jovem afirmou que "só tem uma energia tão grande. É tão brusca - Estava com tanta raiva - e lê-se tão bem, então ficámos com ela".[1]

O seu lançamento ocorreu a 24 de abril de 2007 nos Estados Unidos, em que a RCA enviou a obra para as rádios locais e a 19 Recordings para os vendedores digitais, servindo como primeiro single de My December.[3] Mais tarde, a 17 de maio, foi disponibilizada para descarga digital em vários outros países com iTunes Store.[4] A Alemanha e o Reino Unido receberam comercialização em CD single também, com uma faixa original e uma remistura.[5] A melodia recebeu várias interpretações ao vivo como parte da sua divulgação, e inclusive esteve no alinhamento das digressões mundiais My December Tour, 2 Worlds 2 Voices Tour, All I Ever Wanted Tour e Stronger Tour, que passaram pelos continentes americanos, Ásia, Europa e Oceânia.[2][6][7]

Estilo musical e letra[editar | editar código-fonte]

Demonstração de 27 segundos de "Never Again", definida no tempo de assinatura moderadamente rápido com um metrónomo de 138 batidas por minuto.

Problemas para escutar este arquivo? Veja a ajuda.

"Never Again" é uma canção de tempo moderado que incorpora elementos de estilo pop rock, produzida pelo norte-americano David Kahne.[8] A sua gravação decorreu em 2007 nos estúdios Mower e The Village Recorde na Califórnia.[9] A obra difere de lançamentos anteriores, contudo mantém a sonoridade influenciada pela música rock, contendo influências de eletrónica e rock de arena.[10] Consiste na utilização de vocais agudos, teclado por Kahne, juntando acordes de guitarra por Jimmy Messner e bateria por Shawn Pelton, ao estilo da banda Queens of the Stone Age.[10][11][12] Numa entrevista com a estação de televisão MTV, Kelly citou "You Oughta Know" de Alanis Morissette e Pat Benatar como influências para o registo. De acordo com a artista, alguém na editora desgostou do tema porque a sua melodia era semelhante em demasia às de Benatar:[1]

A letra foi escrita pela própria Clarkson e Jimmy Messer.[9] De acordo com a partitura publicada pela Alfred Publishing Company, a música é definida no tempo de assinatura moderadamente rápido com um metrónomo de 138 batidas por minuto. Composta na chave de sol menor com o alcance vocal que vai desde da nota baixa de sol, para a nota de alta de mi bemol.[13] Liricamente, foi descrita como um hino amargurado sobre o final de um relacionamento. Muitos dos críticos compararam a faixa a "Since U Been Gone", em que Tina Mrazik da Yahoo! Music, comentou a semelhança na área vocal.[14] Sal Cinquemani, da revista Slant Magazine, descreveu "Never Again" como uma versão um pouco mais difícil e menos imediata de todo álbum Breakaway.[15]

Receção pela crítica[editar | editar código-fonte]

Críticas profissionais
Avaliações da crítica
Fonte Avaliação
About.com 4 de 5 estrelas.[16]
Billboard (favorável)[17]

As críticas após o lançamento da faixa foram geralmente positivas. Bill Lamb do portal About.com atribuiu quatro estrelas de cinco possíveis, prezando "Never Again" pela sua produção, que afirmou deixar a voz de Clarkson estar no centro do palco, e deixa a sua mensagem bem nítida, descrita como "um aviso sério sem soar à beira do colapso".[16] Lamb concluiu que a sua sonoridade transmitia força e poder, porém, considerou que em termos líricos era menos poderosa que "Before He Cheats" de Carrie Underwood.[16] Chuck Taylor da revista Billboard considerou que a obra "marca o seu retorno antecipado e áspero".[17] Taylor considerou que era a mesma situação de "Since U Been Gone" e "um dos melhores regressos, mas com uma falta de humor desarmante".[17] Nick Levine do Digital Spy, numa crítica ao disco, afirmou que a faixa "era um indicador útil de onde Clarkson estava com a cabeça" quando a escreveu, realçando os acordes de guitarra "frenéticos".[11] Sarah Rodman do jornal The Boston Globe comentou que o trabalho "chega perto, agradável na mesma, dos poderes vocais de Alanis Morissette e Pat Benatar", comparando-o a "Gimme Shelter" e "Nebraska".[18] Stephen Thomas Erlewine do Allmusic selecionou o single como um dos melhores sons do álbum.[19] Chris Willman, escritor da publicação Entertainment Weekly, referiu que "era uma diversão subversiva testemunhar a querida da América usando Never Again, o primeiro single ele-fez-me-mal, para se reinventar como uma banshee (desejando gangrena ao inimigo, não menos [que isso]).[20]

Spence D. do portal IGN elogiou a canção como uma partida intrigante para Clarkson, escrevendo que "solta os verbos com entusiasmo".[10] J. Freedom du Lac, editor do jornal The Washington Post, comentou que a fraca performance comercial da música em relação à de outros projetos de Breakaway, escrevendo que "não tem uma melodia memorável".[21] Enquanto que Susan Frances da revista Hybrid Magazine descreveu a obra como uma "propulsão pop-rock de of Chevalle",[22] Tony Heywood do musicOMH rotulou-a como "uma inteligente explosão de metal mini-pop de angústia e raiva".[12] Brendan Butler, da Cinema Blend, elogiou-a como uma das mais amigáveis para reprodução nas estações de rádio em My December, escrevendo que "não há como negar que é uma música quente que seria melhor acompanhada por faixas que não tentem repetir a sua magia idêntica".[23] A Rolling Stone posicionou a canção em 99 na sua lista das 100 melhores de 2007,[24] e a Billboard atribuiu o 70.º lugar no final do ano.[25]

Vídeo musical[editar | editar código-fonte]

Numa das cenas do vídeo musical, a personagem de Clarkson assombra o ex-namorado, estando este afetado pela sua consciência e remorsos.

O vídeo musical, dirigido por Joseph Kahn, foi filmado em Los Angeles entre 11 e 13 de abril de 2007.[26] A sua estreia ocorreu a 1 de maio do mesmo ano, ficando disponível na iTunes Store de alguns países, como Austrália e Estados Unidos.[27][28]

A trama, com uma duração superior a três minutos, envolve o ex-marido (protagonizado pelo ator Dominic Figlio) da personagem de Clarkson a tentar afogá-la na sua banheira.[29] De seguida, este dirigi-se para um aeroporto a fim de se encontrar com a amante, mas entretanto vai sentido-se perturbado pelos remorsos.[29] Várias aparições de Clarkson estão presentes no seu carro, e novamente no aeroporto para assombrá-lo.[29] Kelly disse que o vídeo foi semelhante ao filme de 2000 What Lies Beneath, porque, como ela mesma disse, "não se sabe se ele me matou ou se está apenas a ser assombrado pela sua consciência".[1] A cantora, em seguida, ressurge na banheira enquanto que o indivíduo acorda do sonho dentro do carro.[29] Entre várias cenas, a artista canta numa sala branca e vazia, ao lado da sua banda, com um vestuário maioritariamente branco.[29] Kelly afirmou que a utilização da cor branca não tinha relação com a demonstração do seu conhecimento por ter passado pela experiência "da sua inocência ter sido arrancada".[29] Qualquer pessoa já se apaixonou, e quando algo corre mal, infelizmente, tudo fica frio e é difícil passar por isso". Na cena final do teledisco, a jovem caminha à saída de sua casa e entra no carro, arrancando e deixando o namorado para trás.[1]

Em análise ao trabalho videográfico, Anna Pickard do jornal britânico The Guardian, afirmou que era "um vídeo complexo", "com tantas voltas e reviravoltas inteligentes".[29] Pickard descreveu cada cena do teledisco e apontou três teorias possíveis expressas através da sua visualização.[29]

Faixas e formatos[editar | editar código-fonte]

A versão digital de "Never Again" contém apenas uma faixa com duração de três minutos e trinta e seis segundos.[4] Na Alemanha e Reino Unido, o tema também foi comercializado em versão CD single, possuindo duas faixas no total, sendo que uma delas é a versão do single e ainda uma remistura a partir da original.[5]

Descarga digital[4]
N.º Título Duração
1. "Never Again"   3:36

Desempenho nas tabelas musicais[editar | editar código-fonte]

"Never Again" teve um desempenho comercial moderado nos territórios mundiais. Nos Estados Unidos, na semana com término a 12 de maio de 2007, a canção debutou na Billboard Hot 100 na oitava posição devido às 100 mil descargas digitais.[30] Como consequência, recebeu certificação de disco de ouro pela Recording Industry Association of America (RIAA) a 31 de Julho com 500 unidades distribuídas.[31] Desde do seu lançamento, o tema alcançou a marca superior a um milhão de descargas digitais vendidas no país.[32] No Canadá, entrou na tabela musical na Canadian Hot 100 no nono lugar na semana de 2 de junho de 2007 e conseguiu subir mais um posto na edição seguinte. A Music Canada acabou por galardoar a canção com ouro pelas 40 mil cópias vendidas.[33]

Na Austrália, a faixa estreou a 10 de junho na quinta posição como melhor, permanecendo nos dez melhores lugares durante sete semanas.[34] A Australian Recording Industry Association (ARIA) também premiou com disco de ouro pelas 35 mil unidades distribuídas,[35] além de ter posicionado o tema em 40.º na lista final de ano.[36] No Reino Unido, a obra debutou na sua melhor posição, a nona.[37] Esteve presente nos setenta melhores luhares durante oito semanas. Na Irlanda, o décimo primeiro posto foi o melhor atingido, durando mais cinco edições na tabela musical do país.[38]

Créditos[editar | editar código-fonte]

Todo o processo de elaboração da canção atribui os seguintes créditos pessoais:[9]

Histórico de lançamento[editar | editar código-fonte]

"Never Again" começou a ser reproduzida nas rádios norte-americanas a 24 de abril de 2007. Digitalmente, foi disponibilizada na iTunes Store a 17 de maio em maior parte dos países, e no mês seguinte, a Europa, nomeadamente Reino Unido e Alemanha, também, receberam comercialização em CD single.

País Data Formato Editora discográfica
 Estados Unidos[3] 24 de abril de 2007 Rádio mainstream RCA
 Estados Unidos[51] Descarga digital
 Austrália[52] 17 de maio de 2007
 Brasil[53]
 França[54]
 Itália[55]
 Países Baixos[56]
 Portugal[4]
 Alemanha[5] 1 de junho de 2007 CD single
 Reino Unido[57] 11 de junho de 2007

Referências

  1. a b c d e f g Jennifer Vineyard; Yasmine Richard (19 de Abril de 2007). «Kelly Clarkson On Her Revealing New LP: 'I'm Not Even This Open With Boyfriends!'» (em inglês). MTV. Consultado em 6 de Agosto de 2012 
  2. a b c Dave Karger (17 de maio de 2007). «Kelly Clarkson's most revealing interview ever» (em inglês). Entertainment Weekly. Consultado em 6 de agosto de 2012 
  3. a b «CHR/Top 40 Week Of: April 24, 2007» (em inglês). GFA Radio and Records. Consultado em 4 de agosto de 2012 
  4. a b c d «Never Again - Single by Kelly Clarkson» (em inglês). iTunes Store. Consultado em 4 de agosto de 2012 
  5. a b c d «Never Again - Kelly Clarkson» (em alemão). Amazon. Consultado em 4 de agosto de 2012 
  6. Brian Mansfield (18 de setembro de 2007). «Kelly Clarkson finds her idol in Reba McEntire» (em inglês). USA Today. Consultado em 8 de agosto de 2012 
  7. Michelle Amabile Angermiller (16 de janeiro de 2012). «Kelly Clarkson Gets Personal at Atlantic City Tour Stop: Concert Review» (em inglês). The Hollywood Reporter. Consultado em 22 de julho de 2012. Cópia arquivada em 5 de fevereiro de 2012 
  8. «NOVOS DISCOS». Cotonete. Consultado em 6 de agosto de 2012 
  9. a b c (2007) Créditos do álbum My December por Kelly Clarkson, pg. 2 [CD]. 19 Entertainment/RCA Records.
  10. a b c Spence D. «Kelly Clarkson - My December Review» (em inglês). IGN. Consultado em 6 de agosto de 2012 
  11. a b Nick Levine (2 de julho de 2007). «Kelly Clarkson: 'My December'» (em inglês). Digital Spy. Consultado em 6 de agosto de 2012 
  12. a b Tony Heywood. «Kelly Clarkson - My December | album reviews | musicOMH» (em inglês). musicOMH. Consultado em 6 de agosto de 2012. Cópia arquivada em 29 de janeiro de 2013 
  13. «Never Again – Kelly Clarkson – Digital Music Sheet» (em inglês). Musicnotes. Consultado em 6 de agosto de 2012 
  14. Tina Mrazik. «Review of Kelly Clarkson's "My December"» (em inglês). Yahoo! Music. Consultado em 6 de agosto de 2012. Cópia arquivada em 14 de junho de 2013 
  15. Sal Cinquemani. «Kelly Clarkson: My December» (em inglês). Slant Magazine. Consultado em 6 de agosto de 2012 
  16. a b c Bill Lamb. «Kelly Clarkson - Never Again» (em inglês). About.com. Consultado em 6 de agosto de 2012 
  17. a b c Chuck Taylor. «Kelly Clarkson - Never Again». Billboard (em inglês). Google Books. Consultado em 6 de agosto de 2012 
  18. Sarah Rodman (2 de julho de 2007). «Ex-'Idol' shares grief and grit» (em inglês). The Boston Globe. Consultado em 6 de agosto de 2012 
  19. Stephen Thomas Erlewine. «My December - Kelly Clarkson» (em inglês). Allmusic. Consultado em 6 de agosto de 2012 
  20. Chris Willman. «My December Review» (em inglês). Entertainment Weekly. Consultado em 6 de agosto de 2012 
  21. J. Freedom du Lac. «'My December': Kelly Clarkson, Striking Out On Her Own» (em inglês). Washington Post. Consultado em 6 de agosto de 2012 
  22. Susan Frances. «Kelly Clarkson - My December review» (em inglês). Hybrid Magazine. Consultado em 6 de agosto de 2012 
  23. Brendan Butler. «CD Review: Kelly Clarkson's My December» (em inglês). Cinema Blend. Consultado em 6 de agosto de 2012 
  24. «The 100 Best Songs of 2007» (em inglês). Rolling Stone. 11 de Dezembro de 2007. Consultado em 6 de agosto de 2012. Cópia arquivada em 25 de março de 2010 
  25. «Hot 100 Songs: Issue Date: 2007» (em inglês). Billboard.biz. Consultado em 6 de agosto de 2012. Cópia arquivada em 6 de agosto de 2012 
  26. Mikael Wood (4 de abril de 2012). «Kelly Clarkson Brings Out Famous Friends in Los Angeles» (em inglês). Rolling Stone. Consultado em 6 de agosto de 2012 
  27. «Music Videos - Never Again by Kelly Clarkson» (em inglês). iTunes Store. Consultado em 6 de Agosto de 2012 
  28. «Music Videos - Never Again by Kelly Clarkson» (em inglês). iTunes Store. Consultado em 6 de agosto de 2012 
  29. a b c d e f g h Anna Pickard (23 de maio de 2007). «Music Videos - Never Again by Kelly Clarkson» (em inglês). The Guardian. Consultado em 6 de agosto de 2012 
  30. Jonathan Cohen. «Maroon 5 Makes 'Wondrous' Jump To Lead Hot 100» (em inglês). Billboard. Consultado em 6 de agosto de 2012 
  31. a b «Certificações (Estados Unidos) (single) – Kelly Clarkson – Never Again» (em inglês). Recording Industry Association of America. Consultado em 8 de agosto de 2012  Se necessário, clique em Advanced, depois clique em Format, e seleccione Single, e clique em SEARCH.
  32. Paul Grein. «Chart Watch Extra: American Idol's Million-Sellers» (em inglês). Yahoo! Music. Consultado em 6 de agosto de 2012. Cópia arquivada em 24 de dezembro de 2013 
  33. a b «Certificações (Canadá) (single) – Kelly Clarkson – Never Again» (em inglês). Music Canada. Consultado em 8 de agosto de 2012 
  34. a b «Kelly Clarkson - Never Again» (em inglês). Hung Medien. Consultado em 4 de agosto de 2012 
  35. a b «ARIA Charts – Accreditations – 2007 Singles». Australian Recording Industry Association. Consultado em 8 de agosto de 2012 
  36. «ARIA Charts - End Of Year Charts - Top 100 Singles 2007» (em inglês). Australian Recording Industry Association. Consultado em 6 de agosto de 2012 
  37. a b «Archive Chart» (em inglês). The Official Charts Company. Consultado em 8 de agosto de 2012 
  38. a b «Chart Track» (em inglês). GfK. Consultado em 4 de Agosto de 2012 
  39. «Die ganze Musik im Internet: Charts, News, Neuerscheinungen, Tickets, Genres, Genresuche, Genrelexikon, Künstler-Suche, Musik-Suche, Track-Suche, Ticket-Suche - musicline.de» (em alemão). Media Control Charts. Consultado em 4 de agosto de 2012 
  40. «Kelly Clarkson - Never Again» (em alemão). Hung Medien. Consultado em 21 de julho de 2012 
  41. «Kelly Clarkson Album & Song Chart History » Canadian Hot 100» (em inglês). Billboard. Consultado em 4 de agosto de 2012 
  42. «Hitparáda - RADIO TOP100 Oficiálna» (em esloveno). IFPI Czech Republic. Consultado em 4 de agosto de 2012 
  43. «Kelly Clarkson Album & Song Chart History » Hot 100» (em inglês). Billboard. Consultado em 4 de agosto de 2012 
  44. «Kelly Clarkson Album & Song Chart History » Pop Songs» (em inglês). Billboard. Consultado em 4 de agosto de 2012 
  45. «Kelly Clarkson Album & Song Chart History » Adult Pop Songs» (em inglês). Billboard. Consultado em 4 de agosto de 2012 
  46. «Kelly Clarkson Album & Song Chart History » Dance/Club Play Songs» (em inglês). Billboard. Consultado em 4 de agosto de 2012 
  47. «Kelly Clarkson - Never Again» (em inglês). Hung Medien. Consultado em 4 de agosto de 2012 
  48. «Kelly Clarkson - Never Again» (em holandês). Hung Medien. Consultado em 4 de agosto de 2012 
  49. «Kelly Clarkson - Never Again» (em inglês). Hung Medien. Consultado em 4 de agosto de 2012 
  50. «Kelly Clarkson - Never Again» (em inglês). Hung Medien. Consultado em 4 de agosto de 2012 
  51. «Never Again: Kelly Clarkson» (em inglês). Amazon. Consultado em 4 de agosto de 2012 
  52. «Never Again - Single by Kelly Clarkson» (em inglês). iTunes Store. Consultado em 21 de julho de 2012 
  53. «Never Again - Single by Kelly Clarkson». iTunes Store. Consultado em 21 de julho de 2012 
  54. «Never Again - Single by Kelly Clarkson» (em francês). iTunes Store. Consultado em 21 de julho de 2012 
  55. «Never Again - Single by Kelly Clarkson» (em italiano). iTunes Store. Consultado em 21 de julho de 2012 
  56. «Never Again - Single by Kelly Clarkson» (em inglês). iTunes Store. Consultado em 21 de julho de 2012 
  57. «Never Again - Kelly Clarkson» (em inglês). Amazon. Consultado em 4 de agosto de 2012 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]