Nicolás Uriarte

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Nicolás Uriarte
Nicolás Uriarte
Voleibol
Nome completo Nicolás Uriarte
Apelido El Sabroso/Nico
Modalidade Voleibol indoor
Nascimento 21 de março de 1990 (29 anos)
Buenos Aires, Argentina
Nacionalidade argentino
Compleição Peso: 90 kg Altura: 1,89 m
Clube Brasil Vôlei Taubaté
Medalhas
Competidor da  Argentina
Jogos Pan-Americanos
Ouro Toronto 2015 Equipe
Bronze Guadalajara 2011 Equipe
Campeonato Mundial Juvenil
Bronze Pune 2009 Equipe
Campeonato Sul-Americano Juvenil
Ouro Poços de Caldas 2008 Equipe
Competidor do Sada Cruzeiro
Campeonato Mundial de Clubes
Bronze Polônia 2017 Equipe
Campeonato Sul-Americano de Clubes
Ouro Montes Claros 2018 Equipe

Nicolás Uriarte(Buenos Aires, 21 de março de 1989) é um voleibolista indoor argentino, com marca de alcance de 342 cm no ataque e 322 cm no bloqueio, que servindo a seleção argentina conquistou a medalha de ouro na edição do Campeonato Sul-Americano Juvenil de 2008 no Brasil e o bronze no Campeonato Mundial Juvenil de 2009 na Índia, também foi medalhista de ouro nos Jogos Pan-Americanos de 2015 em Toronto e o bronze na edição de 2011 em Guadalajara.Em clubes conquistou a medalha de bronze no Campeonato Mundial de Clubes de 2017 na Polônia e no Campeonato Sul-Americano de Clubes de 2017 no Brasil.

Carreira[editar | editar código-fonte]

No ano de 2008 foi convocado para representar seus país na edição do Campeonato Sul-Americano Juvenil realizado em Poços de Caldas e conquistou a medalha de ouro[1], destacando-se individualmente, e recebeu as premiações de melhor jogador, melhor levantador e melhor sacador[2], capitaniou o selecionado argentino juvenil também na edição do Campeonato Mundial Juvenil de 2009 realizado em Pune, Índia[3] e conquistou a medalha de bronze[4].

Nico é filho do ex-voleibolista e técnico Jon Uriarte, já em 2011 representou a Seleção Argentina nos os Jogos Pan-Americanos em Guadalajara e nesta edição alcançou a medalha de bronze[5] e obteve a medalha de ouro na edição realizada em 2015 dos Jogos Pan-Americanos em Toronto[5].

Na temporada de 2017-18 foi contratado pelo Sada Cruzeiro Vôlei na pré-temporada disputou a edição do Desafio Sul-Americano de Vôlei na San Juan (Argentina) conquistando o título[6], também alcançando o bicampeonato do Campeonato Mineiro de 2017[7] e foi também na edição da Supercopa de 2017[8] e conquistou nesta mesma temporada o título da Coa Brasil de 2018 em São Paulo[9] e neste mesmo ano conquistou a medalha de ouro na edição do Campeonato Sul-Americano de Clubes novamente sediada em Montes Claros e foi premiado como o melhor levantador da competição[10][11][12].E venceu a primeira partida da final da Superliga Brasileira A 2017-18[13] e ao vencer a segunda partida dos playoffs da fase final sagrou-se campeão nacional[14].

Em 2018-19 Uriarte se transferiu para o Funvic/Taubaté, para ser treinador por Daniel Castellani e jogar ao lado do seu companheiro de seleção Facundo Conte, conquistando o título do Campeonato Paulista de 2018[15], depois finalizou na quarta colocação na Copa Libertadores de Voleibol, sendo treinado por Ricardo Navajas[16], depois por Renan Dal Zotto[17]e conquistando o bicampeonato consecutivo nacional, sendo o primeiro título do clube[18][19]

Títulos e resultados[editar | editar código-fonte]

Premiações individuais[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Cida Santos (14 de outubro de 2008). «VÔLEI-Notícias de lá e de cá-SURPRESA». Folha de S.Paulo (em portugues). Consultado em 6 de março de 2018. Cópia arquivada em 6 de março de 2018 
  2. a b c d «Argentina vence o Brasil na final do Sul-Americano juvenil de vôlei». Click RBS (em portugues). 13 de outubro de 2008. Consultado em 6 de março de 2018. Cópia arquivada em 6 de março de 2018 
  3. FIVB. «2009 FIVB Men's Junior World Championship -Pune, India-ARG/Argentina-Team Composition» (em inglês). Consultado em 6 de março de 2018 
  4. «Argentina medalla de Bronce». Mundomas.com (em portugues). 2009. Consultado em 6 de março de 2018. Cópia arquivada em 6 de março de 2018 
  5. a b «SADA CRUZEIRO CONTRATA O LEVANTADOR ARGENTINO NICO URIARTE». Sada Cruzeiro Vôlei (em portugues). 16 de maio de 2017. Consultado em 6 de março de 2018. Cópia arquivada em 6 de março de 2018 
  6. AmaVoleibol.com (25 de setembro de 2017). «Sada Cruzeiro campeão na Argentina» (em portugues). Consultado em 6 de março de 2018. Cópia arquivada em 11 de fevereiro de 2018 
  7. a b Daniel Ottoni. «Sada Cruzeiro supera o Minas na decisão e conquista mais um título». O Tempo. 7 de outubro de 2017. Consultado em 6 de março de 2018. Cópia arquivada em 4 de março de 2018 
  8. a b Daniel Ottoni. «ÚNICO CAMPEÃO DA SUPERCOPA, SADA CRUZEIRO REITERA HEGEMONIA NACIONAL COM O TERCEIRO TÍTULO». Sada Cruzeiro Vôlei. 12 de outubro de 2017. Consultado em 6 de março de 2018. Cópia arquivada em 4 de março de 2018 
  9. Marcos Guerra. «Cruzeiro supera o Sesi-SP no tie-break e fatura o tri da Copa Brasil de vôlei». GloboEsporte.com. 27 de janeiro de 2018. Consultado em 4 de março de 2018. Cópia arquivada em 4 de março de 2018 
  10. «VOLEY-Plata histórica para Lomas». Olé.com.ar. 3 de março de 2018. Consultado em 6 de março de 2018. Cópia arquivada em 3 de março de 2018 
  11. Andréia Santos. Ediminas, ed. «Sada Cruzeiro vence a Libertadores do Vôlei e garante o penta Sul-Americano». Cruzeiro Esporte Clube. 3 de março de 2018. Consultado em 3 de março de 2018. Cópia arquivada em 3 de março de 2018 
  12. a b Luiz Ribeiro. «Cruzeiro vence fácil equipe argentina e é pentacampeão do Sul-Americano de Clubes». Superesportes.com.br. 3 de março de 2018. Consultado em 3 de março de 2018. Cópia arquivada em 3 de março de 2018 
  13. «Cruzeiro vence Sesi-SP na primeira a final da Superliga de vôlei». Folha de S.Paulo. 28 de abril de 2018. Consultado em 12 de maio de 2019. Cópia arquivada em 2 de maio de 2018 
  14. a b Elisa Ladeira (7 de maio de 2018). «Sada Cruzeiro vence o Sesi-SP e é campeão da Superliga masculina 2017/18». Diário Regional Digital (em portugues). Consultado em 12 de maio de 2019. Cópia arquivada em 8 de novembro de 2018 
  15. «Taubaté bate Sesi em jogo nervoso e ganha o Campeonato Paulista». Gazeta Esportiva. 16 de outubro de 2018. Consultado em 12 de maio de 2019 
  16. «Navajas assume Taubaté e critica elenco, ex-técnico, diretoria...». Lancenet. 15 de fevereiro de 2019. Consultado em 12 de maio de 2019 
  17. Daniel Sardinha (25 de fevereiro de 2019). «Renan Dal Zotto chega ao Taubaté e diz que cargo em clube não atrapalha trabalho na seleção». GloboEsporte.com. Consultado em 12 de maio de 2019 
  18. «EMS Taubaté Funvic vence quinto jogo e é campeão inédito». CBV (em portugues). 12 de maio de 2019. Consultado em 12 de maio de 2019 
  19. «Lucão, paredão da Superliga Cimed». CBV (em portugues). 12 de maio de 2019. Consultado em 12 de maio de 2019 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]