Nicola Amati

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Nicola Amati
Nascimento 3 de dezembro de 1596
Cremona (Império Espanhol)
Morte 12 de abril de 1684 (87 anos)
Cremona (Império Espanhol)
Cidadania Ducado de Milão
Progenitores
  • Girolamo Amati
Filho(s) Hieronymus Amati
Ocupação violeiro, fabricante de instrumentos musicaisviolino

Nicola ou Niccolò Amati (Cremona, 3 de dezembro de 1596 — Cremona, 12 de agosto de 1684) foi um liutaio da família italiana dos Amati, que se tornou conhecido pela alta qualidade dos intrumentos musicais que fabricava.

O fundador da dinastia Amati de liutai, e da escola cremonesa de fabricantes de instrumentos, foi Andrea Amati (c. 1520–c. 1578), cujos primeiros violinos datam de c. 1564, assinados geralmente como Amadus, e já mostram o desenho básico que depois se tornou um padrão para estes intrumentos. Andrea teve dois filhos, Antonio e Girolamo, que trabalharam juntos seguindo os passos de seu pai, produzindo instrumentos com formas graciosas e um som doce.

Nicolò, filho de Girolamo, levou a técnica familiar à perfeição em torno de 1645, sendo o mais procurado fabricante de sua geração e tendo como discípulos Antonius Stradivarius e Andrea Guarneri, ambos igualmente notórios por seus magníficos instrumentos. Nicolò teve um filho, Girolamo (16491740), que também obteve reconhecimento por sua habilidade no ofício, sendo o último da linhagem Amati de grandes liutai.

Ícone de esboço Este artigo sobre música é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.