Nikolai Abraham Abildgaard

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Nicolau Abraão Abildgaard)
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Nikolai Abraham Abildgaard
Nome nativo Nikolai Abraham Abildgaard
Nascimento 11 de setembro de 1743
Copenhague
Morte 4 de junho de 1809 (65 anos)
Copenhague
Sepultamento Cemitério Assistens
Cidadania Dinamarca
Progenitores Pai:Søren Abildgaard
Irmão(s) Pedro Cristiano Abildgaard
Alma mater Real Academia de Belas Artes da Dinamarca
Ocupação pintor, designer, arquiteto, escultor, professor universitário
Empregador Real Academia de Belas Artes da Dinamarca
Magnum opus O Fantasma de Culmin aparece para sua mãe, Filoctetes ferido, Audumbla amamentando o gigante Ymir, O Templo da Felicidade

Nikolai Abraham Abildgaard (Copenhaga, 11 de setembro de 1743 — Copenhaga, 4 de junho de 1809) foi um pintor dinamarquês, cognominado “O Rafael do Norte”. Entre as suas maiores obras destaca-se: Filotecto ferido, Sócrates, Júpiter pesando o destino dos homens, entre muitas outras obras.

A sua obra principal foi uma série de quadros grandiosos e de brilhante colorido consagrados à história da Europa.

Dirigiu a Academia de Belas Artes de Copenhaga, e nesta qualidade publicou numerosos escritos acerca da teoria e da história da arte. Está sepultado no Cemitério Assistens.

Referências[editar | editar código-fonte]

  • Dicionário Universal Ilustrado, Ed. João Romano Torres & Cª.1911.
Filotecto ferido (1775)
Commons
O Commons possui imagens e outras mídias sobre Nicolai Abraham Abildgaard