Nicolino Milano

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Nicolino Milano
Nome completo Nicolino Milano
Nascimento 25 de junho de 1876
Lorena (São Paulo)
Morte 1 de outubro de 1962 (86 anos)
Rio de Janeiro
Nacionalidade brasileiro
Ocupação compositor, regente, instrumentista, professor
Principais trabalhos Hino de Pernambuco; Fado Liró; Hino do Pará
Prémios 5.000$000 (Cinco contos de réis) pela música do Hino de Pernambuco(1908)

Nicolino Milano (Lorena, 25 de junho de 1876Rio de Janeiro, 1 de outubro de 1962[1]) foi um instrumentista, compositor e professor brasileiro de ascendência italiana[2]. Autor das músicas dos hinos de Pernambuco[3] [4] e do Pará[5].

Músico[editar | editar código-fonte]

Violinista [6], compositor, e regente.

Algumas das funções exercidas:

  • Professor de Prática Orquestral do Instituto Nacional de Música;[2]
  • Maestro da peça A Capital Federal, no Rio de Janeiro;[7]
  • Viveu parte de sua vida em Portugal, onde, prestigiado pelo rei D. Carlos, recebeu dele um violino e foi nomeado instrumentista da Real Câmara[1][2].

Hinos estaduais[editar | editar código-fonte]

Autor das músicas dos hinos estaduais:

Obras[editar | editar código-fonte]

Além das músicas dos hinos de Pernambuco e do Pará, é autor de algumas composições populares, entre elas:

  • Abacaxi
  • Elegante
  • Fado Liró[2]
  • Maxixe da Guarda Velha[1]
  • Maxixe do Café[9]

Notas e referências

Notas

  1. Pela composição do Hino de Pernambuco, Nicolino Milano recebeu do Governo do estado a quantia de 2.500$000 (dois contos e quinhentos mil réis) dos 5.000$000 (cinco contos de réis) instituídos pelo Governo. [3]. Mesma sorte não teve o letrista pernambucano Oscar Brandão da Rocha, que, ganhando o concurso instituído para pôr letra no hino, não recebeu seu prêmio de 5.000$000 (cinco contos de réis) sob alegação de falta de verba para o pagamento, e morreu sem o receber.[8]

Referências

  1. a b c Dicionário Cravo Albin
  2. a b c d Revista Brasil-Europa
  3. a b ELIHIMAS, Aziz - O Hino de Pernambuco (A Bandeira e o Brasão) - Recife: (s. e.), 1975.
  4. Pernambuco.com
  5. Educadores - dia-a-dia
  6. A Noite - RJ
  7. Todo Teatro Carioca
  8. ROCHA, Oscar Brandão da - Versos de Exaltação - Recife: Imprensa Industrial, 1947.
  9. Partitura do Maxixe do Café

Ligações externas[editar | editar código-fonte]