Nie Haisheng

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Nie Haisheng
Nie Haisheng em 2021.
Nascimento 08 de setembro de 1964 (57 anos)
Hubei, China
Nacionalidade China chinês
Serviço militar
Patente Major-general PLASSF
Carreira espacial
Taikonauta do CTELP
Tempo no espaço 111d 14h 12m[1]
Seleção 1998[1]
Tempo de AEV 5h 55m[2]
Missões

Nie Haisheng (Hubei, 08 de setembro de 1964[1][3]) é um piloto militar e taikonauta chinês, veterano de três missões espaciais do programa Shenzhou.

Piloto de caça de combate, o tenente-coronel Haisheng tornou-se comandante de grupo de combate, comandante de esquadrão e navegador-mestre durante seu treinamento na Força Aérea do Exército de Libertação Popular.[4]

Antes de sua carreira no programa espacial chinês, Haisheng quase perdeu a vida durante acidente aéreo em 1989, quando o motor de seu caça explodiu a quatro mil metros de altura durante missão de treinamento, entrando em parafuso com um incêndio dentro da cabine. Tentando recuperar o controle e salvar o avião, ele esperou até estar quase a 400 m do chão antes de ejetar da cabine incendiada, sendo condecorado com a medalha do mérito pela Força Aérea por seu sangue frio e auto-controle durante a situação de emergência.

Selecionado para a primeira equipe de taikonautas chineses em 1998, Hai-Sheng foi lançado em órbita na missão Shenzhou 6, junto com o comandante Fei Junlong, em 12 de outubro de 2005, para uma viagem de cinco dias em órbita da Terra, na segunda missão espacial tripulada da China.[5] Voltou ao espaço em 11 de junho de 2013, no comando da nave Shenzhou 10, para quinze dias de estadia e experiências científicas no laboratório orbital chinês Tiangong 1.[6] Retornou à Terra em 26 de junho após duas semanas em órbita.[7]

Em junho de 2021 foi ao espaço pela terceira vez a bordo da Shenzhou 12, junto dos taikonautas Liu Boming e Tang Hongbo. A nave se acoplou ao módulo Tianhe, o primeiro componente da estação espacial Tiangong. Lá os tripulantes realizaram experimentos diversos, além de prepararem o módulo para as futuras expansões da estação. O trio retornou à Terra três meses depois, no dia 17 de setembro de 2021, sendo esta até então a mais longa missão espacial tripulada chinesa.[8][9]

O asteróide 9517 Niehaisheng foi batizado em sua homenagem.[10]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b c «Taikonaut Biography: Nie Haisheng». 17 de setembro de 2021. Consultado em 17 de setembro de 2021 
  2. «Nie Haisheng - EVA experience». 20 de agosto de 2021. Consultado em 20 de agosto de 2021 
  3. «Nie Haisheng». Consultado em 16 de junho de 2021 
  4. «Nie Haisheng». Encyclopedia Astronautica. Consultado em 17 de junho de 2012 
  5. «Shenzhou 6». Encyclopedia Astronautica. Consultado em 17 de junho de 2012 
  6. «Chinese spacecraft blasts off with 3 astronauts». The Jakarta Post. Consultado em 13 de junho de 2013 
  7. Clark, Stephen. «Mission Status Center». SpaceflightNow. Consultado em 29 de junho de 2013 
  8. AFP. «Astronautas chineses retornam à Terra após missão recorde de 90 dias». Correio do Povo. Consultado em 17 de setembro de 2021 
  9. September 2021, Mike Wall 17 (17 de setembro de 2021). «Chinese astronauts land after historic 3-month mission to new space station». Space.com (em inglês). Consultado em 17 de setembro de 2021 
  10. «9517 Niehaisheng (1977 VL1)». NASA. Consultado em 17 de junho de 2012 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]