Nikifóros Lýtras

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Nikifóros Lýtras
Lýtras em fotografia de 1876
Nascimento 1832
Pýrgos, Tinos Reino da Grécia
Morte 13 de julho de 1904 (72 anos)
Atenas, Reino da Grécia
Movimento(s) Escola de Munique

Nikifóros Lýtras (em grego: Νικηφόρος Λύτρας; Pýrgos, Reino da Grécia, 1832Atenas, Reino da Grécia, 13 de junho de 1904) foi um pintor grego, caracterizado por utilizar-se dos preceitos e princípios da Escola de Munique enquanto dedicava sua obra a temas etnográficos.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Nikifóros nasceu em 1832, no vilarejo de Pýrgos, na ilha de Tinos, mostrando desde jovem o interesse pela pintura, pelo que ingressou em 1850 na Escola de Belas Artes da Universidade de Atenas e, antes mesmo de concluir seus estudos, foi contratado para decorar a Igreja Russa de Atenas como assistente de Ludwig Thiersch. Após seus estudos, recebeu uma bolsa do Rei Oto, com a qual estudou na Academia de Belas Artes de Munique, onde se alinhou com os preceitos e princípios da Escola de Munique enquanto dialogava com outros estudantes sobre o helenismo, gerando obras que até hoje se encontram na cidade.[1][2]

Após graduar-se, professores sugeriram que ensinasse classicismo na Academia, mas negou-se, preferindo retornar à Grécia, onde aos 34 anos de idade tornou-se professor na Escola de Belas Artes da Universidade de Atenas, onde inspirou a penetração da Escola de Munique na arte grega, através de pintores como Geórgios Roilós, Geórgios Iakovídis e Périclès Pantazis. Lýtras tornou-se um expoente da pintura etnográfica, pintando personalidades, eventos e mitos de diversas etnias dos Bálcãs, viajando o mundo para pintar e tendo sua arte exibida em Paris e Viena.[1][3][2] Foi condecorado com a cruz dourada da Ordem do Salvador em 1903, falecendo em Atenas no ano seguinte.[2]

Referências

  1. a b «Lytras Nikiforos, painter». TinoSecret (em inglês). Consultado em 20 de abril de 2018 
  2. a b c «Nikiforos Litras». Tinos (em italiano). Consultado em 20 de abril de 2018 
  3. «The Emergence of Modern Greek Painting, 1830-1930». Bank of Greece (em inglês). Consultado em 20 de abril de 2018. Arquivado do original em 24 de junho de 2007