Nintendo SA-1

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Chip SA-1

O Nintendo SA-1 é um co-processador utilizado em alguns cartuchos do Super Nintendo, cartuchos esses que possuem contatos adicionais laterais. Ele adiciona 10 MHz de velocidade aos 3,58 MHz do processador do Super Nintendo. É utilizado em 34 jogos, como Itoi Shigesato's Bass Turi No 1, Kirby's Dream Land 3, Super Mario RPG: Legend of the Seven Stars e outros.[1]

Semelhante à CPU 5A22 no console SNES, o SA1 contém um núcleo de processador baseado no 65C816 com vários temporizadores programáveis.[2] O SA1 não funciona como uma CPU escrava para o 5A22; ambas podem interromper uma à outra independentemente.

O SA1 também apresenta uma gama de aprimoramentos sobre o 65C816 padrão:

  • Velocidade de clock de 10,74 MHz, comparada com a máxima da 5A22 de 3,58 MHz
  • RAM mais rápida, incluindo 2KBytes de RAM interna
  • Capacidades de mapeamento de memória
  • Armazenamento de dados e compactação limitados
  • Novos modos de DMA, como transferência de bitmap para bit plane
  • Funções aritméticas (multiplicação, divisão e cumulativas)
  • Temporizador de hardware (como temporizador linear de 18 bits ou sincronizado com o PPU para gerar um IRQ em uma localização de linha de varredura H/V específica)
  • Bloqueio CIC integrado, para proteção contra cópia e controle de marketing regional

O hacker de ROM brasileiro Vitor Vilela criou um patch de ROM para o Gradius 3 que transfere parte do trabalho da CPU do Super Famicom/Super Nintendo para o co-processador SA-1. Isso resultou em uma versão do jogo sem a desaceleração infame, mesmo na notória fase da bolha (Fase 2).[3][4]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «SA1 Demonstration Program». SNES Central. Consultado em 30 de junho de 2019. Cópia arquivada em 4 de outubro de 2011 
  2. «Snes9x readme.txt». GitHub. Snes9x Team. Consultado em 30 de junho de 2019 
  3. Kyle Orland (10 de maio de 2019). «28 years later, hacker fixes rampant slowdown on SNES' Gradius III». Ars Technica. Consultado em 30 de junho de 2019 
  4. Leo Lopes (15 de maio de 2019). «Fã resolve lentidão em Gradius III para SNES». Warpzone. Consultado em 30 de junho de 2019 


Ícone de esboço Este artigo sobre a Nintendo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
Ícone de esboço Este artigo sobre hardware de jogos eletrônicos é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.