Nivea (marca)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Disambig grey.svg Nota: Se procura por outras acepções, veja Nívea.
NIVEA
NIVEA-logo
S.A.
Atividade Cuidado da Pele
Fundação 1911 (introdução do produto)
Sede Hamburgo,  Alemanha
Pessoas-chave Vincent Warnery (CEO)
Website oficial [1]

NIVEA é uma marca da empresa Beiersdorf AG sediada em Hamburgo, Alemanha, que opera nos mercados internacionais de cuidado da pele. Com mais de 100 anos de experiência, a marca conseguiu construir uma base de confiança e proximidade para com os consumidores, atendendo às suas necessidades com os mais altos padrões de qualidade e segurança.

História[editar | editar código-fonte]

As latas NIVEA desde 1911 a 2007

A empresa foi fundada em 28 de março de 1882 pelo farmacêutico Paul Carl Beiersdorf. Em 1900, a empresa foi comprada por Oscar Troplowitz, Isaac Lifschütz (químico) e o dermatologista Paul Gerson Unna. Em 1911, eles lançaram o primeiro creme hidratante da história, desenvolvido com uma combinação de óleo e água numa mistura extremamente fina e estável. Esta inovação é conhecida como Eucerit, e o creme hidratante NIVEA representa a primeira emulsão estável deste tipo. O nome NIVEA deriva do próprio creme. Devido à sua cor branca como a neve, NIVEA deriva das palavras em latim "nix, nivis" que significa neve. Deste modo, a tradução literal de NIVEA é "neve branca".[1][2]

Com o sucesso do creme NIVEA, a gama extende-se para o pó de talco, sabonete e leite para o cabelo. Em 1914, com a facilidade de transportes e a possibilidade de expansão para mercados internacionais, NIVEA creme passa a estar disponível em todos os continentes. A marca não só representa um marco para as mulheres, como também para os homens a quem são reconhecidos a necessidade do cuidado da pele, antes e depois do barbear. NIVEA lança o seu sabonete de barbear, o primeiro produto especialmente desenvolvido para homens.

Durante os anos de 1930, a Beiersdorf AG iniciou a produção de produtos como óleos bronzeadores, cremes de barbear, shampoo e toners faciais. A marca foi lançada em muitos países após a Segunda Guerra Mundial. Durante os anos 1980, a marca expandiu-se em um mercado mais amplo e global, sendo conhecido pela utilização de perfume nos seus produtos, juntamente por revolucionar o cuidado da pele masculino. Depois dos primeiros produtos de sucesso para homem, NIVEA lança o bálsamo After Shave sem álcool que rapidamente se torna num dos produtos favoritos dos homens.[3]

A pronúncia correta da marca em alemão é "ni'vea" ou "nivêa", com sílaba tônica na penúltima sílaba, apesar de no Brasil e em Portugal a sua pronúncia ter sido adaptada para "nívea".

Com o desenvolvimento das equipas de investigação no que toca à estrutura e função da pele, a empresa Beiersdorf em 1998 torna-se numas das pioneiras a apresentar o coenzima Q10, um ingrediente presente na própria pele. Mais tarde, NIVEA utiliza o ingrediente coenzima Q10 em quase todas as categorias de produto relevantes - desde NIVEA MEN a NIVEA SUN.

Em janeiro de 2020, NIVEA une-se à Start-se para criar um programa de desenvolvimento de startups para a distribuição de cosméticos.[4]

Recentemente, a marca NIVEA tem vindo a adotar novas abordagens estratégicas a nível corporativo, com maior foco e ênfase nos temas de sustentabilidade, que realça a importância de cuidar e proteger não só a pele, mas também o planeta.[5] Com diversas medidas e ações implementadas, desde a aquisição de ingredientes de forma responsável à criação de embalagens sustentáveis, NIVEA tem demonstrado o seu empenho em combater as alterações climáticas e ajudar as sociedades em redor.[6]

A lata azul de Creme NIVEA

No catálogo de produtos, NIVEA tem incrementalmente apresentado gamas mais transparentes e produtos mais sustentáveis, quer pelas suas fórmulas (e.g.: com ingredientes naturais, sem microplásticos)[7] quer pelas suas embalagens recicláveis.[8]

Referências

  1. «NIVEA». Nivea.pt. Arquivado do original em 28 de outubro de 2012 
  2. Veja a origem dos nomes de empresas - Nivea Portal BOL de Notícias (acessado em junho/2017)
  3. «Um creme com história». www.nivea.pt. Consultado em 4 de agosto de 2021 
  4. Silva, Paulo (3 de fevereiro de 2020). «Startse e Nívea lançam programa para startups de varejo». Inovação Aberta. Consultado em 3 de fevereiro de 2020 
  5. «A sustentabilidade é importante para nós.». www.nivea.pt. Consultado em 4 de agosto de 2021 
  6. «Cuidar para além da pele». www.nivea.pt. Consultado em 4 de agosto de 2021 
  7. «Ingredientes de cuidados de pele sustentáveis». www.nivea.pt. Consultado em 4 de agosto de 2021 
  8. «Design de embalagens sustentável». www.nivea.pt. Consultado em 4 de agosto de 2021 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre uma empresa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.