No Paraíso das Solteironas

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde dezembro de 2010). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
No Paraíso das Solteironas
 Brasil
1969 •  cor •  95 min 
Direção Amácio Mazzaropi
Roteiro Amácio Mazzaropi
Orlando Pandovan
Elenco Amácio Mazzaropi
Geny Prado
Átila Iório
Género comédia
Idioma português
Página no IMDb (em inglês)

No paraíso das solteironas é um filme brasileiro de 1969 do gênero comédia, dirigido, escrito e protagonizado por Amácio Mazzaropi. A produção é da PAM Filmes e as locações foram em uma fazenda em Taubaté, São Paulo.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Argumento[editar | editar código-fonte]

No século XIX, o matuto J.K se zanga e deixa a fazenda onde trabalha depois que seu patrão envia sua vaca de estimação para um abatedouro na cidade. Ele vai até lá para recuperar o animal e quando consegue, resolve se hospedar na pensão de Dona Nenê, cujo nome verdadeiro é o mesmo da vaca ("Espinafra"). Enquanto está na cidade, J.K. passa a ser assediado por várias mulheres solteironas inclusive Dona Nenê, que diz a todos que vai ficar noiva de J.K. Ao perceber isso, J. K. conta que é casado mas a mulher por despeito o acusa falsamente por um crime e o manda para cadeia. Enquanto isso, a filha de J.K., a bonita Teresa, é disputada pelo chefe de uma quadrilha de bandidos, por um cigano e também pelo delegado da cidade.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um filme brasileiro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.