Noctivagus

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Noctivagus
Informação geral
Origem Setúbal
País Portugal Portugal
Gênero(s) Rock gótico
Pós-punk
Death rock
Período em atividade 1993–2011
Gravadora(s) Background Records
Floyd Records
Division House
Integrantes Fernando N
Lady Miss Kill
Lino Cunha
Nuno D´Ávila
Ex-integrantes André Antunes
Paulo Tavares
José Carlos
Vitor Valido
Alexandre Palminha
Paulo Dumonte
David Pereira
Luis Olivença

Tempestade[1]
Página oficial Site Oficial

Noctivagus foi uma banda portuguesa de rock gótico originalmente formada na cidade de Setúbal em 1993.[1] O nome da banda foi inspirado numa palavra do Latim, que significa ("Aquele que caminha na noite").[2][3] [4]

Certas letras e poemas são caracterizados pela idealização romântica da morte e do imaginário sobrenatural.[5] Enquadrando-se em temáticas como o paganismo o vampirismo e o niilismo.[6]

Historia[editar | editar código-fonte]

A primeira sala de estúdio, foi num sótão, no Círculo Cultural de Setúbal. [7]

Os Noctivagus foram formados por André Antunes, Lino Cunha ( Aka: Lino Átila), José Carlos (Aka: Soneca), Paulo Jorge Tavares e Vitor Valido. [8][1]Com esta formação gravaram o E.P " Almas Ocultas” (1995)[9] e o E.P " Imenso" ( 1998).[10] [[9]] [8]

Depois de um concerto com o grupo espanhol gothic sex em 1998,[1] e com um novo elemento na guitarra baixo Paulo Dumonte. A banda esteve ausente durante dois anos.[11][12][1] No entanto é editado em 1999 o cd "Cruzes e Fivelas".[13] [8]

Na década de 2000, a banda regressa aos palcos com uma nova tour, com novas canções e com uma nova formação. Alexandre Palminha, David Pereira, Tempestade, Lino Átila e Paulo Dumonte. [14] [8] Com este "line up" em 2003 gravam o CD album "After The Curse", edição da label Floyd Records,[15] distribuído com o selo da Division House [16]

Actuam também em vários e diferentes festivais de musica com bandas como Sanguis et Cinis, London After Midnight , The Crüxshadows por exemplo. [17] [1] [8]

Nesse mesmo ano (2003), o vídeo clip "Bad Dreams" atinge o primeiro lugar do top votação durante três semanas consecutivas da televisão por cabo do programa Curto Circuito Sic Radical ( Julho).[18][19][8] Conquistam a mesma proeza no mês de Outubro durante uma semana no Top Max desse mesmo canal televisivo. [18][20][1] [21] [8] [22]

Nos anos imediatamente seguintes continuarão a atuar, Problemas internos, contudo, impedem a banda de gravar quaisquer novos registos durante esse período turbulento é conhecido apenas uma participação numa compilação de tributo à banda inglesa Joy Division com o tema transmission em 2005 pela label Tomb Factory.[23]

2007 participam também no Festival “ When the spirits Awake” realizado na cidade de Vilnius,Lituânia.[17][1] [8]

Em 2009, o grupo vê reconhecido o seu labor por Mick Mercer (Jornalista e escritor do Record Mirror,ZigZag magazine,Melody Maker) que os refere e menciona no seu livro "Music To Die For".[24]

2010 o single "Pilgrim Dimension" com, Lino, Nuno, Fernando e Lady Miss Kill,[25] atinge o top 20 do programa Music World Radio.[26] As duas canções deste single são incluídas também no CD album Ecos da Noite em 2011. [27][1][8]

“Depois” do fim da banda em 2011, Lino Cunha em 2017 grava um novo álbum para um novo projecto com o nome Vulto Violeta.[28][29]

Discografia[editar | editar código-fonte]

EP[editar | editar código-fonte]

Ano Titulo
1995 "Almas Ocultas"[30]
1998 "Imenso"[31]
1999 "Cruzes e Fivelas"[32]

Álbum[editar | editar código-fonte]

Ano Titulo
2003 "After the Curse "[33][34]
2011 "Ecos da Noite"[35][36]

Singles[editar | editar código-fonte]

Ano Titulo
2005 "Transmission" ( Tributo à banda inglesa joy division)[37]
2010 "Pilgrim Dimension"


Compilações[editar | editar código-fonte]

  • Bad Dreams- Various - Rock Sound Música Com Atitude Volume 15 (CD, Comp, Enh, Promo), Country: Portugal (2004)[[9]]
  • Last Night- Various - Crawling Tunes, Volume 2, Label: Crawling Tunes – CTMC002, Country: Germany (2008)[[9]]
  • Corta-me a cabeça devagar- Círculo de Fogo #2 Ritual, Vários Artistas,Radio Circulo de Fogo, Country: Portugal (2010)[38]
  • Corta-me a cabeça devagar - Kitty Lectro - Goth Industrial Darkwave Deathrock Remix DJ, Country: England (2011) [[39]]
  • Delírios da luz - Abismo Humano Vol.1 - Abismo Humano Label, Country: Portugal (2012)[40]
  • Cria Vampira- Sombrati's Collection - Vol XIV , Gothic & Ambient Independent NetLabel from Latin America, Country: Brasil :[(CD), 2012][41]

Literatura[editar | editar código-fonte]

Videografia[editar | editar código-fonte]

Ano Titulo
2003 "Bad Dreams" ( realização po David Rebordão, Film Connections)[42]
Ano Titulol
2011 "Pilgrim Dimension" (este video simboliza a última "tour" conhecida entre (2010/2011), realização por titaniavision.[43]

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. a b c d e f g h i «Noctivagus» 
  2. "Na Margem uma historia do rock",(2019),ISBN 978-989-8668-23-3
  3. Official
  4. versão parcialmente traduzida de Wikipedia em inglés.
  5. "Marasmo a Cismar", Bulhosa books & Living (2008),ISBN 978-9-892017-07-5
  6. "Marasmo a Cismar", Bulhosa books & Living (2008),ISBN 978-9-892017-07-5
  7. Rock in Portugal, Newspaper. «Noctivagus». Consultado em 10 de abril de 2010 
  8. a b c d e f g h i Blitz, Music Magazine. «Noctivagus Historia». Consultado em 8 de abril de 2013 
  9. a b c d «Noctivagus» 
  10. Blitz, Musica Magazine. «Noctivagus Historia». Consultado em 8 de abril de 2013 
  11. "Na Margem uma historia do rock",(2019),ISBN 978-989-8668-23-3
  12. http://www.reverbnation.com/noctivagus Noctivagus
  13. «Your Music Everywhere!» 
  14. Mick Mercer (2009). Music to Die For: The International Guide to Today's Extreme Music Scene. London: Cherry Red Books. ISBN 978-1-901447-26-2 
  15. «Floyd Records (PT)» 
  16. «Division House» 
  17. a b «Noctivagus | Rock from Almada, PT» 
  18. a b O Interior, Newspaper. «Noctivagus no Paço da Cultura». Consultado em 8 de abril de 2004 
  19. http://www.curtocircuito.tv/historico
  20. http://www.sicradical.pt/maxmusica
  21. «Submundo Magazine: Noctivagus» 
  22. Rock Sound Magazine nº 15, Interview/Noctivagus (February 2004).
  23. «Joy Division Cover Versions» 
  24. “Music To die For”, Cherry Red Books, (2009), ISBN 978-1-901447-26-2
  25. «Noctivagus - Pilgrim Dimension» 
  26. Music World Radio, Radio. «This Weeks Top 20». Consultado em 27 de outubro de 2012 
  27. «Noctivagus : Ecos da Noite» 
  28. «Vulto Violeta - Olhos Fixos» 
  29. "Na Margem uma historia do rock",(2019),ISBN 978-989-8668-23-3
  30. "Na Margem uma historia do rock",(2019),ISBN 978-989-8668-23-3
  31. "Na Margem uma historia do rock",(2019),ISBN 978-989-8668-23-3
  32. "Na Margem uma historia do rock",(2019),ISBN 978-989-8668-23-3
  33. https://www.deezer.com/en/album/71799342
  34. "Na Margem uma historia do rock",(2019),ISBN 978-989-8668-23-3
  35. https://open.spotify.com/album/2x7ZERV0FCWfM4lGgZfC52
  36. "Na Margem uma historia do rock",(2019),ISBN 978-989-8668-23-3
  37. «Joy Division Cover Versions» 
  38. «#09, by Círculo de Fogo» 
  39. http://www.kittylectro.com
  40. «Abismo Humano vol. 1, by Abismo Humano Label» 
  41. «Sombrati Records» 
  42. "Na Margem uma historia do rock",(2019),ISBN 978-989-8668-23-3
  43. "Na Margem uma historia do rock",(2019),ISBN 978-989-8668-23-3

External links[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Noctivagus
Flag of Portugal.svgGuitarra masc.png Este artigo sobre uma banda ou grupo musical de Portugal é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.