Norrbotten

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Este artigo é sobre a província histórica de Norrbotten. Para o condado de Norrbotten, veja Norrbotten (condado).
Suécia Norrbotten

Bótnia Setentrional

 
  Província  
Sverigekarta-Landskap Norrbotten.svg
Símbolos
Brasão de armas de Norrbotten
Brasão de armas
Localização
Região Norlândia
Condado Norrbotten
Características geográficas
Área total 97 239 km²
População total (2018) 250 497 hab.
Densidade 2,6 hab./km²

Norrbotten (em sueco: Norrbotten; pronúncia /ˈnɔ̂rːˌbɔtːɛn/; Nuvola apps arts.svg ouça a pronúncia) ou Bótnia Setentrional[1] é uma província (landskap) da Suécia, localizada no norte da região (landsdel) da Norlândia, junto à baía de Bótnia e fazendo fronteira com a Finlândia. Ocupa 6,5% da superfície do país (97 239 quilômetros quadrados), e tinha uma população de 250 497 habitantes segundo censo de 2018.[2][3][4][5][6] É predominantemente de terra baixa, subindo ligeiramente para noroeste, e coberta de florestas de pinheiros e abetos. É atravessada por três dos maiores rios suecos, vindos da Lapónia e desembocando no Báltico. O Círculo Polar Ártico passa no norte da província, dando-lhe algum carácter ártico, embora o clima seja fundamentalmente temperado continental, devido à corrente do golfo.

01. Lansjärvförkastningen.jpg

Como província histórica, não possui hoje funções administrativas, nem significado político, mas é todavia usada em contextos históricos, culturais, escolares, turísticos e desportivos.[7]

Etimologia e uso[editar | editar código-fonte]

O topônimo Norrbotten deriva do sueco antigo Norra butn, em alusão à "baía a norte do estreito de Kvarken". O termo é composto pelas palavras norr (norte, indicando aqui o lado oeste) e botten (em alusão à Baía de Bótnia). Na língua cotidiana, ao contrário do resto da Suécia, as palavras Västerbotten e Norrbotten referem-se geralmente aos condados de Västerbotten e Norrbotten, e não às províncias históricas de Västerbotten e Norrbotten. A região está mencionada em documentos em latim por Norrabutn (1361) e Butnin (1374), tendo adquirido o seu nome oficial Norrbotten quando foi elevada a província em 1801.[5][8][9]

Geografia[editar | editar código-fonte]

A província forma junto com o norte da província da Lapónia o atual Condado de Norrbotten.[10] Está situada no extremo nordeste da Suécia, sendo limitado a leste pela Finlândia e pela baía de Bótnia, a oeste pela Lapónia e a sul pela Bótnia Ocidental. A fronteira com a Finlândia é delineada pelo rio Torne, um dos quatro grandes rios selvagens sem barragens hidroelétricas da Suécia; os dois lados do rio formam o Vale de Torne, onde um solo fértil permite uma rica agricultura durante o curto verão ártico. Além do Torne, é atravessada pelos rios Pite, Lule (no qual há uma usina) e Cálix, todos representados em seu brasão.[11][12][13][14]

Dado o Círculo Polar Ártico atravessá-la, o sol nunca desaparece no verão por 30 dias, e nunca aparece no inverno, igualmente por 30 dias. Apesar da proximidade do Báltico, tem um clima temperado continental, com verões quentes e invernos frios. Tal como a Bótnia Ocidental, é constituída por uma faixa costeira de 30-100 quilômetros de terras baixas, e uma zona interior mais elevada e coberta por florestas de pinheiros e abetos. A maior parte da população vive junto aos grandes rios, estando principalmente concentrada na costa da província. Junto a costa estão as cidades de Luleå (44 208 habitantes), Piteå (23 350), Kalix (7 487), Haparanda (6 715) e Gammelstad (5 010), e um pouco para o interior Boden (16 816 habitantes) e Älvsbyn (5 010).[5][10][12][15][16][17]

Economia[editar | editar código-fonte]

A economia está tradicionalmente baseada na produção de papel, ferro e aço. A abundância de floresta oferece matéria-prima para fazer pasta de papel e papel de embalagens em Piteå e componentes de casas de madeira em Älvsbyn. O ferro extraído nas minas da Lapónia é usado para fazer aço em Luleå. Esse aço é transportado para o resto da Suécia ou exportado através do porto de Luleå.[18][19]

Comunicações[editar | editar código-fonte]

A província é atravessada na orla costeira pela estrada europeia E4, desde a Finlândia até Västerbotten, passando pelas cidades de Haparanda, Kalix, Luleå e Piteå. A estrada europeia E10, liga a Lapónia ao Golfo de Bótnia, aderindo à E4 a alguns quilómetros a norte de Luleå. Várias linhas férreas atravessam a província, com destaque para a ligação Luleå-Umeå e Luleå-Narvik (Linha do Minério). Para os transportes aéreos, Norrbotten dispõe de aeroportos em Luleå e Pajala. Os principais portos estão localizados em Luleå e Piteå. [20] [21] [22]

Património histórico, cultural e turístico[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Menini 2020, p. 93.
  2. CP 2018.
  3. Editores 1998.
  4. Ernby 2001, p. 432.
  5. a b c Werkmäster 2018.
  6. Enciclopédia Norstedts 2008, p. 911.
  7. Sporrong 2018.
  8. Wahlberg 2003, p. 39.
  9. Hellquist 1922, p. 525.
  10. a b Rydstedt 1987, p. 199-201; 216.
  11. Magnusson 2004, p. 216.
  12. a b Miranda 2007, p. 697.
  13. Rydstedt 1987, p. 216.
  14. Stålnacke 2000, p. 5.
  15. Stålnacke 2000, p. 5; 18.
  16. SMHI 2008.
  17. SCD 2018.
  18. Stålnacke 2000, p. 16.
  19. Enciclopédia Nacional Sueca (b).
  20. Stålnacke 2000, p. 4.
  21. Åberg 1985, p. 164.
  22. Lidman Production AB (texto) e Matton (fotografia) (2011). «Norrbotten». Libers stora junioratlas (em sueco). Estocolmo: Liber. p. 36. 144 páginas. ISBN 9789147809028 
  23. Enciclopédia Nacional Sueca.
  24. Enciclopédia Nacional Sueca (a).
  25. Swedish Lapland 2014.
  26. Wedsberg 1995, p. 30-31.
  27. Ottosson 2008, p. 226.
  28. Ottosson 2008, p. 227.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Åberg, Ylva (1985). «Norrbotten». Se Sverige med barnen en reseguide för hela familjen (em sueco). Estocolmo: Bonniers juniorförlag. 379 páginas. ISBN 91-48-51041-6 
  • «Kyrkstad». Enciclopédia Nacional Sueca (em sueco). Gotemburgo: Universidade de Gotemburgo 
  • «Gammelstad». Enciclopédia Nacional Sueca (em sueco). Gotemburgo: Universidade de Gotemburgo 
  • «Norrland». Enciclopédia Nacional Sueca (em sueco). Gotemburgo: Universidade de Gotemburgo 
  • Ernby, Birgitta; Martin Gellerstam, Sven-Göran Malmgren, Per Axelsson, Thomas Fehrm (2001). «Norrbotten». Norstedts första svenska ordbok (em sueco). Estocolmo: Norstedts ordbok. 793 páginas. ISBN 91-7227-186-8 
  • Hellquist, Elof (1922). «Norrbotten». Svensk etymologisk ordbok. Lunda: C. W. K. Gleerups förlag 
  • Magnusson, Thomas; Sjögren, Peter A. (2004). «Lund». Vad varje svensk bör veta (em sueco). Estocolmo: Albert Bonniers Förlag e Publisher Produktion AB. 654 páginas. ISBN 91-0-010680-1 
  • Ottosson, Mats; Ottosson, Åsa (2008). «Uppsala». Upplev Sverige. En guide till upplevelser i hela landet (em sueco). Estocolmo: Wahlström Widstrand. 527 páginas. ISBN 9789146215998 
  • Rydstedt, Bjarne; Andersson, Georg; Bladh, Torsten; Köhler, Per Olof; Thorén, Karl-Gustaf; Larsson, Mona (1987). «Norrbotten». Land och liv 1 (em sueco). Estocolmo: Natur och kultur. 216 páginas. ISBN 91-27-62563-X 
  • Sporrong, Ulf (2018). «Landskap». Enciclopédia Nacional Sueca (em sueco). Gotemburgo: Universidade de Gotemburgo 
  • Stålnacke, Anna Lena (2000). «Korta fakta». Norrbotten (em sueco). Estocolmo: Natur och Kultur. 24 páginas. ISBN 912750753X 
  • Wahlberg, Mats (2003). «Östergötland». Svenskt ortnamnslexikon (Dicionário das localidades suecas) (em sueco). Upsália: Språk- och folkminnesinstitutet e Institutionen för nordiska språk vid Uppsala universitet. ISBN 91-7229-020-X 
  • Wedsberg, Malin (1995). Sveriges landskap (Províncias da Suécia) (em sueco). Estocolmo: Almqvist & Wiksell. ISBN 91-21-14445-1 
  • Werkmäster, Barbro; et. all. (2018). «Norrbotten». Enciclopédia Nacional Sueca (em sueco). Gotemburgo: Universidade de Gotemburgo 
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Norrbotten