Nossa Senhora dos Remédios

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Disambig grey.svg Nota: Para outros significados, veja Nossa Senhora dos Remédios (desambiguação).
Nossa Senhora dos Remédios com São João da Mata e São Félix de Valois.

Nossa Senhora dos Remédios é uma devoção mariana.[1][2][3]

Foi trazida para Portugal por religiosos franceses da Ordem Hospitalar da Santíssima Trindade, que estiveram em Lisboa no século XIII. Esta ordem, fundada com o objectivo de resgatar os cristãos cativos no Oriente, não dispunha de recursos financeiros para realizar o seu objectivo. Apareceu então Nossa Senhora aos seus fundadores, São João da Mata e São Félix de Valois, entregando-lhes uma bolsa cheia de dinheiro, concedendo-lhes de modo o "remédio" para o seu problema. Desde então a Virgem ganhou o título de Nossa Senhora dos Remédios, tornando-se a padroeira desta ordem. Com a difusão desta devoção pela Europa, 900 mil prisioneiros foram libertados até ao século XVIII.[1][2][4]

Referências

  1. a b «História de Nossa Senhora dos Remédios - Santos e Ícones Católicos - Cruz Terra Santa». cruzterrasanta.com.br. Consultado em 15 de março de 2023 
  2. a b «Nossa Senhora dos Remédios». Arquidiocese São Paulo. 26 de maio de 2015. Consultado em 15 de março de 2023 
  3. «A Devoção à Nossa Senhora dos Remédios». Tenda do Senhor. 29 de fevereiro de 2020. Consultado em 15 de março de 2023 
  4. Pe. Reginaldo Manzotti (2011). Mãe de todos, Maria. [S.l.]: Agir (editora) 
Ícone de esboço Este artigo sobre catolicismo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.