Nostra Signora del Sacro Cuore

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Igreja de Nossa Senhora do Sagrado Coração
Nostra Signora del Sacro Cuore
Fachada
Estilo dominante Renascentista
Fim da construção 1450
Religião Igreja Católica
Diocese Diocese de Roma
Website Site oficial
Geografia
País Itália
Região Roma
Local Piazza Navona (Rione Parione)
Coordenadas 41° 53' 53.73" N 12° 28' 24.70" E

Nostra Signora del Sacro Cuore ou Nossa Senhora do Sagrado Coração, conhecida também como San Giacomo degli Spagnoli ou São Tiago dos Espanhóis, é uma igreja titular dedicada à Virgem Maria localizada na Piazza Navona, em Roma, Itália.

O atual cardeal-diácono protetor da diaconia de Nossa Senhora do Sagrado Coração é Kurt Koch.

História[editar | editar código-fonte]

Uma igreja mais antiga já existia no local, que fica sobre as ruínas do antigo Estádio de Domiciano, no século XIII. A primeira menção desta igreja está no testamento de Henrique de Castela (1230–1304), filho do rei Fernando III de Castela, que doou o dinheiro para construí-la em 1259. A nova igreja foi construída para o Jubileu de 1450, financiada por uma doação de Alfonso de Paradinas. A fachada, que no passado estava do lado oposto do atual, foi projetada por Bernardo Rossellino. O papa Alexandre VI, que era espanhol, posteriormente criou uma praça à frente da igreja. Em 1506, a igreja passou a ser também a igreja nacional dos espanhóis em Roma, uma situação que perdurou até a construção de Santa Maria in Monserrato degli Spagnoli, no século XVII, que passou então a ser a igreja da comunidade espanhola.

No final do século XIX, o papa Leão XIII mandou reformar o edifício, que perigava desabar. Na mesma época, toda a orientação da igreja foi alterada para que a entrada passasse a ficar de frente para a Piazza Navona. A abside e o transepto foram demolidos em 1938 para permitir a abertura da avenida Corso del Rinascimento.

Interior[editar | editar código-fonte]

A peça-de-altar sobre "Assunção da Virgem em Glória entre Anjos e Apóstolos" é do pintor flamengo Francisco de Castello. A maior parte das obras de arte e monumentos funerários que decoravam a igreja foram transferidos para Santa Maria quando a comunidade espanhola se mudou para lá. O que restou são algumas obras renascentistas, como o presbitério em mármore multicolorido e o fundo em mármore do altar-mor. Além disso, a Capella di San Giacomo também está intacta. Alguns afrescos de Annibale Carracci que decoravam a Capela Herrera foram transferidos para o Museu Nacional d'Art de Catalunya, em Barcelona, e para o Museu do Prado, em Madrid[1].

Galeria[editar | editar código-fonte]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Nostra Signora del Sacro Cuore