Notocheirus hubbsi

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa


Como ler uma infocaixa de taxonomiaNotocheirus hubbsi
Taxocaixa sem imagem
Estado de conservação
Não avaliada
Classificação científica
Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: Actinopterygii
Ordem: Atheriniformes
Família: Notocheiridae
Género: Notocheirus
H. W. Clark, 1937
Espécie: N. hubbsi
Nome binomial
Notocheirus hubbsi
H. W. Clark, 1937

Notocheirus hubbsi H. W. Clark, 1937 é uma espécie de pequenos peixes neríticos da família Notocheiridae,[1] com distribuição natural nas costas sul-americanas do sueste do Oceano Pacífico e do sudoeste do Oceano Atlântico, desde Puerto Deseado (Argentina) pelas costas atlânticas da Terra do Fogo e do Cabo Horn até Valparaíso (Chile). O género é monotípico tendo N. hubbsi como a sua única espécie.[2][3]

Descrição[editar | editar código-fonte]

Notocheirus hubbsi é uma espécie de ocorrência rara e até agora pouco conhecida, com apenas 4-8 centímetros de comprimento, com o corpo transparente, alongado e achatado lateralmente, recoberto por escamas do tipo cicloide. Os peixes desta espécie distinguem-se das espécies do género Iso, semelhantes externamente, por apresentarem apenas a segunda barbatana dorsal. Os dentes da mandíbula superior localizam-se apenas na sínfise da pré-maxila. A pelve apresenta uma extensão lateral que se estende entre as vértebras quase até à espinha.

Notocheirus hubbsi vive na zona de rebentação, onde se alimenta de plâncton, especialmente de pequenos copépodes. A espécie apresenta fertilidade muito baixo, tendo sido encontrados nos ovários das fêmeas em média apenas 71 ovos.

Alguns espécimes, que têm na cabeça odontódeos associados à linha lateral, podem pertencer a uma segunda espécie de Notocheirus ainda não descrita.

O nome específico deriva dos vocábulod gregos noton ("posterior") e cheir ("mãos"), atribuído por causa da posição de inserção das barbatanas peitorais estar muito acima da linha média do corpo. O epíteto específico hubbsi foi criado em homenagem ao ictiólogo norte-americano Carl Leavitt Hubbs.

Um estudo realizado em 2012, com recurso à análise genética comparativa, concluiu que Notocheirus hubbsi é muito próximo do grupo Atherinopsidae, um taxon com distribuição centrada nas Américas.[4]

Notas[editar | editar código-fonte]

  1. Gosztonyi, A.E. (1972) Notocheirus hubbsi Clark 1937 (Pisces, Isonidae), adición a la fauna Argentina de peces marinos., Physis 31(83):579-583.
  2. Bisby F.A., Roskov Y.R., Orrell T.M., Nicolson D., Paglinawan L.E., Bailly N., Kirk P.M., Bourgoin T., Baillargeon G., Ouvrard D. (red.) (2011). «Species 2000 & ITIS Catalogue of Life: 2011 Annual Checklist.». Species 2000: Reading, UK. Consultado em 24 de setembro de 2012 
  3. FishBase. Froese R. & Pauly D. (eds), 2011-06-14
  4. D. Bloom, P. Unmack, A. Gosztonyi, K. Piller, N. Lovejoy: It’s a family matter: Molecular phylogenetics of Atheriniformes and the polyphyly of the surf silversides (Family: Notocheiridae). Molecular Phylogenetics and Evolution. 62, Nr. 3, 2012. S. 1025–1030

Referências[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Wikispecies
O Wikispecies tem informações sobre: Notocheirus hubbsi