Nova Independência

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Nova Independência
  Município do Brasil  
Pôr do sol em Nova Independência
Pôr do sol em Nova Independência
Símbolos
Bandeira de Nova Independência
Bandeira
Brasão de armas de Nova Independência
Brasão de armas
Hino
Gentílico independentino
Localização
Localização de Nova Independência em São Paulo
Localização de Nova Independência em São Paulo
Nova Independência está localizado em: Brasil
Nova Independência
Localização de Nova Independência no Brasil
Mapa de Nova Independência
Coordenadas 21° 06' 14" S 51° 29' 24" O
País Brasil
Unidade federativa São Paulo
Municípios limítrofes Andradina, Murutinga do Sul, Guaraçaí, Junqueirópolis, Monte Castelo, São João do Pau-d'Alho e Castilho
Distância até a capital 658 km[1]
História
Fundação 28 de fevereiro de 1964 (55 anos)
Aniversário 1963
Administração
Prefeito(a) Thauana Duarte (PSDB, 2017 – 2020)
Características geográficas
Área total [2] 265,282 km²
População total (Censo IBGE/2014[3]) 5 507 hab.
Densidade 20,76 hab./km²
Clima tropical
Altitude 316 m
Fuso horário Hora de Brasília (UTC−3)
Indicadores
IDH (PNUD/2000[4]) 0,737 alto
PIB (IBGE/2008[5]) R$ 101 306,063 mil
PIB per capita (IBGE/2008[5]) R$ 37 786,67
http://www.novaindependencia.sp.gov.br/ (Prefeitura)
http://www.cmnindependencia.sp.gov.br/ (Câmara)

Nova Independência é um município brasileiro do estado de São Paulo.

História[editar | editar código-fonte]

As primeiras informações sobre a origem do município estão vinculadas a uma antiga pousada de boiadeiros, localizada em uma estrada construída em 1912, que ligava Araçatuba a Porto Independência, nas margens do Rio Paraná. No entanto, o núcleo original começa a se formar, efetivamente, em 1943, época em que o fazendeiro Modesto Junqueira doa terras para a constituição do patrimônio.

No ano seguinte, inicia-se a construção da estrada que o ligaria a Andradina. Todos esses fatores, somados ao cultivo de gêneros agrícolas variados, principalmente milho, arroz, banana e fumo, estimulam o desenvolvimento da região.

Em 24 de dezembro de 1948, o povoado de Nova Independência é elevado a distrito do Município de Andradina, tornando-se sede em 28 de fevereiro de 1964.

Geografia[editar | editar código-fonte]

Localiza-se a uma latitude 21º06'14" sul e a uma longitude 51º29'24" oeste, estando a uma altitude de 316 metros. Sua população estimada em 2004 era de 2.098 habitantes.

Possui uma área de 265,282 km².

Demografia[editar | editar código-fonte]

Dados do Censo - 2010

População total: 3.072

  • Urbana: 2.198
  • Rural: 932
    • Homens: 1.597
    • Mulheres: 1.475

Densidade demográfica (hab./km²): 11,58

Mortalidade infantil até 1 ano (por mil): 16,72

Expectativa de vida (anos): 70,77

Taxa de fecundidade (filhos por mulher): 2,02

Taxa de alfabetização: 82,04%

Índice de Desenvolvimento Humano (IDH-M): 0,737

  • IDH-M Renda: 0,635
  • IDH-M Longevidade: 0,763
  • IDH-M Educação: 0,813

(Fonte: IPEADATA)

Rodovias[editar | editar código-fonte]

Educação[editar | editar código-fonte]

Ensino básico[editar | editar código-fonte]

Atualmente o município conta com as seguintes instituições municipais e estaduais de ensino:

  • E.E.E.M. Professora Zilda Prado Paulovich - Estadual
  • E.M.E.I. Miguel Valota - Municipal
  • E.M.E.F. Gildo Pereira - Municipal
  • Creche Municipal E.I. Sueli Gianotto Joanini - Municipal

Comunicações[editar | editar código-fonte]

A cidade foi atendida pela Companhia de Telecomunicações do Estado de São Paulo (COTESP) até 1973, quando passou a ser atendida pela Telecomunicações de São Paulo (TELESP)[6], que construiu em 1985 a central telefônica utilizada até os dias atuais. Em 1998 esta empresa foi privatizada e vendida para a Telefônica, sendo que em 2012 a empresa adotou a marca Vivo para suas operações de telefonia fixa[7][8][9].

Administração[editar | editar código-fonte]

Esta é uma lista de prefeitos e vice-prefeitos de Nova Independência.

Nome Partido Início do mandato Fim do mandato Observações
1 Pedro Gavioli ARENA 21 de março de 1965 1969 Prefeito eleito
Manuel Soares Pinheiro,
Manuel Benigno
ARENA 21 de março de 1965 1969 Vice-prefeito eleito
2 José Geraldo Sobrinho,
Tito
ARENA 1969 1972 Prefeito eleito
José Félix Neves ARENA 1969 1972 Vice-prefeito eleito
3 Manuel Soares Pinheiro,
Manuel Benigno
ARENA 1973 1976 Prefeito eleito
Altino Pereira ARENA 1973 1976 Vice-prefeito eleito
4 Altino Pereira ARENA 1977 1982 Prefeito eleito
Jair Marin ARENA 1977 1982 Vice-prefeito eleito
5 Hélio Carlos Alexandre PMDB 1983 31 de dezembro de 1988 Prefeito eleito
Antonio Ferrari PMDB 1983 31 de dezembro de 1988 Vice-prefeito eleito
6 Antonio Ferrari PMDB 1º de janeiro de 1989 31 de dezembro de 1992 Prefeito eleito
Antônio Gonçalves de Lima,
Niquinho
PMDB 1º de janeiro de 1989 31 de dezembro de 1992 Vice-prefeito eleito
7 José Antônio de Lima PDS 1º de janeiro de 1993 31 de dezembro de 1996 Prefeito eleito
Manoel Ângelo Pinheiro PDT 1º de janeiro de 1993 31 de dezembro de 1996 Vice-prefeito eleito
8 Hélio Carlos Alexandre PSD 1º de janeiro de 1997 31 de dezembro de 2000 Prefeito eleito
Manoel Soares Pinheiro PDT 1º de janeiro de 1997 31 de dezembro de 2000 Vice-prefeito eleito
9 Valdemir Joanini PTB 1º de janeiro de 2001 31 de dezembro de 2004 Prefeito eleito
Guilherme Ferreira da Silva,
Jibóia
PDT 1º de janeiro de 2001 31 de dezembro de 2004 Vice-prefeito eleito
10 Valdemir Joanini PTB 1º de janeiro de 2005 31 de dezembro de 2008 Prefeito reeleito
Elizabeth Akemi Morimoto Oguri,
Bety
PSDB 1º de janeiro de 2005 31 de dezembro de 2008 Vice-prefeita eleita
11 José Pedro Toniello,
Zé Pedro
PTB 1º de janeiro de 2009 31 de dezembro de 2012 Prefeito eleito
Luiz Guilherme Cavalhaes Xande PTB 1º de janeiro de 2009 31 de dezembro de 2012 Vice-prefeito eleito
12 Neusa Lopes da Costa Joanini PSDB 1º de janeiro de 2013 31 de dezembro de 2016 Prefeita eleita
Edileuza da Cruz da Silva PSD 1º de janeiro de 2013 31 de dezembro de 2016 Vice-prefeita eleita
13 Thauana Duarte PSDB 1 de janeiro de 2017 atual prefeita eleita
  • Presidente da câmara: Lazaro de Souza, Lazinho - ARENA (1965-1969); José Miguel dos Santos, Miguelão - ARENA (1969-1972); Antonio Pereira Batista, Tituca - ARENA (1973-1974); Ideval Bezerra de Araújo - ARENA (1975-1976); Antonio Pereira Batista, Tituca - ARENA (1977-1978); Cícero Romão Batista - ARENA (1979-1980); José Lopes Filho, Zezé - ARENA (1979-1980); Antônio Gonçalves de Lima, Niquinho - PMDB (1983-1988); Benedito Ribeiro dos Santos, Ditinho - PMDB (1983-1988); Raymundo Icó de Oliveira, Nhôio - PMDB (1983-1988); Amadeu Lúcio da Silva - PMDB (1989-1990); Valter Pedro de Alcântara, Valtinho - PTB (1999); Antonio Rocha (01.01 a 31.01.2000) e Edileuza da Cruz da Silva (01.02 a 31.12.2000); Ornezinda Evangelista Gomes - PSDB (2003-02.2004); Wagner Joanini (2004); Edileuza da Cruz da Silva (2007); Flávio Gomes de Lima (2007); José Aparecido Gomes, Zé D’Ireno (2008); Noel Silveira de Souza - PSD (2009 e 2011); Wagner Joanini (01.01 a 20.07.2010); Edileuza da Cruz da Silva - PSD (21.07 a 31.12.2010 e 2011-2012); Geraldo Juniti Oguri - PV (2013); Ângelo Cesar Carmona, Pipa - PSDB (2014);

Referências

  1. «Distância entre Nova Independência e São Paulo». Consultado em 7 de fevereiro de 2015 
  2. IBGE (10 out. 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 dez. 2010 
  3. «Censo Populacional 2014». Censo Populacional 2014. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 1 de julho de 2014. Consultado em 7 de fevereiro de 2015 
  4. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2000. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  5. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 dez. 2010 
  6. «Área de atuação da Telesp em São Paulo». Página Oficial da Telesp (arquivada) 
  7. «Convênio de incorporação da COTESP pela TELESP em 25 de outubro de 1973». Portal da Câmara dos Deputados 
  8. «Nossa História». Telefônica / VIVO 
  9. GASPARIN, Gabriela (12 de abril de 2012). «Telefônica conclui troca da marca por Vivo». G1 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]