Nova Luzitânia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Nova Luzitânia
  Município do Brasil  
Símbolos
Bandeira de Nova Luzitânia
Bandeira
Brasão de armas de Nova Luzitânia
Brasão de armas
Hino
Gentílico luzitâniense
Localização
Localização de Nova Luzitânia em São Paulo
Localização de Nova Luzitânia em São Paulo
Mapa de Nova Luzitânia
Coordenadas 20° 51' 21" S 50° 15' 43" O
País Brasil
Unidade federativa São Paulo
Municípios limítrofes Gastão Vidigal, Santo Antônio do Aracanguá, Lourdes e Nova Castilho
Distância até a capital 548 km
História
Fundação 29 de junho de 1965 (55 anos)
Aniversário 29 de junho
Administração
Prefeito(a) Miguel José Araújo Junior (PTB, 2021 – 2024)
Características geográficas
Área total [1] 74,1 km²
População total (Censo IBGE/2010[2]) 3 441 hab.
Densidade 46,4 hab./km²
Clima Tropical
Altitude 420 m
Fuso horário Hora de Brasília (UTC−3)
Indicadores
IDH (PNUD/2000[3]) 0,74 alto
PIB (IBGE/2009[4]) R$ 29 767 mil
PIB per capita (IBGE/2009[4]) R$ 7 843,74
Sítio http://novaluzitania.sp.gov.br/ (Prefeitura)
http://camaranovaluzitania.sp.gov.br/ (Câmara)

Nova Luzitânia[nota 1] é um município brasileiro do estado de São Paulo. Localiza-se a uma latitude 20º51'22" sul e a uma longitude 50º15'42" oeste, estando a uma altitude de 420 metros. A cidade tem uma população de 3.441 habitantes (IBGE/2010)[1] Possui uma área de 74,1 km².

Geografia[editar | editar código-fonte]

Demografia[editar | editar código-fonte]

Dados do Censo - 2010[1]

População Total: 3.441

  • Urbana: 3.087
  • Rural: 354
  • Homens: 1.820[5]
  • Mulheres: 1.621

Densidade demográfica (hab./km²): 46,46

Dados do Censo - 2000

Mortalidade infantil até 1 ano (por mil): 21,96

Expectativa de vida (anos): 68,26

Taxa de fecundidade (filhos por mulher): 1,96

Taxa de Alfabetização: 84,55%

Índice de Desenvolvimento Humano (IDH-M): 0,740

  • IDH-M Renda: 0,671
  • IDH-M Longevidade: 0,721
  • IDH-M Educação: 0,828

(Fonte: IPEADATA)

Comunicações[editar | editar código-fonte]

A cidade foi atendida pela Companhia de Telecomunicações do Estado de São Paulo (COTESP) até 1975, quando passou a ser atendida pela Telecomunicações de São Paulo (TELESP)[6], que construiu em 1985 a central telefônica utilizada até os dias atuais. Em 1998 esta empresa foi privatizada e vendida para a Telefônica, sendo que em 2012 a empresa adotou a marca Vivo para suas operações de telefonia fixa[7][8][9].

Hino Municipal[editar | editar código-fonte]

Letra: Erickson Martins
Música: André de Paula Rodrigues
Lei n° 862/2003 - 22 de maio de 2003

Terra luz, de divino esplendor,
De resplandecente paz.
Tua gente, teu primor,
Ouro que em teu seio jaz.

Tão florido são teus campos,
Do outono a primavera.
De ricos sonhos tantos,
Do povo que te venera.

A garra dessa gente
Faz crescer a cada dia.
O olhar seguro a frente,
Novos tempos pressagia.

Nova Luzitânia,
Por ti vale a pena canar:

Nova Luzitânia, que te guarde,
Bem dentro do coração,
E ostente o estandarte Que ostenta o teu brasão,
Cada filho que te ama
Sem medida ou condição.
Cada planta que, em teu solo,
Tem a honra de nascer,
Sabe-se sem receio,
Que virá a florescer.

Pois teu solo, tão fecundo,
Alimenta os filhos teus.
Em nenhum lugar no mundo,
Há fartos frutos com os teus.

Em plena liberdade,
Tuas crianças vão crescer.
Cidade de verdade,
Do mais belo alvorecer.

Nova Luzitânia,
Por ti vale a pena cantar:

Nova Luzitânia, que te guarde,
Bem dentro do coração,
E ostente o estandarte
Que ostenta o teu brasão,
Cada filho que te ama
Sem medida ou condição.

Cronologia dos Prefeitos[editar | editar código-fonte]

13ª Legislatura: 1 de janeiro de 2017 a 31 de dezembro de 2020: Prefeito: Laerte Aparecido Rocha

12ª Legislatura: 1 de janeiro de 2013 a 31 de dezembro de 2016: Prefeito: Germiro Ferreira Lima
11ª Legislatura: 1 de janeiro de 2009 a 31 de dezembro de 2012: Prefeito: Germiro Ferreira Lima
10ª Legislatura: 1 de janeiro de 2005 a 31 de dezembro de 2008: Prefeito: Laerte Aparecido Rocha
9ª Legislatura: 1 de janeiro de 2001 a 31 de dezembro de 2004: Prefeito: Laerte Aparecido Rocha
8ª Legislatura: 1 de janeiro de 1997 a 31 de dezembro de 2000: Prefeito: Ernesto Bartolomeu
7ª Legislatura: 1 de janeiro de 1993 a 31 de dezembro de 1996: Prefeito: Edwiges Malavazi Cavalini
6ª Legislatura: 1 de janeiro de 1989 a 31 de dezembro de 1992: Prefeito: Ernesto Bartolomeu
5ª Legislatura: 1 de fevereiro de 1983 a 31 de dezembro de 1988: Prefeito: Osvaldo Bailão
4ª Legislatura: 1 de fevereiro de 1977 a 31 de janeiro de 1983: Prefeito: Ernesto Bartolomeu
3ª Legislatura: 31 de janeiro de 1973 a 31 de janeiro de 1977: Prefeito: José Tiago Rodrigues
2ª Legislatura: 22 de março de 1969 a 30 de janeiro de 1973: Prefeito: Miguel Carolino Barbosa
1ª Legislatura: 21 de março de 1965 a 21 de março de 1969: Prefeito: Ernesto Bartolomeu

Principais Igrejas[editar | editar código-fonte]

Igreja Católica
Assembléia de Deus
Assembléia de Deus-Ministério de Madureira
Congregação Cristã no Brasil
Igreja do Evangelho Quadrangular
Testemunhas de Jeová
Igreja Pentecostal Deus é Amor
Obra de Restauração
Igreja Evangélica Pentecostal Creio Eu na Bíblia
Igreja Adventista do Sétimo Dia
MIPE - Ministério Produtores de Esperança

Notas

Referências

  1. a b c «Censo Populacional 2010 - IBGE» (PDF). IBGE.gov.br. Consultado em 30 de agosto de 2011 
  2. «Censo Populacional 2010». Censo Populacional 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 29 de novembro de 2010. Consultado em 11 de dezembro de 2010 
  3. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2000. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  4. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2005-2009» (PDF). Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 9 jan. 2012. Arquivado do original (PDF) em 3 de março de 2016 
  5. «SIDRA IBGE - Tabela 608 - População residente, por situação do domicílio e sexo». IBGE. Consultado em 30 de agosto de 2011 
  6. «Área de atuação da Telesp em São Paulo». Página Oficial da Telesp (arquivada) 
  7. «Telesp vai servir mais 86 cidades do estado». Acervo Folha de S.Paulo 
  8. «Nossa História». Telefônica / VIVO 
  9. GASPARIN, Gabriela (12 de abril de 2012). «Telefônica conclui troca da marca por Vivo». G1 

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]