Novo Basquete Brasil de 2017–18

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
NBB 2017–18
NBB 10
{{{PAGENAME}}}
Campeonato Novo Basquete Brasil
Esporte Basquetebol
Duração 4 de novembro de 2017 - junho de 2018
Número de times 15
Parceiro(s) de TV Bandsports
Temporada regular
1º colocado Rio de Janeiro Flamengo
MVP Marquinhos (Flamengo)
Cestinha Marquinhos (Flamengo)
(17,9 pontos por jogo)
Playoffs
Campeão
São Paulo Paulistano
  Vice-campeão São Paulo Mogi das Cruzes
MVP das finais Guilherme Hubner (Paulistano)
Temporadas NBB

O Novo Basquete Brasil de 2017–18 foi uma competição brasileira de basquete organizada pela Liga Nacional de Basquete. Esta foi a décima edição do campeonato organizado pela LNB, com a chancela da Confederação Brasileira de Basketball, por isso também foi chamado de NBB10. O NBB garante vagas para os torneios internacionais, como a Liga das Américas, e a Liga Sul-Americana de Basquete. O campeonato teve como novidade a participação do Botafogo e do Joinville/AABJ.[1] A equipe do Lobos Brasília, tetracampeã brasileira, não participa pela primeira vez de uma edição do NBB por questões financeiras, dando lugar ao Caxias do Sul, que havia sido rebaixado.[2] Também por questões financeiras o Macaé desiste da disputa da competição, preferindo disputar a Liga Ouro de 2018. No seu lugar entra o Joinville/AABJ, vice-campeão da Liga Ouro de 2017, com isso a edição contou com 15 times.[3]

Regulamento[editar | editar código-fonte]

A fórmula de disputa do campeonato seguiu a mesma da temporada anterior. Os 12 melhores colocados na fase de classificação avançaram aos playoffs, que seguiram disputados a partir das oitavas de final em playoffs, com os quatro melhores classificados diretamente para as quartas de final, sempre em uma melhor de cinco jogos, inclusive a série final. O formato das séries de playoffs continuaram como na temporada anterior, com os confrontos de mata-mata sendo disputados no modelo 1-2-1-1, com os Jogos 2, 3 e 5 sendo realizados na casa da equipe de melhor campanha na fase de classificação. As duas piores equipe na fase de classificação foram rebaixadas à Liga Ouro de 2019.[4]

Participantes[editar | editar código-fonte]

Equipe Cidade Estado Em 2016-17 Ginásio Capacidade Títulos do NBB (último)
Basquete Cearense Fortaleza Ceará CE 11º (NBB 2016-17) Centro de Formação Olímpica
Ginásio Paulo Sarasate
17 000
8 822
0 (não possui)
Bauru Bauru São Paulo SP 1º (NBB 2016-17) Panela de Pressão 2 000 1 (2016–17)
Botafogo Rio de Janeiro Rio de Janeiro RJ 1º (Liga Ouro 2017) Ginásio Oscar Zelaya 850 0 (não possui)
Campo Mourão Campo Mourão Paraná PR 10° (NBB 2016-17) Belin Carolo 4 500 0 (não possui)
Caxias do Sul Caxias do Sul Rio Grande do Sul RS 15º (NBB 2016-17) Ginásio Vasco da Gama 850 0 (não possui)
Flamengo Rio de Janeiro Rio de Janeiro RJ 5º (NBB 2016-17) Tijuca Tênis Clube
Arena Carioca 1
4 000
6 000
5 (2015-16)
Franca Franca São Paulo SP 7º (NBB 2016-17) Pedrocão 7 000 0 (não possui)
Joinville/AABJ Joinville Santa Catarina SC 2º (Liga Ouro 2017) Centreventos Cau Hansen 4 000 0 (não possui)
Liga Sorocabana Sorocaba São Paulo SP 14º (NBB 2016-17) Gualberto Moreira 3 000 0 (não possui)
Minas Belo Horizonte Minas Gerais MG 13º (NBB 2016-17) Arena Minas Tênis Clube 4 000 0 (não possui)
Mogi das Cruzes Mogi das Cruzes São Paulo SP 6º (NBB 2016-17) Professor Hugo Ramos 5 000 0 (não possui)
Paulistano São Paulo São Paulo SP 2º (NBB 2016-17) Antônio Prado Júnior 1 500 0 (não possui)
Pinheiros São Paulo São Paulo SP 4º (NBB 2016-17) Poliesportivo Henrique Villaboim 824 0 (não possui)
Vasco da Gama Rio de Janeiro Rio de Janeiro RJ 9º (NBB 2016-17) Ginásio Vasco da Gama 1 000 0 (não possui)
Universo/Vitória Salvador Bahia BA 3º (NBB 2016-17) Poliesportivo de Cajazeiras 2 060 0 (não possui)
Localização das equipes participantes do NBB 2017-18.

Primeira fase[editar | editar código-fonte]

Classificação[editar | editar código-fonte]

Pos Times % Pts J V D C F PF PS SP Classificação ou rebaixamento
1 Rio de Janeiro Flamengo 89.3 53 28 25 3 13-1 12-2 2365 2058 307 Classificado para a Fase final
2 São Paulo Paulistano 85.7 52 28 24 4 14-0 10-4 2380 2020 360
3 São Paulo Franca 78.6 50 28 22 6 13-1 9-5 2265 1984 281
4 São Paulo Mogi das Cruzes 67.9 47 28 19 9 11-3 8-6 2130 1999 131
5 Rio Grande do Sul Caxias do Sul 57.1 44 28 16 12 10-4 6-8 2108 2101 7 Classificado para os Playoffs
6 São Paulo Bauru 57.1 44 28 16 12 9-5 7-7 2279 2127 152
7 São Paulo Pinheiros 53.6 43 28 15 13 8-6 7-7 2194 2069 125
8 Bahia Universo/Vitória 50.0 42 28 14 14 11-3 3-11 2159 2135 24
9 Minas Gerais Minas 50.0 42 28 14 14 8-6 6-8 2002 2088 -86
10 Ceará Basquete Cearense 42.9 40 28 12 16 11-3 1-13 2039 2145 -106
11 Rio de Janeiro Vasco da Gama 42.9 40 28 12 16 6-8 6-8 2184 2239 -55
12 Rio de Janeiro Botafogo 25.0 35 28 7 21 6-8 1-13 1959 2225 -266
13 Santa Catarina Joinville/AABJ 25.0 35 28 7 21 5-9 2-12 1873 2188 -315
14 Paraná Campo Mourão 14.3 32 28 4 24 1-13 3-11 1927 2247 -320 Rebaixados para a Liga Ouro 2019
15 São Paulo Liga Sorocabana 10.7 31 28 3 25 2-12 1-13 1946 2185 -239

Confrontos[editar | editar código-fonte]

Para ler a tabela, a linha horizontal representa os jogos da equipe como mandante. A coluna vertical indica os jogos da equipe como visitante.

CEA BAU BOT CAX CMO FLA FRA JOI LSB MIN MOG PAU PIN VAS UNI/VIT
Basquete Cearense 81-80 61-47 67-76 77-69 75-92 75-73 80-66 83-64 66-58 82-80 60-81 66-64 85-76 78-77
Bauru 87-82 103-78 73-85 82-80 71-97 60-81 88-41 95-73 89-70 75-76 72-71 85-84 83-88 77-66
Botafogo 70-68 60-77 76-67 67-64 84-90 63-67 88-77 70-64 70-76 65-70 74-93 73-81 87-94 94-74
Caxias do Sul 67-60 70-69 73-63 75-66 75-98 80-86 72-63 82-66 71-91 66-65 81-80 71-86 81-69 79-78
Campo Mourão 60-66 59-97 71-60 63-84 82-89 60-88 72-75 72-76 69-77 69-97 66-111 60-64 79-89 65-72
Flamengo 87-85 75-61 107-54 79-69 92-69 86-66 86-75 82-67 96-84 77-71 71-72 72-68 89-81 89-75
Franca 79-59 87-83 104-67 82-74 73-77 100-82 72-56 74-67 75-55 75-73 97-73 87-79 93-61 68-55
Joinville 73-59 71-97 68-63 70-76 83-81 81-91 66-59 77-75 66-73 61-67 66-86 82-90 74-94 52-68
Liga Sorocabana 91-76 81-89 68-75 71-74 63-68 63-70 79-87 51-64 54-75 69-74 75-78 75-77 75-80 80-75
Minas 75-63 66-81 74-56 86-84 74-81 76-83 65-84 69-52 71-61 65-82 80-88 80-75 82-81 80-78
Mogi 80-62 72-69 84-70 76-75 72-69 72-75 72-71 77-67 82-73 76-39 80-84 69-84 89-80 80-75
Paulistano 96-84 88-79 112-64 88-70 92-67 72-67 88-74 75-64 84-59 93-86 84-67 73-72 102-59 84-66
Pinheiros 92-79 77-93 80-77 90-75 80-51 67-78 77-90 108-59 80-69 62-64 66-73 81-65 72-76 80-77
Vasco da Gama 96-92 86-87 72-68 70-87 84-59 75-89 67-81 83-56 76-68 70-54 75-82 71-77 71-82 85-89
Universo/Vitória 89-68 82-77 86-76 70-69 88-79 68-76 85-92 88-68 95-69 82-57 77-72 68-90 79-76 77-75

Playoffs[editar | editar código-fonte]

Negrito – Vencedor das séries

Itálico – Time com vantagem de mando de quadra

Confrontos[editar | editar código-fonte]

  Oitavas de final
(Melhor de 5)
Quartas de final
(Melhor de 5)
Semifinal
(Melhor de 5)
Final
(Melhor de 5)
      
         1  Rio de Janeiro Flamengo 3  
8  Bahia Universo/Vitória 2     9  Minas Gerais Minas 0  
9  Minas Gerais Minas 3       1  Rio de Janeiro Flamengo 1  
           4  São Paulo Mogi das Cruzes 3  
         4  São Paulo Mogi das Cruzes 3  
5  Rio Grande do Sul Caxias do Sul 3     5  Rio Grande do Sul Caxias do Sul 1  
12  Rio de Janeiro Botafogo 0       4  São Paulo Mogi das Cruzes 1
           2  São Paulo Paulistano 3
         2  São Paulo Paulistano 3  
7  São Paulo Pinheiros 1     10  Ceará Basquete Cearense 1  
10  Ceará Basquete Cearense 3       2  São Paulo Paulistano 3  
           6  São Paulo Bauru 2  
         3  São Paulo Franca 0       
6  São Paulo Bauru 3     6  São Paulo Bauru 3       
11  Rio de Janeiro Vasco da Gama 1  

Oitavas de final[editar | editar código-fonte]

Time 1 Série Time 2 1º Jogo 2º Jogo 3º Jogo 4º Jogo 5º Jogo
Caxias do Sul Rio Grande do Sul 3–0 Rio de Janeiro Botafogo 95–90 79–52 80–64
Bauru São Paulo 3–1 Rio de Janeiro Vasco da Gama 93–84 89–92 83–79 104–103
Pinheiros São Paulo 1–3 Ceará Basquete Cearense 82–73 60–64 62–75 63–64
Universo/Vitória Bahia 2–3 Minas Gerais Minas 65–80 71–63 74–65 64–75 111–117

Quartas de final[editar | editar código-fonte]

Time 1 Série Time 2 1º Jogo 2º Jogo 3º Jogo 4º Jogo 5º Jogo
Flamengo Rio de Janeiro 3–0 Minas Gerais Minas 84–70 101–74 97–92
Paulistano São Paulo 3–1 Ceará Basquete Cearense 67–72 93–89 79–68 98–57
Franca São Paulo 0–3 São Paulo Bauru 76–81 77–83 61–69
Mogi das Cruzes São Paulo 3–1 Rio Grande do Sul Caxias do Sul 63–60 69–57 54–65 80–70

Semifinal[editar | editar código-fonte]

Time 1 Série Time 2 1º Jogo 2º Jogo 3º Jogo 4º Jogo 5º Jogo
Flamengo Rio de Janeiro 1–3 São Paulo Mogi das Cruzes 62–79 74–88 71–64 72–89
Paulistano São Paulo 3–2 São Paulo Bauru 78–72 59–70 95–64 75–82 80–77

Final[editar | editar código-fonte]

Time 1 Série Time 2 1º Jogo 2º Jogo 3º Jogo 4º Jogo 5º Jogo
Paulistano São Paulo 3–1 São Paulo Mogi das Cruzes 99–82 70–84 88–84 82–76

Premiação[editar | editar código-fonte]

Novo Basquete Brasil 2017-18
Bandeira do estado de São Paulo.svg
Paulistano
Campeão
(1° título Brasileiro)


Clubes brasileiros em competições internacionais[editar | editar código-fonte]

Clube Competição Resultado
Bauru Liga das Américas 2ª fase
Paulistano 1ª fase
Mogi das Cruzes Vice-campeão
Universo/Vitória Liga Sul-Americana 1ª fase[5]
Pinheiros 2ª fase[6]
Flamengo 2ª fase[6]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Precedido por
Novo Basquete Brasil de 2016–17
Novo Basquete Brasil
2017–18
Sucedido por
Novo Basquete Brasil de 2018–19