Now & Then (álbum de Carpenters)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Now & Then
Álbum de estúdio de Carpenters
Lançamento 9 de maio de 1973
Gravação 1973
Gênero(s) Pop
Duração 37:51
Formato(s) LP
Gravadora(s) A&M Records
Produção Richard Carpenter
Cronologia de Carpenters
A Song for You
(1972)
Horizon
(1975)

Now & Then é o quinto álbum de estúdio do duo norte-americano Carpenters, lançado em 1973, cujo lado B reúne várias canções antigas, das décadas de 1950 e de 1960, apresentadas em sequência, tal como se fosse em um programa de rádio, com narração e diálogos no início das músicas.

Explicação[editar | editar código-fonte]

Richard Carpenter fala o seguinte sobre este álbum, no sítio dedicado ao duo:

"Conforme o tempo passava para a gravação de nosso quinto álbum, Karen e eu mais uma vez não tivemos tempo suficiente para produzi-lo em uma atmosfera mais suave possível, dado tudo que estava se passando em nossas vidas. Eu, especialmente, não estava feliz, à medida que era meu trabalho ouvir, selecionar e/ou compor, assim como fazer o arranjo das músicas para nossas gravações. Eu sempre acreditei que os Carpenters foram primeiramente e acima de tudo um ato de gravação; todo o nosso sucesso vinha da popularidade dos discos, então esse gerenciamento deveria ter sido focado no processo de gravação e não no excesso de turnês.

De qualquer forma, tínhamos um tempo limitado para gravar, ficou claro para mim que só teríamos material suficiente para um lado do LP e mesmo assim utilizando uma canção que nós havíamos gravado em 1972, Jambalaya. Felizmente, nós tínhamos um trunfo coletivo na nossa manga, resultando num ótimo álbum que se tornou um best-seller mundial: Karen e eu introduzimos um pot-pourri de músicas antigas em nossos concertos a partir do verão de 1972 e isso teve uma recepção muito positiva; logo, eu decidi fazer uma versão dessas músicas e as coloquei no lado B do que viria a ser "Now And Then".

Foi por essa época que algumas estações de rádio passaram a tocar músicas antigas. Eu pensei que John Bettis e eu poderíamos escrever uma canção que refletisse esse fato e também participasse do pot-pourri. 'Yesterday Once More' foi a consequência e se tornou o nosso maior sucesso mundial. Tony Peluso faz o papel do radialista disc-jockey e o pot-pourri foi construído como um programa de Top 40." [1].

Faixas[editar | editar código-fonte]

Lado A
  1. "Sing" - 3:18
  2. "This Masquerade" - 4:50
  3. "Heather" - 2:49
  4. "Jambalaya (On The Bayou)" - 3:41
  5. "I Can't Make Music" - 3:18
  6. "Yesterday Once More" - 3:56
Lado B
  1. "Fun, Fun, Fun" - 1:32
  2. "The End Of The World" - 2:25
  3. "Da Doo Ron Ron (When He Walked Me Home)" - 1:43
  4. "Deadman's Curve" - 1:40
  5. "Johnny Angel" - 1:30
  6. "The Night Has A Thousand Eyes" - 1:45
  7. "Our Day Will Come" - 2:00
  8. "One Fine Day" - 1:40
  9. "Yesterday Once More" (Reprise) - 0:59

Referências