Ntare V do Burundi

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Ntare V do Burundi (nascido Charles Ndizeye, 2 de dezembro de 1947 - 29 de abril de 1972) foi o último rei do Burundi (ou Mwami) de julho a novembro de 1966. Até a sua ascensão, era conhecido como Príncipe Herdeiro Charles Ndizeye. Após uma tentativa de golpe dirigida pelos hutus em outubro de 1965, seu pai, Mwambutsa IV, partiu para o exílio na Suíça. Em março de 1966, Mwambusta IV designou seu único filho sobrevivente como seu herdeiro do trono.[1] O príncipe herdeiro, então, depôs formalmente seu pai e o governo deste em julho de 1966. O próprio rei Ntare foi deposto, mais tarde no mesmo ano, em um golpe militar liderado por Michel Micombero; o ex-rei foi para o exílio na Alemanha Ocidental e mais tarde Uganda.

Referências

  1. Michael Crowder (1984). The Cambridge History of Africa. [S.l.]: Cambridge University Press. pp. 737–. ISBN 978-0-521-22409-3 
Ntare V do Burundi
Casa de Ntwero
Nascimento: 2 de dezembro de 1947 Morte: 29 de Abril de 1972
Precedido por:
Mwambutsa IV
Rei do Burundi
8 de Julho de 1966 – 28 de Novembro de 1966
Vago
Precedido por
Mwambutsa IV
Chefe de Estado de Burundi
1966
Sucedido por
Michel Micombero
(como Presidente)