Numeral (linguística)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Numeral)
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Searchtool.svg
Esta página foi marcada para revisão, devido a incoerências e/ou dados de confiabilidade duvidosa. Se tem algum conhecimento sobre o tema, por favor, verifique e melhore a coerência e o rigor deste artigo.
Disambig grey.svg Nota: Para outros significados, veja Numeral (desambiguação).

Numeral é uma classe gramatical de palavras que indicam diretamente uma quantidade de elementos, ou, ainda, indiretamente, por estrutura de ordem, a posição. A indicação direta define o numeral cardinal, a indireta (estrutura de ordem) define o numeral ordinal. Numerais podem ter valor substantivo (ao desempenharem, na estrutura frasal que integram, o equivalente a um substantivo: numerais substantivos), bem como valor adjetivo (ao desempenharem, na estrutura frasal que integram, o equivalente a um adjetivo: numerais adjetivos). Numerais são palavras flexíveis ou variáveis e, pois, flexionam ou variam em número e em gênero.

Classificação dos numerais[editar | editar código-fonte]

As gramáticas organizam as palavras em classes, que são definidas de acordo com suas propriedades semânticas, morfológicas e sintáticas.

Azeredo (2000, p. 73) diz ser “inevitável” adotar aqueles critérios para classificar as palavras, pois são “entidades heterogêneas” rotuladas, em geral, por palavras, e que é “operacional” classificá-las daquele modo. Portanto, dividir as palavras em classes “é permitir a descrição econômica e coerente de seu comportamento gramatical” (Perini, 2001, p. 74).

Numeral é a palavra que dá ideia de quantidade, de ordem, numa série, de multiplicidade ou de fração. Deste modo, é válido apresentar as categorias desta classe especial de palavras, “espécie do nome que indica o número de seres” (Câmara, 1981, p. 178), para compreender suas características.

Os numerais podem ser classificados como cardinal, coletivo, ordinal, multiplicativo, fracionário, partitivo e romano.

Numerais cardinais[editar | editar código-fonte]

Os números cardinais são palavras que indicam a quantidade e contagem precisa e absoluta de algo,sendo, portanto, a forma mais básica de expressar os numerais. Indica uma quantidade determinada: um, dois, três, quatro, cinco, seis, sete, oito, nove, dez...

Exemplos :

Compareceram à festa somente catorze pessoas.

Somos amigos! Podemos correr os dois atrás do gato!

Fui à padaria comprar dez pães.

Numerais coletivos[editar | editar código-fonte]

Os numerais coletivos são aquelas palavras que designam uma quantidade específica de um conjunto de seres ou objetos. São termos variáveis em número e invariáveis em gênero.

Dúzia(s), dezena(s), milheiro(s) ou milhar(es), centena(s), par(es), década(s).

Numerais multiplicativos[editar | editar código-fonte]

Os numerais multiplicativos são aqueles que indicam uma quantidade equivalente a uma multiplicação (uma duplicação, uma triplicação etc.). Indica uma multiplicação: duplo ou dobro, triplo, quádruplo, quíntuplo, sêxtuplo, sétuplo, óctuplo, nônuplo, décuplo...

Exemplos:

O vovô tem o quíntuplo de minha idade.

Hoje faremos o triplo de exercícios.

Às vezes, as palavras possuem duplo sentido.

Numerais ordinais[editar | editar código-fonte]

Os numerais ordinais são aqueles que indicam a ordenação ou a sucessão numérica de seres e objetos. Indica a ordem ou posição ocupada por um ser numa determinada série: primeiro, segundo, terceiro, quarto, quinto, sexto, sétimo, oitavo, nono, décimo...

Exemplos:

A indústria produz hoje mais de undécuplo do que produzia no passado.

No concurso, ela foi a octogésima colocada.

Recebeu os seus primeiros presentes agora mesmo.

Dumas está completando seu primeiro aniversário.

Hoje é a primeira vez que eu como esta torta.

Numerais fracionários[editar | editar código-fonte]

Os numerais fracionários são aqueles que passam a ideia de parte de algo, fração. Indica uma fração ou divisão: meio ou metade, terço, quarto, quinto, sexto, sétimo, oitavo, nono, décimo, onze avos...

Exemplos:
Apenas um quarto da classe veio à escola.
Eram seres fabulosos da mitologia grega, metade homem e metade cavalo.
Um terço do bolo por favor.

Também indicam a divisão de seres e objetos, usado muito em receitas de alimento:

Ponha 1/4 xícara de açúcar na massa.

Numerais romanos[editar | editar código-fonte]

Geralmente os numerais romanos são usados para marcar o século em que se passa uma data histórica. São 7 símbolos que representam os números romanos: I (1), V (5), X (10), L (50), C (100), D (500), M (1000).

Para ser formado um número romano é necessário fazer as combinações corretas, sempre em ordem decrescente.

Exemplos:

(1532, 1000 + 500 + 30 + 2).

Cada letra só se pode repetir três vezes, porém é desnecessário, por exemplo, usar duas vezes a letra D, uma vez que repetida daria mil, M.

Apesar de não parecer, os números romanos também são infinitos. Para fazer um número menor que uma letra, quando ele for impossível com outras combinações, podemos pôr uma letra na frente para diminuir a segunda letra. Exemplos:

(ou seja, 100 - 10).

Quando na numeração romana colocarmos um traço em cima da letra, estaremos multiplicando o valor da letra por mil, por isso, colocando dois traços multiplicamos por um milhão (1000 x 1000) e assim sucessivamente.

Exemplos:

Desta forma, torna-se possível escrever qualquer número natural na numeração romana.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

AZEREDO, José Carlos de. Fundamentos de Gramática do Português. Rio Janeiro: Jorge Zahar, 2000.

CÂMARA JR., Joaquim Mattoso. Dicionário de Linguística e Gramática. 9 ed. Petrópolis-RJ: Vozes, 1981.

PERINI, A. Para uma Nova Gramática do Português. 10 ed. São Paulo: Editora Ática, 2001.