Nuri Andraus Gassani

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Nuri Andraus Gassani (Uberlândia, 2 de julho de 1941[1]18 de dezembro de 2001)[2] foi um engenheiro e político brasileiro.

Filho de José Andraus Gassani e Gulhermina Andrans,[1] Foi também secretário de Agricultura do Distrito Federal[3] antes de ser escolhido ministro interino da Agricultura por Itamar Franco, ocupando o cargo de 5 a 16 de junho de 1993.[4] Posteriormente, se tornou presidente do Sindicato Rural do Distrito Federal.[5]

Referências

  1. a b «Arquivos da Políca Política». Arquivo Público Mineiro. Consultado em 5 de dezembro de 2012. 
  2. «SF RQS 788/2001 de 18/12/2001». Portal Atividade Legislativa. Consultado em 5 de dezembro de 2012. 
  3. «Cronologia – 1990: 1990» (PDF). Programa de Estudos de América Latina e Caribe (PROEALC). 2 de janeiro de 2001. p. 212. Consultado em 5 de dezembro de 2012.. O presidente Itamar Franco concluiu ontem a reforma política de sua equipe, ao confirmar o secretário de Agricultura do Distrito Federal, Nuri Andraus Gassani, 51 anos, como novo ministro da Agricultura. 
  4. «Itamar Franco > Ministérios». Biblioteca da Presidência da República. Consultado em 5 de dezembro de 2012. 
  5. «Reforma tributária». Folha.com. 16 de agosto de 1999. Consultado em 5 de dezembro de 2012. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Precedido por
Wilson Brandi Romão
Ministro da Agricultura do Brasil
1993
Sucedido por
Wilson Brandi Romão
Ícone de esboço Este artigo sobre um político brasileiro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.