Nutella

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book-4.svg
Este artigo ou se(c)ção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, o que compromete a verificabilidade (desde maio de 2012). Por favor, insira mais referências no texto. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Logo Nutella.svg
Tipo Alimento
Empresa Ferrero
Origem  Itália
Lançamento 1963

Nutella (nuˈtɛla) é uma marca de um creme de avelã com cacau e leite[1] que está presente em quase todo o mundo.[2] Nutella foi criado pela empresa italiana Ferrero no ano de 1963. A receita foi desenvolvida a partir de um outro produto lançado pela Ferrero em 1944. Nutella é atualmente vendido em mais 75 países.[1] No Brasil, é vendida desde 2005.[1]

Em 2016 saem diariamente dois milhões de frascos de Nutella, em porções que vão das 15 gramas aos três quilos, da enorme fábrica de Alba, com uma superfície de 340.000 m2, o equivalente a 50 campos de futebol.[3]

História[editar | editar código-fonte]

Antecedentes[editar | editar código-fonte]

Embora Nutella começasse a ser comercializado em 1962, sob o nome de "Supercrema", produtos similares foram produzidos desde 1944. A receita original desses produtos e de Nutella é de Pietro Ferrero. O principal ingrediente da Nutella é a avelã, produto típico de Langhe, localizado em Piemonte, onde Ferrero e sua família moram. Por ter como ingredientes; Cacau, creme de avelã e leite, não é e nem deve ser considerado como chocolate.

Lançamento[editar | editar código-fonte]

Em 1963, o filho de Pietro, Michele Ferrero decidiu popularizar o "Supercrema", com a intenção de vender o alimento a todo o mercado europeu, modificando algumas composições, assim como a embalagem e introduzindo o nome "Nutella". O primeiro pote de Nutella foi feito na fábrica em Alba, na Província de Cuneo, Piemonte, em 1964. O produto tornou-se popular rapidamente.

Composição[editar | editar código-fonte]

Nutella é uma forma modificada de gianduia. De acordo com o fabricante, os principais ingredientes são o açúcar e óleos vegetais com avelã. A receita de Nutella varia em diversos países, com mudanças na quantidade de alguns ingredientes.

Produto em sua finalidade

Ingredientes[editar | editar código-fonte]

Abaixo estão as listas de ingredientes de Nutella em alguns países:

  • Austrália: açúcar, óleo vegetal, creme de avelã (13%), leite em pó desnatado (8,7%), pó de cacau gordura reduzida (7,4%), emulsificante, saborizante (baunilha);
  • Polônia: açúcar, óleo vegetal, creme de avelã (13%), cacau (7,4%), leite desnatado (5%), lactose, leite de soja, baunilha (sabor artificial);
  • Grã-Bretanha: açúcar, óleo vegetal, creme de avelã (13%), leite em pó desnatado (6,6%), emulsificante, saborizantes;
  • Brasil: açúcar, óleo vegetal, avelãs (13%), cacau (7,5%), leite desnatado (5,6%), lactose, soro de leite, emulsificante (lecitina de soja) e aromatizante.

Polêmica com a composição[editar | editar código-fonte]

A Autoridade Europeia para a Segurança dos Alimentos (EFSA) realizou uma análise de vários produtos alimentares e concluiu que a Nutella, creme de avelã da Ferreiro, possui contaminantes que podem causar câncer. Os especialistas alegaram que o óleo de palma, principal ingrediente para a produção do creme, possui um alto teor de poluentes em sua versão comestível. O óleo de palma é conhecido no Brasil como azeite de dendê e é usado na produção de diversos alimentos. Alguns supermercados da Itália decidiram retirar o produto de circulação, de acordo com o resultado do relatório da AESA. Segundo as autoridades, o óleo de palma é prejudicial à saúde quando é submetido a temperaturas maiores que 200° C, pois libera ácidos graxos que podem causar câncer. A Ferrero, empresa responsável pelo produto, negou que a Nutella cause qualquer tipo de risco. De acordo com a Ferrero, na produção do alimento, a temperatura não chega a 200° C. Além disso, o óleo é mantido em baixa pressão (o que torna o processo mais lento e mais caro). Vicenzo Tapella, gerente de compras da Ferrero, disse que a empresa não vai deixar de usar o óleo. “Fazer a Nutella sem o óleo resultaria em um produto de qualidade inferior. Seria um retrocesso”. [4]

Produtos similares[editar | editar código-fonte]

Por ser muito popularizado, Nutella tem vários produtos similares que concorrem por mercado em vários países, entre essas marcas estão:

Expressão[editar | editar código-fonte]

No início de 2017 viralizou na internet o meme "Raiz x Nutella", em que a primeira expressão designaria algo tradicional e portanto legal, enquanto a última algo gourmet e "moderno demais".[5]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b c «Nutella». Ferreiro. Consultado em 16 de março 2015. 
  2. Nutella hands £4m job to Krow ahead of relaunch – Brand Republic News. BrandRepublic (22 de agosto de 2007). Visitado em 18 de março de 2011.
  3. «Ferrero: a história da marca que é uma verdadeira tentação» 
  4. «Nutella será em breve retirada dos supermercados. Saiba o porquê! – Jornal Ciência». www.jornalciencia.com. Consultado em 18 de janeiro de 2017. 
  5. «Os melhores 'Raiz vs. Nutella' da internet». Veja. 15 de fevereiro de 2017. Consultado em 22 de fevereiro de 2018. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Commons
O Commons possui imagens e outras mídias sobre Nutella
Ícone de esboço Este artigo sobre nutrição é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.