O Cheiro do Ralo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
O Cheiro do Ralo
Autor(es) Lourenço Mutarelli
Idioma Português
País  Brasil
Editora Devir
Lançamento 2002
Páginas 144
ISBN 8575320378

O Cheiro do Ralo é o romance de estreia do cartunista Lourenço Mutarelli, publicado em 2002 pela Devir e relançado posteriormente em 2011 pela Companhia das Letras.

O livro foi escrito em 5 dias, durante uma viagem que a sua mulher e o seu filho fizeram em um feriado de Carnaval, e demoraram 10 dias para que ele corrigisse os problemas encontrados pela sua esposa, Lucimar Mutarelli. O livro é dedicado a Férrez[1].

Enredo[editar | editar código-fonte]

O protagonista é um homem de 40 anos aproximadamente, dono de uma loja que compra e vende antiguidades, e que luta contra o eterno mau cheiro que sai do ralo do banheiro.

O livro faz um retrato da alma humana de forma cínica e bem-humorada. Foi adaptado para o cinema em 2006 — tal versão é igualmente chamada O Cheiro do Ralo, tendo Selton Mello como o protagonista principal.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Revista Cândido n.º 14 (Setembro de 2012). Um Escritor na Biblioteca - Lourenço Mutarelli, pág. 6.
Ícone de esboço Este artigo sobre um livro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.