O Clã

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
O Clã
El Clan
O Clã (PT/BR)
 ArgentinaFlag of Spain.svg Espanha
2015 •  cor •  108 min 
Direção Pablo Trapero
Produção Agustín Almodóvar
Pedro Almodóvar
Esther García
Coprodução Gabriel Arias-Salgado
Axel Kuschevatzky
Produção executiva Leticia Cristi
Roteiro Julian Loyola
Esteban Student
Pablo Trapero
Elenco Guillermo Francella
Peter Lanzani
Lili Popovich
Gênero Drama
Thriller
Biografia
Música Sebastián Escofet
Cinematografia Julián Apezteguia
Edição Alejandro Carrillo Penovi
Pablo Trapero
Companhia(s) produtora(s) El Deseo
K&S Films
Kramer & Sigman Films
Matanza Cine
Distribuição Argentina 20th Century Fox
Estados Unidos Twentieth Century Fox Film Corporation
Lançamento Argentina 13 de agosto de 2015
Brasil 10 de dezembro de 2015
Portugal 27 de outubro de 2016
Idioma Espanhol
Orçamento US$ 13,7 milhões[1]
Página no IMDb (em inglês)

O Clã (em espanhol, El Clan) é um filme de drama criminal argentino de 2015 dirigido por Pablo Trapero. A produção foi lançada na Argentina em 13 de agosto de 2015 e no mês seguinte exibida no Festival de Veneza de onde saiu vencedora do Urso de Prata para melhor diretor.[2] O filme foi selecionado como representante de seu país ao Oscar de melhor filme estrangeiro em 2016, mas não foi indicado.[3][4]

Enredo[editar | editar código-fonte]

Arquímedes (Guillermo Francella), é o patriarca da família Puccio, um homem singular que varre a calçada todos os dias e cumprimenta simpaticamente os vizinhos de San Isidro, nos aredores de Buenos Aires. O filho mais velho, Alejandro (Peter Lanzani), é um popular jogador de rúgbi. A família se completa com outros dois rapazes e duas meninas, sempre unidos e fazendo suas orações antes de cada refeição.

O que a sociedade buenairense não imaginava é que, durante anos, o porão da residência dos Puccio estava constantemente ocupado. Arquímedes valeu-se da experiência como ex-agente da ditadura para chefiar esquema de sequestro de familiares de empresários.[5]

O filho primogênito é obrigado pelo pai a participar dos sequestros, entre eles o de um amigo que jogava rúgbi com ele. Alexandre se vê em crise, contrariado e profundamente angustiado pelas pressões de um pai absolutamente manipulador.[6]

Embora fingissem uma vida norma e de desconhecimento do que estava acontecendo, a família ouvia os gritos das pessoas sequestradas por Arquímedes e seus cúmplices, e que acabavam mortas mesmo após o pagamento do resgate pelos familiares.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Nancy Tartaglione (6 de setembro de 2015). «'Terminator', 'Hitman' Lead Sluggish Frame; 'Compton' Tops 5 Markets – International Box Office Update». Deadline. Consultado em 6 de setembro de 2015 
  2. Genestreti, Guilherme (11 de dezembro de 2015). «Filme 'O Clã' narra crime na ditadura argentina com ritmo pop». Folha de S.Paulo. Consultado em 31 de dezembro de 2016 
  3. «Venice Film Festival: Lido Lineup Builds Awards Season Buzz – Full List». Deadline. Consultado em 29 de julho de 2015 
  4. «Venice Fest Reveals Robust Lineup Featuring Hollywood Stars and International Auteurs». Variety. Consultado em 29 de julho de 2015 
  5. Gonçalves, Anderson (9 de dezembro de 2015). «Argentino "O Clã" faz de história real um filme aterrorizante». Gazeta do Povo. Consultado em 1 de janeiro de 2017 
  6. Figueiredo, Janaina (29 de agosto de 2015). «História real de uma família de sequestradores é o mais novo fenômeno do cinema argentino». O Globo. Consultado em 1 de janeiro de 2017 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]