O Codex 632

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
O Codex 632
ocodex632.jpg
Autor (es) José Rodrigues dos Santos
Idioma português
País  Portugal
Assunto Os Descobrimentos/ Cristóvão Colombo
Género Romance
Série Tomás Noronha (1º)
Linha temporal Século XXI
Localização espacial Portugal (Lisboa), Estados Unidos da América (Nova Iorque), Brasil (Rio de Janeiro)
Editora Gradiva
Lançamento 2005
Páginas 550
ISBN 989-616-072-4
Cronologia
Último
A Filha do Capitão
A Fórmula de Deus
Próximo

O Codex 632 é um romance escrito por José Rodrigues dos Santos no ano de 2005, editado pela Gradiva, e que aborda temáticas como os Descobrimentos e Cristóvão Colombo.

Este é o primeiro de uma série de livros de ficção protagonizado pelo professor Tomás Noronha.

Baseado em documentos históricos genuínos e fundamentalmente no trabalho do historiador Augusto Mascarenhas Barreto (The Portuguese Columbus: Secret Agent of King John II, 1992, McMillan Edition), (“Cristóvão Colombo – Agente Secreto de El Rei D. João II”, em 1988, Editora Referendo), ao longo das suas 552 páginas, O Codex 632 conta a história de uma investigação em torno da possibilidade de Cristóvão Colombo ser português, apoiando-se em lacunas do percurso do navegador cuja identidade e missão continuam a suscitar dúvidas.

Em 2005, José Rodrigues dos Santos estabeleceu um acordo com uma das principais editoras a operar nos Estados Unidos da América, a Harper Collins, com o objectivo de lançar O Codex 632 naquele país. O livro foi apresentado na Book Fair America de 2007 como um dos principais lançamentos daquela editora, estando agendada a sua publicação para o dia 1 de Abril de 2008 sob a chancela da William Murrow, um dos principais selos do grupo. O livro estará à venda na Barnes & Noble e na Borders, as duas principais livrarias dos EUA. Entretanto, outro acordo foi obtido pelo autor e e pela Gradiva com o Gotham Group, uma empresa de Los Angeles ligada às principais produtoras de Hollywood, tal como a Paramount, Twentieth Century Fox ou a Universal Studios, com o objectivo de adaptar O Codex 632 ao cinema. A acontecer, José Rodrigues dos Santos será o segundo autor português, a seguir a José Saramago com Ensaio sobre a Cegueira, a ver uma obra ser transposta para o cinema pelos estúdios de Hollywood.

Até ao final de 2008, O Codex 632 já havia alcançado a sua 33ª edição, com uma tiragem total de 180.000 exemplares. Encontra-se editado em Portugal, no Brasil, na Espanha, na Itália e no Reino Unido.

Referências

Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde dezembro de 2012). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Ícone de esboço Este artigo sobre um livro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.