O Concurso

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
O Concurso
Pôster promocional do filme.
 Brasil
2013 •  cor •  90 min 
Direção Pedro Vasconcelos
Produção LG Tubaldini Jr.
Produção executiva Flávio R. Tambellini
Roteiro LG Tubaldini Jr.
Gênero Comédia
Companhia(s) produtora(s) Globo Filmes
Lereby Productions
Distribuição Downtown Filmes
Paris Filmes
Idioma Português
Orçamento R$ 5 milhões[1]
Receita R$ 14,4 milhões[2]
Página no IMDb (em inglês)

O Concurso é um filme de comédia brasileiro de 2013, dirigido por Pedro Vasconcelos, escrito por LG Tubaldini Júnior, e estrelado por Danton Mello, Fábio Porchat, Rodrigo Pandolfo e Anderson Di Rizzi, como quatro candidatos a um concurso público para juiz federal.[3] O longa-metragem foi lançado nos cinemas brasileiros em 19 de julho de 2013.[4]

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Gtk-paste.svg Aviso: Este artigo ou se(c)ção contém revelações sobre o enredo.

No dia da prova final de um concurso público para juiz federal no Rio de Janeiro, os quatro advogados finalistas chegam de forma bizarra: o gaúcho Rogério Carlos (Fábio Porchat) entra vestido de mulher cercado de travestis, o paulista Bernardinho (Rodrigo Pandolfo) maltrapilho em uma moto guiada pela atraente Martinha (Sabrina Sato), o carioca Caio (Danton Mello) aparece em uma viatura da qual desce algemado e escoltado, e o cearense Freitas (Anderson Di Rizzi) surge em uma ambulância junto de sua esposa grávida Mariana (Carol Castro), entrando no salão em uma maca empurrada por praticantes de candomblé. O filme então volta para uma semana antes, mostrando o quarteto se conhecendo e se envolvendo em várias confusões enquanto se preparam para a prova.

Gtk-paste.svg Aviso: Terminam aqui as revelações sobre o enredo.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Produção[editar | editar código-fonte]

Anderson Di Rizzi interpreta um dos personagens principais do filme.

Origem[editar | editar código-fonte]

Após o lançamento de Qualquer Gato Vira-Lata, o diretor Pedro Vasconcelos teve a ideia do projeto de um filme sobre concursos ao estar conversando com o executivo Márcio Fracarolli que trabalha na Paris Filmes, co-distribuidora dos filmes. Durante este período, Pedro se dedicou a estudar diversas pessoas que participam de concursos públicos até o filme chegar ao formato atual do enredo. Pedro disse que o "filme tem a ver com a realidade de muitos brasileiros, que sonham em passar em concurso público". Tubaldini acrescentou que "boa parte das mudanças que vêm acontecendo no País têm a ver com essa geração de concurseiros, comprometidos com novos valores".[6]

Elenco[editar | editar código-fonte]

No segundo semestre de 2012, a apresentadora e humorista Sabrina Sato foi confirmada em O Concurso. Em uma entrevista, Sabrina relatou: "sempre foi meu sonho fazer cinema [...] Não sou atriz, sou caricata... aí o Tubaldini entrou em contato com minha irmã", acrescentando não saber o que tinha dado na cabeça do produtor.[7]

No inicio de 2013, poucos dias antes das filmagens, a atriz Carol Castro foi confirmada no elenco do filme.[8] A atriz teve que usar uma barriga postiça para interpretar uma personagem gestante, chamada Mariana.[9] Outros atores como Danton Mello, Fábio Porchat e Anderson Di Rizzi também foram confirmados pela mídia, alguns dias antes do inicio das filmagens.[10][11]

Filmagens[editar | editar código-fonte]

Com um orçamento de produção estimado de 5 milhões de reais,[1] as filmagens de O Concurso iniciou no inicio de 2013. As locações do filme inclui Niterói, com locações na Praia de Ipanema, em Santa Teresa, no Museu Nacional de Belas Artes - transformado em sala de aula dos candidatos - e no Ministério da Fazenda.[1][12] As filmagens das cenas da personagem Martinha Pinéu, interpretada por Sabrina Sato iniciaram em 11 de janeiro e terminaram em 4 de fevereiro de 2013.[12]

Recepção[editar | editar código-fonte]

Crítica[editar | editar código-fonte]

Marcelo Hessel em sua crítica para o Omelete escreveu: "Embora no papel a premissa de O Concurso pareça próxima demais de Se Beber, Não Case! (...) a comédia escrita por Leonardo Levise L.G. Tubaldini Jr. é inconfundivelmente brasileira, naquilo que herda das chanchadas (...) Se as piadas de O Concurso funcionam ou não dentro dessa proposta, já é outra questão. Muitas situações cômicas são mal estabelecidas (...) mal encenadas (...) e o diretor estreante Pedro Vasconcelos tem dificuldade em dar agilidade a essas situações (...) O que fica ao fim é o risco de ser condescendente (...) porque embora os planos sejam pensados para significar algo (...), a ação e o humor não acompanham. E se era pra fazer piadas de anão e de gostosa, que elas pelo menos fossem boas."[13]

Emílio Faustino do Ccine10 disse que o filme é "uma escolha um tanto quanto arriscada, que da margem a piadas gastas e de cunho por vezes pejorativo. (...) Um aspecto crítico do filme e que dá aquele ar de 'feito as pressas', é a direção de arte. (...) Existem vários pontos neste filme que poderiam ser questionados (...), mas falar mais mal desse filme do que já foi dito, seria como chutar cachorro morto."[14]

Bilheteria[editar | editar código-fonte]

No primeiro final de semana 294 537 pessoas assistiram o filme nos cinemas. A partir da segunda semana o número de ingressos vendidos de O Concurso passou a cair consecutivamente. Na terceira semana atingiu um milhão de espectadores. A bilheteria foi finalizada com um público de 1 302 863 espectadores após sete semanas em cartaz.[15]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b c Leo Pinheiro (3 de fevereiro de 2013). «'Concurso Público' mostra as confusões de quatro homens que saem em busca de diversão no Rio de Janeiro». Veja. Abril. Consultado em 10 de julho de 2013. 
  2. Cinema ganha na loteria, Jornal de Brasília
  3. «O Concurso : Elenco, atores, equipe técnica». AdoroCinema. Consultado em 9 de julho de 2013. 
  4. Francisco Russo. «Agenda de estreias - 19 julho 2013». AdoroCinema. Consultado em 9 de julho de 2013. 
  5. «O Concurso (2013)». Consultado em 09 de julho de 2013. 
  6. Roberto Cunha (9 de julho de 2013). «Sabrina Sato rouba a cena na coletiva de imprensa de O Concurso». AdoroCinema. AlloCiné. Consultado em 10 de julho de 2013. 
  7. Gisele Vitória, Bruna Narcizo (7 de dezembro de 2012). «Sabrina Sato se prepara para estrear nas telonas». IstoÉ. Terra Networks. Consultado em 10 de julho de 2013. 
  8. Fernanda Arripia (2 de março de 2013). «Carol Castro comenta sua participação do filme Concurso Público». OFuxico. Thick4. Consultado em 10 de julho de 2013. 
  9. «Carol Castro 'engravida' para filme 'Concurso público'». Patricia Kogut. O Globo. 21 de janeiro de 2013. Consultado em 10 de julho de 2013. 
  10. «Veja Sabrina Sato, Fabio Porchat e Danton Mello em imagens da comédia Concurso Público». CineMarcado. 31 de janeiro de 2013. Consultado em 10 de julho de 2013. 
  11. «Danton Mello vira estudante malandro em filme». Patricia Kogut. O Globo. 18 de janeiro de 2013. Consultado em 10 de julho de 2013. 
  12. a b Rafael Cavalcanti (4 de fevereiro de 2013). «Sabrina Sato comenta o término das filmagens de Concurso Público». Portal R7. Consultado em 10 de julho de 2013. 
  13. Marcelo Hessel (18 de julho de 2013). «O Concurso». omelete.uol.com.br. Consultado em 24 de outubro de 2016. 
  14. Emílio Faustino. «Concurso (Crítica)». www.ccine10.com.br. Consultado em 24 de outubro de 2016. 
  15. Redação (2013). «Bilheterias de filme». AdoroCinema. www.adorocinema.com. Consultado em 28 de outubro de 2016. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]