O Contador de Histórias

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
O Contador de Histórias
O Contador de Histórias (BR)
Brasil Brasil
2009 •  cor •  110 min 
Direção Luiz Villaça
Roteiro Maurício Arruda
José Roberto Torero
Mariana Veríssimo
Luiz Villaça
Elenco Maria de Medeiros
Paulinho Mendes
Daniel Henrique
Cleiton Santos
Malu Galli
Chico Díaz
Jacqueline Obrigon
Género drama
Idioma português
Página no IMDb (em inglês)

O Contador de Histórias (Brasil, 2009) é um filme biográfico, que conta a história de um contador de histórias. Trata-se de Roberto Carlos Ramos, ou Roberto Carlos Contador de Histórias, como é conhecido em Belo Horizonte. O diretor Luiz Villaça descobriu O Contador de Histórias por acaso, em um livro infantil que seu filho havia ganhado de presente, e após ler a história de Roberto Carlos, desenvolveu o projeto do filme premiado com o selo da Organização das Nações Unidas.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Gtk-paste.svg Aviso: Este artigo ou se(c)ção contém revelações sobre o enredo.

O filme se passa na década de 1970, iniciando sua ação na cidade de Belo Horizonte. O então garoto Roberto Carlos Ramos vive com a mãe e seus nove irmãos em uma favela. A mãe decide levá-lo para a Febem, acreditando em melhores oportunidades para o filho, inclusive dele se tornar um doutor.

Na instituição, Roberto Carlos usa sua criatividade para conseguir mais comida e atenção, e também aprende a impor moral entre os internos. Mas, ao se tornar adolescente, é transferido para outra instituição onde as regras são mais rígidas. Para fugir de castigos físicos, ele e outros internos descobrem o mundo das drogas e de pequenos delitos, fugindo sempre, em toda oportunidade. Seu comportamento é rotulado como irrecuperável pela instituição. Nesse momento de sua vida, aparece a pedagoga francesa Margherit Duvas que, aos poucos, com palavras carinhosas e atitudes educadas, vai conquistando o menino supostamente irrecuperável.

Ela o adota, lhe dando a chance de se alfabetizar, estudar e dar asas à sua criatividade. Ambos vão viver na França. Após concluir seus estudos, Roberto Carlos retorna à Febem, como educador. Ali começa sua história com outras crianças e adolescentes. Ele vai adotando-os e criando uma família numerosa, com vinte filhos adotivos. Alguns ditos irrecuperáveis, como ele, pelas instituições.[1]

Elenco[editar | editar código-fonte]

  • Maria de Medeiros - Margherit
  • Daniel Henrique - Roberto Carlos Ramos - 6 anos de idade
  • Paulinho Mendes - Roberto Carlos Ramos - 13 anos de idade
  • Cleiton Santos - Roberto Carlos Ramos - adulto
  • Malu Galli - Pérola
  • Ju Colombo - Mãe de Roberto Carlos Ramos
  • Daniel Henrique da Silva - Samuel - 6 anos de idade
  • Ricardo Perpétuo - Samuel - 13 anos de idade
  • Matheus de Freitas - Cabelinho de Fogo - 13 anos de idade
  • Victor Augusto da Silva - Cabelinho de Fogo - 17 anos de idade
  • Teuda Bara - Judith
  • Jacqueline Obrigon - psicóloga
  • Luciana Carnieli - assistente da psicóloga
  • Chico Díaz - camelô
  • Paulo Federal - porteiro
  • Maurício Marques - bedel 1
  • Laerte Mello - bedel 2
  • Rhena de Faria - faxineira
  • Cesar Lopes - jardineiro
  • Montanha Carvalho - acrobata

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. O Contador de Histórias é o mais novo filme da Warner (em português) Cine Clik (17 de maio de 2008). Visitado em 1 de setembro de 2009.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um filme brasileiro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.