O Espaço Dividido

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

O Espaço dividido é um livro de Milton Santos publicado em 1979.

O livro apresenta

a contribuição de Milton Santos à busca de uma teoria do espaço e da urbanização no Terceiro Mundo. O geógrafo considera que o fenômeno do subdesenvolvimento carece de um esforço de compreensão global, sem o qual a solução de problemas particulares é impossível. É um esforço original de interpretação sistemática e interdisciplinar da evolução econômica social, política e ao mesmo tempo geográfica do conjunto dos países do Terceiro Mundo. Partindo da análise de inúmeras variáveis, e apoiado num vasto elenco de exemplos baseados na África, América Latina e na Ásia, o autor chega a interpretações próprias sobre o fenômeno complexo que é o subdesenvolvimento e suas repercussões na vida das populações a ele submetidas, sobretudo nos comportamentos espaciais e suas leis em uma situação de dependência."[1]

Considera-se a publicação do espaço dividido como exemplo maior e mais significativo da pretensão de formular uma "economia política da urbanização do terceiro mundo". "Com esse livro, Milton Santos desenvolve uma teoria sobre o espaço geográfico urbano e o subdesenvolvimento, tendo a interdisciplinariedade se intensificado, constituindo uma das principais características de sua obra e de seu trabalho."[2]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Santos, Milton (2004), O espaço dividido: os dois circuitos da economia urbana dos países subdesenvolvidos, ISBN 978-85-3140833-5 2ª ed. , São Paulo: Edusp , 433 pp.

Referências

  1. Edusp .
  2. Elias, Denise (30 de setembro de 2002), «El ciudadano, la globalización y la geografía. Homenaje a Milton Santos», Universidade de Barcelona, Revista Scripta Nova. Revista eletrônica de geografía e ciências sociais, ISSN 1138-9788, VI (124)  |contribuição= ignorado (ajuda).