O Estranho Caso de Angélica

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
O Estranho Caso de Angélica
Portugal Portugal Flag of Spain.svg Espanha  França  Brasil
2010 •  cor •  97 min 
Realização Manoel de Oliveira
Produção François d'Artemare
Renata de Almeida
Maria João Mayer
Luis Miñarro
Argumento Manoel de Oliveira
Género Drama
Direção de fotografia Sabine Lancelin
Edição Valérie Loiseleux
Lançamento 28 de abril de 2011
Idioma Português
Página no IMDb (em inglês)

O Estranho Caso de Angélica é um filme português, escrito e realizado por Manoel de Oliveira, estreado nas salas de cinema nacionais a 28 de abril de 2011. Foi o filme de abertura da secção Un certain regard no Festival de Cannes de 2010.[1]

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Uma noite, Isaac, jovem fotógrafo e hóspede da pensão de Dona Rosa, na Régua, é chamado com urgência por uma família abastada para tirar o último retrato da filha, Angélica, uma jovem que morreu logo após o casamento. Isaac «descobre» Angélica, fica deslumbrado com a sua beleza, e, a partir daí, será assombrado por ela.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Filme abriu a secção «Un Certain Regard»». TVI. 14 de maio de 2010. Consultado em 4 de agosto de 2013 

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um filme do cinema português é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.