O Eterno Marido

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Вечный муж
O eterno marido (BR)
Autor(es) Dostoiévski
Idioma Russo
País Rússia
Gênero Romance
Lançamento 1861
Edição brasileira
Tradução Boris Schnaiderman
Editora José Olympio
Lançamento 1967
Cronologia
O Idiota
Os demônios

O Eterno Marido é uma pequena obra-prima de Fiódor Dostoiévski, foi escrita em 1870, em plena maturidade do autor. Muitos criticos, como André Gide, consideram-no uma dos mais bem acabados romances curtos de Dostoiévski.

A história narra o reencontro do marido, Pável Pávlovitch, com Vieltchâninov, ex-amante de sua falecida mulher. Nesse reencontro, eles relembram do passado e vivem momentos de extrema emoção e ódio. A narrativa é densa e tem os toques de humor negro que são constantes na obra de Dostoiévski.

Ícone de esboço Este artigo sobre um livro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.