O Fim dos Greys

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde Janeiro de 2012).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Wikitext.svg
Este artigo ou seção precisa ser wikificado (desde janeiro de 2012).
Por favor ajude a formatar este artigo de acordo com as diretrizes estabelecidas no livro de estilo.
O Fim dos Greys
Placeholder male superhero c.png

Dados da publicação
Publicado por Marvel Comics
Projecto Banda desenhada  · Portal da Banda desenhada

"O Fim dos Greys” (do original “End of Greys”) é um arco de história em quadrinhos de 2006 apresentado na revista em quadrinhos X-Men.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

A história é focada, principalmente, no caráter de Rachel Summers, que finalmente decidiu conhecer os pais de sua falecida mãe, John e Elaine Grey. Para Rachel se sentir em casa, eles organizaram uma reunião em família. No entanto, sem o conhecimento dela, toda a família Grey foi condenada à morte pelo Império Shi’ar na esperança de erradicar a Fênix uma vez por todas. A Guarda Imperial desce à Terra para interromper a reunião e prossegue para exterminar todos os parentes de Rachel que carregam o genoma Grey. John e seu irmão Brian são incinerados no ataque. Alguns dos X-Men chegam, mas já é demasiadamente tarde. Bekka Wallis e Liam Grey são comidos vivos pela colônia, Phyliss e Roy Dennefer, tio Roger e Juliano são todos mortos à tiros antes que eles percebessem o que estava acontecendo. Os heróis tentam salvar os parentes restantes mas logo um acidente de carro ocorre, e a casa dos Grey explode com ainda algumas pessoas em seu interior. Nos escombros, os Shi’ar percebem que ainda há parentes de Rachel em vida (Cable, Elaine e a própria Rachel). Elaine descarrega sua raiva verbalmente sobre Charles Xavier e até sobre sua falecida filha Jean Grey. O chefe da Guarda Imperial decide assassinar Rachel com uma rajada psiônica, mas acaba errando e mata Elaine. Os X-Men expulsam os alienígenas da Terra, após as atrocidades cometidas. Rachel jura vingança ao Planeta Shi’ar. Em seguida, é visto Jean Grey levando sua família para a Sala Incadescente.

Notas[editar | editar código-fonte]

  • Embora os comandos da morte estivessem relacionados aos Greys, os Shi’ar também mataram Roy e sua esposa Phyliss Defender.
  • 12 dos familiares morreram em aproximadamente 24 segundos. Rachel Mary-Margaret, Kindra e Julia Rachel Grey foram assassinadas na explosão da casa.
  • Cable é um dos poucos sobreviventes, não tendo sido alvo dos alienígenas. No entanto, Nathan morre infectado pelo vírus tecnorgânico após o Segundo Advento.
  • Esta história marca a última aparição de John e Elaine. Embora a morte de John fosse evidente por ser o principal transportador do genoma Grey, Elaine, que recebera o sobrenome devido ao casamento, foi uma vítima aleatória.
  • Joey e Gailyn Bailey, filhos da já falecida Sara Grey, e personagens recorrentes desde 1989, também foram mortos no massacre.