O Mandaloriano (personagem)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
O Mandaloriano, Din Djarin
Dublagem por Pedro Pascal
Descrição ficcional
Espécie Humano
Olhos Castanhos
Família Grogu/A Criança (filho adotado)
Aparições
Gênero(s) Masculino

O Mandaloriano, às vezes também chamado pelo apelido Mando, cujo nome verdeiro é Din Djarin,[1] é um personagem fictício da franquia Star Wars e o protagonista da série O Mandaloriano do serviço de exibição de vídeos on-line Disney+.

É órfão desde criança, após adotado, cresceu sob os costumes da cultura mandaloriana tornando-se um caçador de recompensas e guerreiro. Originalmente o Mandaloriano é contratado para capturar "Grogu", um bebê da mesma espécie alienígena do Yoda,[2] porém ele muda de ideia e decide protegê-la de um estranho remanescente do caído Império Galáctico.

Jon Favreau, o criador e showrunner da série The Mandalorian, concebeu o personagem parcialmente inspirado por Clint Eastwood e seu personagem do Pistoleiro sem nome nos filmes de faroeste espaguete dirigidos por Sergio Leone. Os filmes de samurai de Akira Kurosawa também foram outra fonte inspiração, assim como Han Solo, um dos protagonistas de Star Wars, também influenciou a interpretação do personagem. O Mandaloriano é dublado e interpretado por Pedro Pascal. Favreau se aproximou do ator para o papel, e o ator Oscar Isaac pediu que Pascal aceitasse o papel.

Pascal estava trabalhando em vários projetos ao mesmo tempo em que The Mandalorian estava em produção, logo ele não apareceu em todos os episódios. O ator Brendan Wayne e o dublê Lateef Crowder interpretaram o personagem quando Pascal não estava disponível. O figurino do Mandaloriano foi criado pela Legacy Effects e compartilha muitas semelhanças com o personagem de Star Wars Boba Fett, embora os cineastas de The Mandalorian procurassem deliberadamente estabelecer diferenças entre os dois figurinos.

O figurino apresentou desafios para os atores que interpretaram o Mandaloriano, sendo o porte físico do personagem um fator muito importante para a performance, pois pequenos gestos parecem muito mais exagerados quando o figurino é usado. A dinâmica entre o Mandaloriano e Grogu incorpora um tema de paternidade e fraternidade predominante em toda a série The Mandalorian. O personagem e o desempenho de Pascal foram bem recebidos pela crítica em geral, com algumas análises negativas criticando o fato de que o rosto de Pascal é constantemente oculto pelo traje.

Aparições[editar | editar código-fonte]

Biografia fictícia[editar | editar código-fonte]

O nome verdadeiro do Mandaloriano é Din Djarin, embora essa informação não seja revelada até o "Chapter 8: Redemption", o episódio final da primeira temporada de The Mandalorian.[3] Aspectos da história de fundo do personagem são fornecidos gradualmente ao longo da temporada. Quando criança, seus pais foram mortos durante um ataque de droides de batalha afiliados à Aliança Separatista durante as Guerras Clônicas. Vários civis foram mortos durante o ataque, e os pais de Din o escondem pouco antes de morrerem em uma explosão. O próprio Din é resgatado por uma tribo de guerreiros mandalorianos, e mais tarde é adotado em sua cultura como um "fundador", um órfão criado na tradição mandaloriana, apesar de não ser um nativo do planeta Mandalore.[3] Ele se junta a uma tribo liderada pela Armeira (Emily Swallow), onde são forçados a se esconderem devido às perseguições do Império Galáctico.[4][5]

O Mandaloriano nunca remove seu capacete na frente dos outros, o que sua tribo consideraria uma traição digna de expulsão.[3][6][7] Isso criou uma inconsistência na trama que ainda não foi explicada, porque os personagens mandalorianos que apareceram em outras obras do universo de Star Wars removiam seus capacetes. O Mandaloriano acaba se tornando um caçador de recompensas e se junta à Guilda dos Caçadores de Recompensa,[3] tornando-se amplamente conhecido pelo apelido "Mando".[8] Em algum momento antes dos eventos em The Mandalorian, ele trabalha com um grupo de mercenários que incluem Ran Malk (Mark Boone Junior), Xi'an (Natalia Tena) e Qin (Ismael Cruz Córdova). Ele acaba se separando desse grupo em circunstâncias não amigáveis, pelas quais ele leva a culpa.[3] O Mandaloriano pilota uma nave chamada Razor Crest,[9][10] e uma de suas armas principais é um rifle de elite Amban, que possui um cano em forma de pino que dispara rajadas poderosas o suficiente para desintegrar seus alvos. A arma foi inspirada em um rifle semelhante usado pelo caçador de recompensas Boba Fett no programa The Star Wars Holiday Special (1978).[11][12][13]

Primeira temporada[editar | editar código-fonte]

No primeiro episódio da série, ambientado cinco anos após os eventos do filme Return of the Jedi (1983), o Mandaloriano aceita uma comissão do líder da Guilda dos Caçadores de Recompensa Greef Karga (Carl Weathers), para coletar um "ser vivo" de 50 anos de idade para um misterioso Cliente sem nome (Werner Herzog), que representa um remanescente do agora caído Império Galáctico.[14][15] O Cliente oferece como recompensa um suprimento generoso de aço Beskar, um metal mandaloriano sagrado.[14] O Mandaloriano rastreia o seu objetivo até o planeta deserto Arvala-7, onde recebe ajuda de um fazendeiro e mecânico de Ugnaught chamado Kuiil (Nick Nolte).[16] Após firmar uma relutante parceria com o droide caçador de recompensas IG-11 (Taika Waititi) para se infiltrar em um complexo protegido por mercenários, o Mandaloriano descobre que o seu alvo é, na realidade, um bebê da mesma espécie do Yoda, conhecido como "A Criança". O IG-11 tenta matar a Criança, mas o Mandaloriano atira e destrói o droide, levando a Criança viva.[17] No "Chapter 2: The Child", o Mandaloriano luta e é quase morto por uma grande criatura Mudhorn, mas a Criança usa a Força para levitá-la no ar, permitindo que o Mandaloriano matasse a criatura ainda surpreso com o ocorrido.[18][19] O Mandaloriano entrega com sucesso a Criança ao Cliente no planeta Nevarro e coleta o aço de Beskar no "Chapter 3: The Sin".[20]

A Armeira forja uma couraça completa do aço Beskar para o Mandaloriano em um esconderijo de uma tribo que vive nos esgotos do planeta. Mais tarde, o Mandaloriano sente uma mudança incomum de sentimentos do seu coração e retorna à base do Cliente para resgatar a Criança, matando muitos stormtroopers no processo. No caminho de volta para sua nave Razor Crest, o Mandaloriano é emboscado por Greef e outros membros da Guilda, que agora estão buscando a recompensa da Criança que fora reativada. Em menor número e encurralado, o Mandaloriano escapa quando outros Mandalorianos de sua tribo chegam na luta, atacando os caçadores de recompensas e permitindo-lhe chegar em sua nave com a Criança e fugir de Nevarro.[20] Enquanto se esconde de caçadores de recompensas em busca dele e da Criança, o Mandaloriano realiza várias missões para sobreviver. Elas incluem a proteção de uma vila em Sorgon contra invasores no "Chapter 4: Sanctuary",[21] tentar capturar a assassina Fennec Shand em Tatooine no "Chapter 5: The Gunslinger",[22] e invadir uma prisão da Nova República com a equipe de mercenários de Ran Malk no "Chapter 6: The Prisioner".[23]

No penúltimo episódio da primeira temporada, "Chapter 7: The Reckoning", o Mandalorian recebe uma transmissão desesperada de Greef, que informa-lhe que a cidade foi invadida pelo Cliente e suas tropas imperiais, todos empenhados em recuperar a Criança. Karga propõe que os Mandalorianos usem a Criança como isca para matar o Cliente e libertarem a cidade. Em troca, Greef diz que cancelaria a recompensa colocada sobre ele e a Criança. Prevendo uma possível uma armadilha, o Mandaloriano recruta vários aliados antes de viajar de volta a Nevarro para encontrar Greef. Sua equipe inclui a ex-soldada de choque rebelde que se tornou mercenária Cara Dune (Gina Carano), bem como Kuiil e o droide IG-11, que foi reconstruído e reprogramado por Kuiil.[24] Contudo, a reunião dá errado quando o superior do cliente, Moff Gideon (Giancarlo Esposito) chega inesperadamente na companhia do seu regimento liderado por deathtroopers cercando e abrindo fogo contra o prédio em que estavam, matando o Cliente e encurralando o Mandaloriano, Cara e Greef dentro do local.[25] Gideon revela detalhes secretos sobre cada membro do trio, incluindo o nome de nascimento do Mandaloriano, "Din Djarin", confirmando que Gideon estava envolvido em uma operação passada contra os Mandalorianos conhecido como "Expurgo de Mandalore".[26][27] Kuiil é morto por dois stormtroopers imperiais e a Criança é brevemente capturada por eles,[16] porém ela é rapidamente resgatada pelo IG-11 no início do "Chapter 8: Redemption", o último episódio da primeira temporada.[28]

O IG-11 e a Criança retornam ao Mandaloriano e seus aliados, e um breve tiroteio acontece com as tropas de Gideon, deixando o Mandaloriano gravemente ferido. Enquanto os outros escapam para os esgotos, o IG-11 remove o capacete do Mandaloriano para cuidar de suas feridas e salvar sua vida e,[29] desta forma, revelando o rosto do Mandalorian pela primeira vez na série.[30] Os Mandalorianos e o IG-11 se reagrupam com os outros e procuram ajuda da tribo dos Mandalorianos, e descobrem que as tropas imperiais limparam o esconderijo depois que a tribo se revelou anteriormente para salvar o Mandaloriano.[31] Eles encontram a Armeira, que fornece as armas da tribo e um propulsor a jato para o Mandaloriano.[30][32] Ela adota oficialmente a Criança na cultura Mandaloriana como uma "fundadora", tal como o Mandaloriano já foi, e instrui o Mandaloriano a procurar e entregar a Criança aos outros de sua espécie. Até que isso ocorra, ela declara que o Mandaloriano e a Criança são um "clã de dois", e que o Mandaloriano será como um pai para ele.[26][33] O IG-11 se sacrifica para destruir um esquadrão inteiro de stormtroopers que estavam bloqueando sua fuga e,[34] quando Moff Gideon ataca o grupo pilotando um TIE Fighter, o Mandaloriano usa seu propulsor a jato recém-adquirido para se defender do ataque. O Mandaloriano e a Criança se despedem de Cara e Greef antes de enterrar Kuiil e deixar Nevarro.[29]

Caracterização[editar | editar código-fonte]

O Mandaloriano é um guerreiro forte, engenhoso e eficiente.[30][35][36] Ele é muito rápido e preciso com um blaster,[37] e poucos outros personagens da série conseguem demonstrar um nível de combate corpo a corpo semelhante ao dele, com exceção de Cara Dune.[38] O Mandaloriano é metódico quando entra em combate, caça e isola seus inimigos eliminando-os um por vez.[39] Apesar de ser uma espécie de lobo solitário e geralmente trabalhar sozinho,[40] ele ainda fica disposto a aceitar assistência de outras pessoas. Ele aceita a ajuda de Kuiil várias vezes durante a primeira temporada e tenta recompensá-lo por essa assistência. Ele também se oferece para trabalhar com o IG-11 para capturar a Criança no episódio de estreia da série.[41] O Mandaloriano raramente fala e, quando o faz, revela pouca informação além do necessário.[37] Pedro Pascal, o ator que interpreta o Mandaloriano, disse que tentou tornar o personagem humano e acessível, apesar de seu rosto estar oculto por uma máscara. Ele disse: "A ideia é que ele é identificável. Estamos todos meio que cobertos por nossa própria armadura e com medo de tirá-la, e é isso que o leva a ser um personagem que realmente queremos seguir."[42] Um editor da revista The Atlantic, Spencer Kornhaber, escreveu que o Mandaloriano é um dos muitos personagens da franquia Star Wars que usam máscaras pois elas são "os meios pelos quais as pessoas tentam alcançar a perfeição e a indiferença das máquinas".[30] Kornhaber disse que quando o capacete do Mandaloriano é finalmente removido pela primeira vez, ele não é apresentado como uma grande epifania ou a revelação de uma identidade secreta, mas como "um lembrete de que esse caubói/cavaleiro espacial lacônico é apenas um cara".[30] O personagem leva muito a sério as tradições mandalorianas demonstrando enorme respeito e gratidão pela cultura mandaloriana devido à sua educação, que ele reflete fornecendo dinheiro de suas recompensas para apoiar outros fundadores.[3] A morte de seus pais nas mãos de droides de batalha também o deixaram com uma forte aversão e ódio por droides em geral.[30]

Pascal acredita que o Mandaloriano é moralmente mais ambíguo do que a maioria dos protagonistas de Star Wars,[43][44] descrevendo-o como um "herói sombrio".[43] Ele disse: "Eu acho que o universo moral de Star Wars pode ser muito específico e meio preto e branco, há o bem e o mal, e neste começamos a brincar com os limites disso, e isso é o que torna o personagem tão interessante. Ele não é um herói típico."[44] Por fim, Pascal acredita que o Mandaloriano quer fazer a coisa certa, mas que seus deveres como caçador de recompensas e guerreiro frequentemente entram em conflito com sua convicção.[45][46] Carl Weathers escrevendo sobre o personagem, disse: "O Mandaloriano é, eu penso, de certa forma como qualquer outro personagem de The Mandalorian. Há algo nele que é muito egoísta e egocêntrico, e também há algo nele que é muito altruísta e humano. Há humanidade nele."[47] No início da série, em particular, o Mandaloriano aparenta possuir uma personalidade fria, ignorando os apelos das pessoas que ele caça e captura.[30] O fato do Mandaloriano ter trabalhado com a equipe de mercenários de Ran Malk antes dos eventos de The Mandalorian mostra que ele tinha ainda menos moral antes do início da série.[48][49] Isso fica ainda mais evidente no "Chapter 6: The Prisioner" quando Xi'an, um dos mercenários do grupo, faz alusão a atos violentos que o Mandaloriano cometeram no planeta Alzoc III, algo que ele reluta em discutir.[50] Entretanto, a introdução da Criança no "Chapter 1: The Mandalorian" serve para humanizar e moralizar o Mandaloriano.[30] O criador do Mandaloriano, Jon Favreau, e Deborah Chow, uma das diretoras de The Mandalorian, sentiram que a cena no "Chapter 3: The Sin", quando o Mandaloriano decide voltar para resgatar a Criança, foi um momento crucial para o personagem. Chow disse: "Esse é o ponto sem volta, uma vez que ele toma essa decisão. Ali mesmo, ele está mudando toda a sua vida".[36] O crescimento da moralidade vista no Mandaloriano é demonstrado no "Chapter 6", quando ele tenta intervir para salvar o vida do soldado da Nova República Davan (Matt Lanter) durante uma fuga da prisão, mesmo que fosse mais conveniente matá-lo. Adicionalmente no mesmo episódio, em vez de matar seus companheiros mercenários depois que o traem, o Mandaloriano demonstra ainda mais sua consciência moral ao optar por deixá-los presos em uma cela.[39]

Referências

  1. Elvy, Craig (28 de dezembro de 2019). «The Mandalorian Explained: Real Name, Face Under Mask, Origin & Backstory». Screen Rant (em inglês). Consultado em 22 de março de 2020 
  2. «"Bebê Yoda" | Tudo o que sabemos sobre o melhor personagem de The Mandalorian». Canaltech. 21 de novembro de 2019. Consultado em 19 de novembro de 2020 
  3. a b c d e f «The Mandalorian Explained: Real Name, Face Under Mask, Origin & Backstory» (em inglês). 28 de dezembro de 2019 
  4. Breznican, Anthony. «The Armorer: Unmasking The Mandalorian's mysterious blacksmith» (em inglês) 
  5. «'The Mandalorian' star Emily Swallow talks about The Armorer and importance of keeping traditions of Mandalore alive» (em inglês) 
  6. Romano, Evan (29 de novembro de 2019). «The Mandalorian's Face is a Mystery. The Actor Who Plays Him Is Not.» (em inglês) 
  7. Miller, Matt (2 de dezembro de 2019). «'The Mandalorian' Finally Answered the Most Agonizing Plot Hole About His Helmet» (em inglês) 
  8. Saraiya, Sonia. «With a Stellar Finale, The Mandalorian Delivers the Romance and Dread that Star Wars was Made For» (em inglês) 
  9. «'The Mandalorian' is described as Clint Eastwood in 'Star Wars'» (em inglês) 
  10. SUN, Toronto; Entertainment; Television; Share 'Badass' Mandalorian a lot like Clint Eastwood, Star Wars series star Pedro Pascal says Tumblr Pinterest Google Plus Reddit LinkedIn Email; Tumblr; Pinterest; Plus, Google; Reddit; LinkedIn (15 de abril de 2019). «'Badass' Mandalorian like Clint Eastwood, Star Wars series star says | Toronto Sun» (em inglês) 
  11. «Up Close and Personal With the Armor and Weapons of The Mandalorian's Mysterious Stars» (em inglês) 
  12. «The Rifle From The Mandalorian Is a Blast From Star Wars' Silliest Past» (em inglês) 
  13. «The Mandalorian, season 1 episode 1: 10 Easter eggs you missed» (em inglês). 9 de março de 2020 
  14. a b Keane, Sean. «Let's take a close look at the first episode of The Mandalorian» (em inglês) 
  15. Goslin, Austen (18 de novembro de 2019). «When The Mandalorian takes place, and what it means for Baby Yoda» (em inglês) 
  16. a b «The Mandalorian: Kuiil Was the Series' Best Character - Here's Why» (em inglês). 2 de janeiro de 2020 
  17. «'The Mandalorian' recap: The Mandalorian embarks on a dangerous assignment» (em inglês) 
  18. Keane, Sean. «The Mandalorian episode 2 reveals the true nature of our hero's bounty» (em inglês) 
  19. «The Mandalorian: Every Force Power Baby Yoda Has Used» (em inglês). 21 de dezembro de 2019 
  20. a b Kain, Erik. «'The Mandalorian' Episode 3 Review: 'Star Wars' Meets 'John Wick'» (em inglês) 
  21. «'Mandalorian' Episode 4 confirmed a bombshell about Mando's past» (em inglês) 
  22. «The Latest Mandalorian Had Maybe a Little Too Much Fan Service for Its Own Good» (em inglês) 
  23. Lindbergh, Ben (13 de dezembro de 2019). «'The Mandalorian' Chapter 6: Are We Ever Going to See What's Under That Helmet?» (em inglês) 
  24. Hall, Charlie (18 de dezembro de 2019). «Mandalorian is making sense of the time between Return of Jedi and Force Awakens» (em inglês) 
  25. «The Mandalorian: Rogue One's Death Troopers Live Up to Their Name» (em inglês). 19 de dezembro de 2019 
  26. a b Keane, Sean. «The Mandalorian season finale recap: Baby Yoda gets into wild action in episode 8» (em inglês) 
  27. «The Mandalorian: Where (& When) Did Moff Gideon Get The Darksaber» (em inglês). 11 de fevereiro de 2020 
  28. «The Mandalorian: 6 Biggest Questions After Episode 8». 27 de dezembro de 2019 
  29. a b December 2019, Scott Snowden 27. «'The Mandalorian' Finale is an Electrifying End to Season 1» (em inglês) 
  30. a b c d e f g h Kornhaber, Spencer (30 de dezembro de 2019). «'The Mandalorian' Knows Why Heroes Wear Masks» (em inglês) 
  31. «The Mandalorian Suffers Heartbreaking Losses in the Season 1 Finale» (em inglês). 28 de dezembro de 2019 
  32. «The Mandalorian Season 1: Episode 8 Ending Explained». 8 de janeiro de 2020 
  33. Andrew Whalen On 12/31/19 at 1:46 PM EST (31 de dezembro de 2019). «The Gamorreans are coming to "The Mandalorian" Season 2, but what else do we know?» (em inglês) 
  34. «The Mandalorian Season 1 Ending Explained (In Detail)» (em inglês). 27 de dezembro de 2019 
  35. Young, Bryan (5 de fevereiro de 2020). "Pedro Pascal: The Mysterious Gunslinger". Star Wars Insider (195). Titan Magazines. p. 34.
  36. a b Itzkoff, Dave (22 de novembro de 2019). «'The Mandalorian' Director: Baby Yoda 'Steals the Show'». The New York Times (em inglês). ISSN 0362-4331 
  37. a b Thorne, Will; Thorne, Will (11 de novembro de 2019). «'The Mandalorian': Jon Favreau and Pedro Pascal on Creating a Western on Steroids» (em inglês) 
  38. Thorne, Will; Thorne, Will (13 de dezembro de 2019). «'The Mandalorian': 5 Burning Questions From Episode 6» (em inglês) 
  39. a b Hall, Charlie (13 de dezembro de 2019). «The Mandalorian episode 6 plays like meta-commentary on Star Wars violence» (em inglês) 
  40. «'The Mandalorian' star Pedro Pascal channeled Han Solo and Clint Eastwood for Disney+» (em inglês). 26 de agosto de 2019 
  41. Romano, Evan (19 de novembro de 2019). «Why The Mandalorian Is So Different From Most Other Male Heroes» (em inglês) 
  42. Pascal 2019, 3:35–4:06 I love the opportunity to make him as human and as accessible as possible, which is strange to say because it's impossible to get to him because he's covered in armor from head to toe. And yet the idea is, he's relatable. We're all kind of covered in our own armor and terrified of taking that armor off, and that's the thing that crosses him over into a character that we're really going to want to follow.
  43. a b Romano, Evan (24 de outubro de 2019). «Pedro Pascal's 'Mandalorian' Character Is Part Han Solo, Part Clint Eastwood» (em inglês) 
  44. a b «'The Mandalorian' recap: Mando makes a terrible mistake» (em inglês) 
  45. «'The Mandalorian' unmasked: 'We did things no "Star Wars" fan has ever seen'» (em inglês) 
  46. «Pedro Pascal explains how his Mandalorian differs from Boba Fett» (em inglês) 
  47. «Still Watching: The Mandalorian — "Chapter One" with Jon Favreau and Carl Weathers - Still Watching: Westworld Season 3» (em inglês) 
  48. «There Was A Mini 'GoT' Reunion In 'The Mandalorian' Chapter 6» (em inglês) 
  49. «The Mandalorian: Easter Eggs and Episode 6's Secrets Explained» (em inglês). 13 de dezembro de 2019 
  50. «The Mandalorian meets up with old friends, and remembers why they don't hang out anymore» (em inglês) 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]