O Melhor de Engenheiros do Hawaii

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
O Melhor de
Coletânea musical de Engenheiros do Hawaii
Lançamento 1997
Gênero(s) Rock
Idioma(s) Português
Gravadora(s) BMG-Ariola
Cronologia de Engenheiros do Hawaii
Humberto Gessinger Trio
1996
¡Tchau Radar!
1999
Cronologia de Engenheiros do Hawaii
Acervo
1994
Focus
1999

O Melhor de Engenheiros do Hawaii é a segunda coletânea da banda, editado em 1997 e lançado pela BMG.

Faixas[editar | editar código-fonte]

  1. "Segurança" (Gessinger)
  2. "Ouça o que eu digo: não ouça ninguém" (Gessinger)
  3. "Ando só" (Gessinger)
  4. "A Promessa" (Gessinger e Casarin)
  5. "Ninguém = Ninguém" (Gessinger)
  6. "Mapas do acaso"
  7. "Somos quem podemos ser" (Gessinger)
  8. "Sampa no walkman" (Gessinger)
  9. "Toda forma de poder" (Gessinger)
  10. "Hora do mergulho" (Gessinger)
  11. "Crônica" (Gessinger)
  12. "A conquista do espaço" (Gessinger)
  13. "Herdeiro da pampa pobre" (Gaúcho da fronteira, Vainê Darde)
  14. "Era um garoto que, como eu, amava os Beatles e os Rolling Stones" (Migliaci, Lusini, versão Brancato Júnior)
Ícone de esboço Este artigo sobre um álbum de Engenheiros do Hawaii é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.