O Pão

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
O Pão
Portugal Portugal
1959 •  cor •  51 min 
Realização Manoel de Oliveira
Correalização António Lopes Fernandes, Sebastião de Almeida
Produção Manoel de Oliveira
Argumento Manoel de Oliveira
Distribuição Filmes Castello Lopes
Lançamento 3 de Novembro de 1959
Idioma português
Página no IMDb (em inglês)

O Pão é um filme português de curta-metragem de Manoel de Oliveira. É um filme sobre o “ciclo do pão”, produzido para a Federação dos Industriais de Moagem.

Existem das versões de O Pão:

  • Uma primeira versão de 1959, com cerca de uma hora, que foi mostrada nesse mesmo ano na Feira Industrial de Lisboa;
  • Uma segunda versão, muito mais curta, remontada por Oliveira em 1964, que estreou comercialmente em 1966.

O realizador referiu preferir a mais curta, dado que esta primeira havia sido realizada numa altura em que estava “sedento de cinema”, mostrando demasiado e assim prejudicando a ideia central do filme: “a ideia de que o pão é como uma corrente de um rio que passa por vários lugares, passa por diferentes mãos, por diferentes hábitos ou fardas.”[1]

Referências

  1. Cinemateca Portuguesa, Programação de Dezembro de 2018

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um filme é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.