O Papa É Pop

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de O Papa é Pop)
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
O Papa É Pop
Capa do disco
Álbum de estúdio de Engenheiros do Hawaii
Lançamento outubro de 1990
Gênero(s) Art rock, rock progressivo
Duração 47:18
Idioma(s) português
Formato(s) LP, CD, K7
Gravadora(s) BMG
RCA Records
Produção Engenheiros do Hawaii
Certificação Platina
Cronologia de Engenheiros do Hawaii
Alívio Imediato
(1989)
Várias Variáveis
(1991)

O Papa É Pop é o quarto álbum de estúdio da banda brasileira de rock Engenheiros do Hawaii. Foi lançado em formato de LP , CD e K7 (Cassete) em 1990, pela BMG.

O primeiro álbum dos Engenheiros da década de 1990 trouxe mudanças mais radicais nos processos de composição e produção da banda: além de ter sido o primeiro de três álbuns consecutivos auto-produzidos, ele marca a adoção por parte da banda de uma sonoridade mais próxima ao pop, com o uso de piano elétrico, bateria eletrônica e Midi pedalboard. Seus singles são: "O Exército de Um Homem Só" (dividida em duas partes, sendo que a primeira obteve maior sucesso), "O Papa é Pop", "Era um Garoto Que, Como Eu, Amava os Beatles e os Rolling Stones" e "Pra Ser Sincero".

É considerado o álbum mais vendido da banda, com mais de 400 mil cópias nos primeiros anos. Com ele, os Engenheiros do Hawaii foram considerados a maior banda de rock do Brasil de 1990 em votação promovida pela revista Bizz,[1] em reportagem da mesma revista meses depois[2] e pela revista Veja.[3]

Faixas[editar | editar código-fonte]

Todas as canções escritas e compostas por Humberto Gessinger exceto onde indicado.

N.º TítuloCompositor(es) Duração
1. "O Exército de um Homem Só I"  Augusto Licks; Humberto Gessinger 4:51
2. "Era Um Garoto Que Como Eu Amava os Beatles e os Rolling Stones
(C'era un Ragazzo Che Come me Amava i Beatles e i Rolling Stones)"  
Franco Migliacci; Mauro Lusini / versão de Brancato Júnior 4:25
3. "O Exército de um Homem Só II"  Licks; Gessinger 1:23
4. "Nunca Mais Poder"  Licks; Gessinger 4:36
5. "Pra Ser Sincero"  Licks; Gessinger 3:11
6. "Olhos Iguais aos Seus"    3:45
7. "O Papa é Pop"    3:48
8. "A Violência Travestida Faz Seu Trottoir"    6:53
9. "Anoiteceu em Porto Alegre"    8:06
10. "Ilusão de Ótica"    2:47
11. "Perfeita Simetria (bonus-track exclusiva do CD)"    3:34
Duração total:
47:18

Formação[editar | editar código-fonte]

  • Humberto Gessinger: Voz, baixo, piano rhodes e midi pedalboard
  • Augusto Licks: Guitarra, violão, teclados e midi pedalboard
  • Carlos Maltz: Bateria

Vendas e certificações[editar | editar código-fonte]

País Empresa Certificado Vendas
Brasil ABPD 2× Platina 500,000+[4]

Referências

  1. «Melhores de 90: Leitores consagram os Engenheiros (capa)». Revista Bizz. Consultado em 25 de outubro de 2011. 
  2. «Engenheiros: a maior banda do Brasil? (capa)». Revista Bizz. Consultado em 25 de outubro de 2011. 
  3. «O som que faz a cabeça da turma». Revista Veja. Consultado em 25 de outubro de 2011. 
  4. «Certificados ABPD». ABPD. Consultado em 2 de Junho de 2012. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um álbum de Engenheiros do Hawaii é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.