O Pulso (canção)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Se procura o curta-metragem de José Pedro Goulart, veja O Pulso (filme).
"O Pulso"
Single de Titãs
do álbum Õ Blésq Blom
Lançamento 1990
Gravação 1989
Gênero(s) Rock brasileiro
Duração 2:45
Gravadora(s) Warner Music Brasil
Composição Arnaldo Antunes
Marcelo Fromer
Tony Bellotto
Produção Liminha
Titãs
Cronologia de singles de Titãs
"Deus e o Diabo"
(1989)
"Saia de Mim"
(1991)

O Pulso é uma canção da banda de rock Titãs, lançada em 1989 no álbum Õ Blésq Blom.

Análise[editar | editar código-fonte]

Os versos da canção, atribuídos a Arnaldo Antunes, recorrem à enumeração exaustiva, percorrendo uma sequência de doenças ao mesmo tempo que reafirma a força da vida: "o pulso ainda pulsa"[1]. A canção também pode ser interpretada como versão patológica de Nome aos Bois, intercalando doenças com condições doentias[2].

Paródia[editar | editar código-fonte]

Em 1990, a Rádio Transamérica parodiou O Pulso com uma canção no mesmo ritmo, intitulada "Tô Puto", referente ao mau desempenho da Seleção Brasileira de Futebol durante a Copa do Mundo na Itália.

Doenças citadas na letra[editar | editar código-fonte]

Nome CID-10 Detalhes
O pulso ainda pulsa
O pulso ainda pulsa
Peste bubônica A20.0 Doença pulmonar ou septicêmica, infectocontagiosa, provocada pela bactéria Yersinia pestis, que é transmitida ao homem pela pulga através do rato-preto e de outros animais com os quais a pulga entre em contato[3].
Câncer C00—D48 Nome dado a mais de uma centena de doenças que têm em comum o crescimento celular desordenado e anormal, invadindo tecidos e órgãos. A divisão celular rápida desencadeia a formação de tumores. Suas causas são extremamente variadas[4].
Pneumonia J12—J18, P23 Um conjunto de doenças inflamatórias que acometem os espaços aéreos dos pulmões, cujos agentes infecciosos podem ser bactérias, vírus e fungos[5].
Raiva A82 Também denominada hidrofobia, é uma zoonose causada por um vírus RNA do gênero Lyssavirus, geralmente transmitido pela lambedura, mordedura ou arranhadura de um animal infectado (dentre eles, caninos, quirópteros e primatas), sendo as secreções uma forma secundária de contágio[6]. Ao mesmo tempo, raiva é uma acepção equívoca: pois ao mesmo tempo em que define uma doença, também define um sentimento homônimo.
Rubéola B06 Transmitida por um vírus, o Rubella virus, causa sintomas como vermelhidão no corpo, febre baixa e surgimento de gânglios linfáticos. Se contraída na forma congênita, pode ser particularmente grave, deixando várias sequelas irreversíveis[7].
Tuberculose A15—A19 Também conhecida como tísica pulmonar, a tuberculose é uma doença infectocontagiosa, é provocada pelo bacilo de Koch, nome da bactéria Mycobacterium tuberculosis, afetando primariamente os pulmões, mas também outras partes do corpo, como rins, ossos, etc., cuja transmissão se dá através do ar, pela tosse (sintoma característico), espirros e fala da pessoa doente[8].
Anemia D50—D64 É um tipo de deficiência que afeta a produção de hemoglobina, a substância dos glóbulos vermelhos do sangue, muitas vezes provocada pela falta de ferro. Pode causar fraqueza e problemas na respiração e no coração[9].
Rancor Sentimento diretamente relacionado ao ódio, o rancor diferencia-se dele por seu conteúdo de intenso ressentimento provocado por uma ofensa vivida no pretérito, uma grande mágoa ou melindre, possuindo grande potencial para causar doenças psicossomáticas[10].
Cisticercose B67—B71 Causada pela larva (cisticerco) de duas espécies de tênia (Taenia solium e Taenia saginata), através da ingestão de alimentos contaminados com os ovos da tênia. Assemelha-se à teníase, diferenciando-se desta porque esta última ocorre pela ingestão dos cisticercos. Os cisticercos podem atingir várias partes do corpo: a versão mais grave é neurocisticercose, que atinge o cérebro[11].
Caxumba B26 Popularmente denominada papeira, ou mais tecnicamente como parotidite, por atingir as glândulas salivares parótidas, é causada pelo vírus Paramyxovirus, transmitido pelas gotículas de saliva de pessoas contaminada. Causa, entre outros sintomas, inchaço no rosto. Em casos graves, pode causar esterilidade, surdez, meningite e até a morte[12].
Difteria A36 É o nome da doença também conhecida como crupe, causada pela toxina gerada pela bactéria Corynebacterium diphtheriae, transmitida pelo contágio direto com os doentes e suas secreções. Pode atingir as amígdalas, faringe, laringe, nariz e eventualmente, pele e mucosas. Dentre outros sintomas gerais, caracteriza-se pela dificuldade de respiração, levando à asfixia nos casos mais graves[13].
Encefalite A83—A86, B94.1, G05 Engloba um conjunto de doenças que têm em comum uma inflamação do encéfalo, conjunto de estruturas do sistema nervoso central dentre as quais está o cérebro. Normalmente causada por vírus, provoca alterações de consciência (sonolência, confusão, etc), fraqueza em partes do corpo e a convulsões, dentre outras consequências graves[14].
Faringite J02, J31.2 Trata-se de uma inflamação na faringe, também conhecida como dor de garganta. A faringe está situada entre a laringe e as amígdalas, normalmente causada por bactérias ou vírus, embora também possa ser sintoma de outras doenças. O contágio se dá pela forma direta, através do ar e do contato com secreções orais, assim como pelo contato com substâncias irritantes (fumaça, tóxicos, tabaco, álcool e bebidas muito quentes). Causa dor, febre, dificuldade na deglutição e na fala e inchaço no pescoço, ocasionalmente otite e vômitos. A faringite bacteriana pode manifestar-se de forma ainda mais grave, com febre intensa, cefaleia, secreção purulenta na garganta e ataques de dispneia[15].
Gripe J10—J11 Doença infectocontagiosa provocada pelo vírus Influenza, afetando o trato respiratório, e que ocasionalmente pode sofrer mutação e passar a contaminar a espécie humana, provocando epidemias e até pandemias.[16] Assemelha-se ao resfriado, que é causado por outros tipos de vírus, possui sintomas mais brandos, dura menos tempo e tem consequências menos graves[17].
Leucemia C91—C95 Um tipo específico de câncer que afeta a produção de glóbulos brancos na medula óssea, fazendo com que aqueles se multipliquem descontroladamente e percam a função de manter as defesas do organismo[18].
O pulso ainda pulsa
O pulso ainda pulsa
Hepatite B15—B19, K70.1, K73, K75.3 Trata-se do nome dado a vários tipos (pelo menos seis) de inflamações infecciosas do fígado, com vários graus de gravidade, que podem ser tratados apenas com repouso, uma situação crônica mas sustentável ou ter complicações graves como cirrose ou câncer e até levar à morte. Com tantos tipos, sua origem pode ser viral, bacteriana pelo consumo de produtos tóxicos (álcool, medicamentos, certas plantas). Evidentemente, suas formas de transmissão também são variadas: água e alimentos ingeridos contaminados por material fecal infectado, sangue, relações sexuais[19].
Escarlatina A38 É uma doença infectocontagiosa causada pelo bactéria Streptococcus pyogenes, causada pela hipersensibilidade às toxinas produzidas pela bactéria, causando assim sintomas diferentes em cada indivíduo. Normalmente afeta crianças em idade escolar. Transmitida de pessoa para pessoa através de gotículas de saliva ou de secreções infectadas. Caracteriza-se pelas erupções avermelhadas na pele (que começam pelo pescoço e pelo tronco e expandem-se por praticamente todo o corpo), pela febre e pela infecção na garganta. As complicações, embora raras, podem ser graves[20].
Estupidez Trata-se de uma condição relacionada à falta de razão e de inteligência na tomada de decisões e nas ações realizadas, normalmente usada como crítica aos demais e cuja definição abrange um largo espectro e uma grande quantidade de conceitos, nem sempre coerentes entre eles[21].
Paralisia G72.3,J38.0 Condição representada pela perda de função de um músculo, acompanhado em muitos casos de perda sensorial, causada por danos à medula espinhal ou ao sistema nervoso provocados por razões variadas e que podem ser parciais ou totais[22].
Toxoplasmose B58 Doença infecciosa causada pelo protozoário Toxoplasma gondii. Esse protozoário está presente em quase todos os animais, geralmente de forma assintomática. No caso dos animais domésticos, o contato estreito pode causar o contágio, como no caso da convivência com os gatos domésticos e o contato com seus dejetos contaminados com os ovos do parasita, mesmo que indireto. Alimentos, de origem animal ou vegetal, também podem estar contaminados, especialmente se não forem completamente cozidos, fritos ou assados. Na maioria dos casos em seres humanos não há sintomas; todavia, em 10% dos casos pode haver febre, sintomas semelhantes aos da gripe e inchaço dos gânglios. Como o parasita não é erradicado, pode retornar se a pessoa tiver suas defesas imunológicas rebaixadas. Em gestantes, pode causar sérios problemas para o feto.[23]
Sarampo B05 Trata-se de doença infecciosa, aguda, viral, extremamente contagiosa (através de tosse, espirros, fala ou respiração). Causa tosse persistente com febre, irritação ocular e coriza. Em seguida, surgem manchas avermelhadas características que começam no rosto e vão em direção às extremidades, com duração de alguns dias. Em casos mais graves causa otite, pneumonia, ataques convulsivos, lesão cerebral e morte. Suas complicações geralmente atingem as pessoas que estão mais enfraquecidas ou vulneráveis. A maneira mais efetiva de combate é através da vacinação[24].
Esquizofrenia F20 Doença psiquiátrica caracterizada pela visão e pela audição de coisas inexistentes aos que rodeiam o portador, causando perda de contato com a realidade. Seu tratamento se dá através de medicação, somada à psicoterapia e aos projetos de reinserção social[25].
Úlcera H16.0, I83,
K22.1, K25-28, etc.
É a denominação genérica dada a lesão epitelial a um determinado órgão interno ou à própria pele, com causas variadas conforme a parte do corpo atingida. Pode ser gástrica, duodenal, etc.[26]
Trombose I80—I82 É doença causada pela formação de um trombo, um coágulo formado pela passagem do sangue em determinada veia ou artéria, com a possibilidade de causar graves sintomas, dependendo da região onde se forma[27].
Coqueluche A37 Também denominada pertússis ou tosse convulsa, é uma doença infectocontagiosa causada pelas bactérias Gram-negativas Bordetella pertussis e parapertussis (geralmente com sintomas mais tênues), que causa tosse violenta contínua e dolorosa, normalmente transmitida gotículas de saliva, expelidas durante a tosse, espirros ou durante a fala. Possui três fases: a primeira confunde-se com a gripe, sucedida pela fase aguda e característica, na qual os acessos de tosse causam vômitos, dificuldade de engolir, beber e respirar; tendo por fim a fase final, retornando à tosse normal. Bebês menores de seis meses estão sujeitos aos sintomas mais graves: convulsão, pneumonia, lesão cerebral e morte. A prevenção é possível através de vacina[28].
Hipocondria F45.2 Tipo de transtorno de ansiedade que foi dividido pelo Manual Diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais em transtorno de ansiedade de doenças (caso do hipocondríaco que não sente doença alguma) e transtorno de sintomas somáticos (que consiste no exagero e na supervalorização de algum sintoma sentido), pelo medo constante de estar ou ficar doente. As consultas a médicos sem detecção de sintomas e os exames com resultados negativos ou dentro dos valores de referência levam o portador a crer que não esteja recebendo a devida assistência. Seu diagnóstico é difícil pelas semelhanças com o TOC (transtorno obsessivo-compulsivo) e a condição pode causar sérios problemas nos meios familiar, social e profissional, podendo ser tratada com psicoterapia ou tratamento psiquiátrico com remédios em casos mais sérios[29].
Sífilis A50—A53 É uma doença infectocontagiosa, sexualmente transmissível, causada pela bactéria Treponema pallidum. Seu contágio também pode acontecer pelo sangue, pelo sangue contaminado, ou durante a gestação, da mãe para o feto. Caracteriza-se pelo surgimento de lesões, também conhecidas como cancro duro, que atingem principalmente os genitais. Os sintomas desaparecem, mas a doença continua ativa, agravando-se e causando manchas vermelhas na pele e nas mucosas e por fim causando danos ao sistema nervoso central[30].
Ciúmes Trata-se de um sentimento que, passado de certa medida, envolve uma expressão doentia de possessividade e agressividade sobre outra pessoa em uma relação, baseado na desconfiança e no medo[31].
Asma J45 É uma doença comum das vias aéreas ou brônquios (tubos que conduzem o ar aos pulmões), caracterizada pela falta de ar, pela dificuldade de respirar, chiado no peito e tosse, variando de indivíduo para indivíduo e possuindo "gatilhos" relacionados a alergias. Sua causa exata não é conhecida, acreditando-se que seja uma composição de fatores genéticos, tais como história familiar de alergias respiratórias - asma ou rinite - e ambientais[32].
Cleptomania F63.2 Trata-se de um distúrbio do controle dos impulsos, no qual a pessoa vê-se compelida a apossar-se de objetos que lhe tomam a atenção e lhe causam ansiedade. A cleptomania também pode estar associada ao TOC (transtorno obsessivo-compulsivo, à depressão e a outros transtornos de personalidade[33].
O corpo ainda é pouco
O corpo ainda é pouco
Reumatismo M79 Termo empregado para definir várias doenças reumatológicas diferentes, de mecanismo autoimune, com dores e/ou inflamações nas articulações ("juntas") e que podem englobar a artrose, a artrite reumatoide, o lúpus, a fibromialgia, dentre outras[34].
Raquitismo E55 Circunstância associada a deformidades causadas por falhas na mineralização óssea em crianças. Podem ter origem renal, medicamentosa ou relacionada a síndromes hereditárias, mas comumente está relacionada à insuficiência alimentar, causada pela deficiência de vitamina D, cálcio, etc. [35]
Cistite N30 Trata-se da inflamação da bexiga urinária, normalmente de origem bacteriana (ocasionalmente associado a medicamentos, diabetes, menopausa, entre outros), causando sintomas como dor e ardência durante a micção, febre, fraqueza, mal-estar em geral.[36].
Disritmia G47.2, I49 Disritmia é um termo que assume dois significados de problemas de saúde distintos: o mais grave é a arritmia cardíaca, definida como qualquer modificação do ritmo normal do coração, por distúrbios na formação e/ou na condução do estímulo, podendo eventualmente levar à insuficiência cardíaca ou à insuficiência coronária[37]. A outra condição é a disritmia circadiana, assim chamada porque afeta o ritmo circadiano, o ciclo biológico diário de todos os seres vivos, cuja versão mais conhecida é o jet lag, que afeta viajantes em voos que atravessam vários fusos horários[38].
Hérnia K40—K46 Termo geral que descreve a protrusão (i.e., a projeção para fora) de uma estrutura orgânica, em função de defeito ou do enfraquecimento dessas estruturas (normalmente músculos, mas também cartilagens, entre outros). Designam condições variadas: inguinal, umbilical, epigástrica, femoral, de disco, etc.[39]
Pediculose B85 Nome científico dado às infestações de piolhos, insetos sugadores de sangue da ordem Phthiraptera, cuja vida se dá na superfície da pele e entre os pelos dos seres parasitados. No caso da espécie humana, geralmente a infestação no couro cabeludo e nos cabelos (Phthirus humanus capitis), ainda que possa acontecer nos pelos corporais em geral (Phthirus humanus humanus) e nos pelos pubianos, neste último caso através do piolho-da-púbis (Phthirus pubis). Os sintomas em geral envolvem coceira na região atingida: no corpo, envolvem também escoriações, pápulas e na região pubiana podem causar pruridos. O tratamento se dá através de medicação tópica e oral, além de medidas que envolvem calor em roupas e utensílios utilizados por pessoas com o problema[40].
Tétano A33—A35 É uma infecção aguda e grave, causada pelo bacilo Clostridium tetani, que ingressa no organismo através de ferimentos ou lesões na pele, sem transmissão direta (indivíduo-indivíduo). Caracteriza-se pelo aumento da tensão muscular que, dependendo da região afetada, pode causar graves contraturas, dificuldade de deglutição e até insuficiência respiratória. O tétano neonatal atinge recém-nascidos em função de contaminação pelo coto umbilical por falta de assepsia nos instrumentos e/ou no procedimento, afetando o sistema nervoso. Em todos os casos, se não for prontamente tratada, pode levar à morte[41].
Hipocrisia Numa definição simples, hipocrisia é externar bons sentimentos, ideias e opiniões apreciáveis, que não correspondem àquilo que se sente internamente[42]. Na religião, especialmente na religião cristã, a hipocrisia consiste em mostrar-se religioso sem servir a Deus de coração, uma situação descrita em Mateus 23:28: "Assim também vós exteriormente pareceis justos aos homens, mas, por dentro, estais cheios de hipocrisia e iniquidade"[43].
Brucelose A23 Também conhecida como febre do Mediterrâneo, febre de Malta e febre da Crimeia e febre ondulante. Patologia infecciosa causada pelo gênero de bactérias Brucella, que normalmente afeta animais (caprinos, ovinos, camelídeos, suínos, bovinos, caninos, etc). e que passa para os seres humanos que consomem produtos de origem animal contaminados (especialmente leite e queijo com matéria-prima não pasteurizada) ou entram em contato direto com os animais contaminados. Alguns de seus sintomas assemelham-se aos da gripe, diferenciando-se conforme aumenta a gravidade, tais como dores no peito e abdominais, aumento do fígado e do baço. Apesar da dificuldade de diagnóstico, devido à semelhança com sintomas de outras doenças, os casos graves e o índice de mortalidade são baixos[44].
Febre tifoide A01 Doença causada pela bactéria Salmonella enterica sorotipo Typhi, causa mal-estar geral, febre alta, diarreia, aumento do baço. O contágio se dá através do contato com excreções e secreções da pessoa contaminada, assim como a contato com água contaminada ou alimentos contaminados pelo contato com a água contaminada. Exige atendimento médico imediato, pois se não tratada, a febre tifoide pode levar à morte[45].
Arteriosclerose I25.1 Não deve ser confundida com a aterosclerose[46]. Caracteriza-se pelo depósito de lipídios nas artérias, que podem levar ao bloqueio da passagem sanguínea e a ataques do coração e derrames[47].
Miopia H52.1 É um erro de refração que afeta a visão à distância, causado pelo alongamento do globo ocular ou pela distância focal curta do cristalino. Pode ter como sintomas visão embaçada, dificuldade de leitura, dor de cabeça, lacrimejamento ou tensão ocular.[48] Ao mesmo tempo, em função dessa dificuldade de visualização de objetos à distância, a miopia possui outro sentido, metafórico, de não enxergar detalhes de questões à frente[49].
Catapora B01 Outro nome da varicela, é uma doença infectocontagiosa provocada pelo Vírus Varicela-Zoster (VVZ). Trata-se de uma doença muito comum na infância, sendo normalmente benigna nessa fase, embora cause irritação e cansaço em função dos sintomas (febre, falta de apetite, manchas vermelhas que coçam). Ter tido a doença geralmente torna a pessoa imune, ainda que em alguns casos o vírus latente seja reativado e provoque outra doença, o herpes-zóster (ou cobreiro). Em adultos não imunes, a varicela torna-se mais grave, trazendo comprometimento respiratório e em gestantes, complicações para o feto[50].
Culpa Trata-se de uma palavra com múltiplas definições, tais como falta involuntária, ou a prática não intencional de uma obrigação, delito ou crime, questão relevante no Direito Civil e no Direito Penal. Na música, trata-se do sentimento consciente, a emoção que acomete alguém que cometeu uma falta[51].
Cárie K02 É um tipo de doença infecciosa transmissível, de origem bacteriana, que atinge os tecidos dentários (esmalte e dentina), formando uma cavidade que pode destruir completamente o dente. Possui múltiplas causas, geralmente relacionadas pela deposição de ácidos dos alimentos servindo de substrato para o crescimento das bactérias, especialmente a Streptococcus mutans. Se não tratada, a cárie causa dor e pode vir a destruir o dente[52].
Câimbra R25.2 Trata-se de uma contração involuntária dos músculos voluntários, causada pelo estresse e pela fadiga do tecido muscular, geralmente nos músculos maiores e/ou mais exigidos, tais como os da panturrilha. Sua origem está no desequilíbrio dos sais minerais - falta ou excesso de eletrólitos: especialmente potássio, sódio e magnésio, atividade física, uso de diuréticos e suplementos[53].
Lepra A30 Denominação da doença conhecida como hanseníase, morfeia, mal de Hansen ou mal de Lázaro, causada pelo bacilo de Hansen (Mycobacterium leprae)[54], afetando principalmente a pele e os nervos, com desenvolvimento lento e progressivo e causando perda de sensibilidade e deformidades se não detectada e tratada a tempo[55].
Afasia R47.0 É uma perturbação na formulação da linguagem, geralmente causada por lesões cerebrais[56].
O pulso ainda pulsa
O corpo ainda é pouco

Referências

  1. FISCHER, Luís Augusto (19 de novembro de 2006). «Antologia poética de Arnaldo Antunes mostra o lado mais pop da vanguarda». Folha Online. Consultado em 12 de junho de 2017. 
  2. DAPIEVE, Arthur (1995). «BRock — O Rock Brasileiro dos anos 80». Editora 34. ISBN 8573260084. Consultado em 12 de junho de 2017. 
  3. «O que é peste bubônica». Brasil BVS - Biblioteca Virtual em Saúde. 10 de agosto de 2009. Consultado em 13 de junho de 2017. 
  4. «O que é câncer». INCA - Instituto Nacional do Câncer. Consultado em 13 de junho de 2017. 
  5. Sociedade Brasileira de Pneumologia e Tisiologia (2009). «Diretrizes brasileiras para pneumonia adquirida na comunidade em adultos imunocompetentes» (PDF). Jornal de Pneumologia. Consultado em 13 de junho de 2017. 
  6. «Hidrofobia (raiva)». Mundo Educação. Consultado em 13 de junho de 2017. 
  7. «Rubéola: sintomas, transmissão e prevenção». Fiocruz - Bio-Manguinhos - Instituto de Tecnologia em Imunobiológicos. Consultado em 14 de junho de 2017. 
  8. SILVA, Annalu Pinto da (26 de junho de 2017). «Tuberculose: médica explica os sintomas, o diagnóstico e como se prevenir». Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz). Consultado em 14 de junho de 2017. 
  9. «Anemia». TodaBiologia.com. Consultado em 25 de junho de 2017. 
  10. STRASSBURGER, Erika. «12 doenças causadas ou acentuadas pelo rancor». Familia.com.br. Consultado em 25 de junho de 2017. 
  11. «Teníase x Cisticercose» (PDF). Secretaria de Estado da Saúde - Santa Catarina. Consultado em 16 de junho de 2017. 
  12. «Caxumba: sintomas, transmissão e prevenção». Fiocruz - Bio-Manguinhos - Instituto de Tecnologia em Imunobiológicos. Consultado em 16 de junho de 2017. 
  13. «Difteria». Unimed. Consultado em 17 de junho de 2017. 
  14. Assessoria Média. «Encefalite». Laboratórios Fleury. Consultado em 17 de junho de 2017. 
  15. «FARINGITE - Sintomas, Tratamento e Causas». saudemedicina.com. Consultado em 3 de julho de 2017. 
  16. «O que é a Gripe». Roche - www.gripe.com.pt. Consultado em 27 de junho de 2017. 
  17. Blog da Saúde (29 de março de 2016). «Você sabe a diferença entre gripes e os resfriados?». Ministério da Saúde. Consultado em 27 de junho de 2017. 
  18. «O que é Leucemia?». ABRALE - Associação Brasileira de Linfoma e Leucemia. Consultado em 27 de junho de 2017. 
  19. «O que é uma hepatite». Roche. Consultado em 12 de julho de 2017. 
  20. «O que você precisa saber sobre Escarlatina» (PDF). Centro de Vigilância Epidemiológica - Governo do Estado de São Paulo. Consultado em 12 de julho de 2017. 
  21. ADEE, Sally; MALI, Tiago. «Estupidez – Por que as pessoas fazem coisas idiotas». Galileu. Consultado em 11 de julho de 2017. 
  22. SMITH, Yolanda. «What is Paralysis? (O Que é Paralisia? (em inglês). News Medical Life Sciences. Consultado em 11 de julho de 2017. 
  23. BONOTTO, Lígia Beatriz. «Toxoplasmose -O que é, como se adquire e quais os sintomas da toxoplasmose». Oftalmopediatria. Consultado em 9 de julho de 2017. 
  24. «Sarampo: sintomas, transmissão e prevenção». Bio-Manguinhos - Instituto de Tecnologia em Imunobiológicos. Consultado em 9 de julho de 2017. 
  25. EFRAIM, Anita (24 de maio de 2016). «Esquizofrenia: o que é, quais os sintomas e como tratar». O Estado de São Paulo. Consultado em 9 de julho de 2017. 
  26. HELITO, Alfredo Salim; KAUFMANN, Paulo (2006). Saúde - Entendendo as doenças, a enciclopédia médica da família. [S.l.]: Nobel. 267 páginas. ISBN 9788521313663 
  27. «O que é trombose?». Sanofi. 4 de maio de 2007. Consultado em 7 de julho de 2017. 
  28. «Coqueluche: sintomas, transmissão e prevenção». Bio-Manguinhos - Instituto de Tecnologia em Imunobiológicos. Consultado em 6 de julho de 2017. 
  29. MENDES, Valéria (19 de dezembro de 2016). «Hipocondria não é "mania de remédio", é transtorno mental que traz muito sofrimento». Saúde Plena. Consultado em 6 de julho de 2017. 
  30. «Sífilis: sintomas, transmissão e prevenção». Bio-Manguinhos - Instituto de Tecnologia em Imunobiológicos. Consultado em 28 de junho de 2017. 
  31. IZZO, Maria Helena Brito. «Ciúme Excessivo». Catequese Católica. Consultado em 28 de junho de 2017. 
  32. «Asma». SBPT - Sociedade Brasileira de Pneumologia e Tisiologia. Consultado em 22 de junho de 2017. 
  33. RENNÓ JÚNIOR, Joel (25 de julho de 2005). «Como funciona a mente do cleptomaníaco». O Paraná. Consultado em 15 de junho de 2017. 
  34. «O que é Reumatismo?». Instituto Abathon. Consultado em 18 de junho de 2017. 
  35. MEŠTROVIC, Tomislav. «What is Rickets? [O que é Raquitismo?]». News Medical Life Sciences. Consultado em 18 de junho de 2017. 
  36. FRAZÃO, Arthur. «6 sintomas que podem indicar cistite». Tua Saúde. Consultado em 18 de junho de 2017. 
  37. SOLIMENE, Maria Cecília (1985). «Disritmias Cardíacas - Aspectos Clínicos e Terapêuticos». Consultado em 15 de junho de 2017. 
  38. BAYARRI, Enrique Zamorano. «Efeitos do jet lag. O que podemos fazer para que eles passem? Eles são evitáveis?». Médicos pela Segurança Viária - Fundação MAPFRE. Consultado em 15 de junho de 2017. 
  39. «O que é Hérnia? Quais os Tipos e Partes do Corpo». Saúde Descomplicada. 10 de junho de 2016. Consultado em 5 de julho de 2017. 
  40. «Pediculose (piolho)». SBD - Sociedade Brasileira de Dermatologia. 25 de outubro de 2016. Consultado em 5 de julho de 2017. 
  41. «Tétano: sintomas, transmissão e prevenção». Bio-Manguinhos - Instituto de Tecnologia em Imunobiológicos. Consultado em 4 de julho de 2017. 
  42. «Hipocrisia». Dicionário Priberam da Língua Portuguesa. Consultado em 4 de julho de 2017. 
  43. «O que é um hipócrita». Estudos da Bíblia. Consultado em 4 de julho de 2017. 
  44. «Brucelose - o que é a brucelose?». Portal São Francisco. Consultado em 3 de julho de 2017. 
  45. «Febre Tifoide». TodaBiologia.com. Consultado em 30 de junho de 2017. 
  46. «Arteriosclerose vs aterosclerose». Codificação Clínica e dos GDH - Serviço Nacional de Saúde de Portugal. Consultado em 30 de junho de 2017. 
  47. «Vegetais 'inibem endurecimento das artérias'». BBCBrasil.com. 18 de junho de 2006. Consultado em 30 de junho de 2016. 
  48. «Ametropia (Miopia, Hipermetropia e Astigmatismo)». Hospital CEMA. 2012. Consultado em 22 de junho de 2017. 
  49. SHINYASHIKI, Eduardo (21 de fevereiro de 2012). «Atitude: o "colírio" certo para a miopia existencial». Administradores.com.br. Consultado em 22 de junho de 2017. 
  50. «Catapora - o que é». SBD - Sociedade Brasileira de Dermatologia. 25 de outubro de 2016. Consultado em 22 de junho de 2017. 
  51. CHAVES, Gilmar (2016). Sentimentos que aprisionam a alma. [S.l.: s.n.] ISBN 9788576895466 
  52. LEITES, Antonio César Bortowiski Rosa; PINTO, Márcia Bueno; SOUSA, Ezilmara Rolim (2005). «Aspectos microbiológicos da cárie dental» (PDF). Universidade do Sagrado Coração. Consultado em 28 de junho de 2017. 
  53. Redação G1 (6 de maio de 2015). «Alongamento, massagem, hidratação e alimentação podem evitar cãibras». Bem Estar. Consultado em 17 de junho de 2017. 
  54. «Hanseníase ou Lepra - agente etiológico». Universidade Federal Fluminense. Consultado em 19 de junho de 2017. 
  55. «O que é a lepra» (PDF). Organização Mundial da Saúde (WHO, World Health Organization). Consultado em 19 de junho de 2017. 
  56. «O que é afasia?» (PDF). AIA - Association Internationale Aphasie. Consultado em 13 de junho de 2017.