O Sonho de Wadjda

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Ambox rewrite.svg
Esta página precisa ser reciclada de acordo com o livro de estilo (desde março de 2018).
Sinta-se livre para editá-la para que esta possa atingir um nível de qualidade superior.
Searchtool.svg
Esta página foi marcada para revisão, devido a incoerências e/ou dados de confiabilidade duvidosa. Se tem algum conhecimento sobre o tema, por favor, verifique e melhore a coerência e o rigor deste artigo.
Question book-4.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, o que compromete a verificabilidade (desde março de 2018). Por favor, insira mais referências no texto. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
O Sonho de Wadjda
Tema discriminação
País Arábia Saudita, Alemanha, Países Baixos, Jordânia, Emirados Árabes Unidos, Estados Unidos
Lançamento 2012, 31 de agosto de 2012, 5 de setembro de 2013
Gênero filme dramático
Duração 98 minutos

O Sonho de Wadjda[1][2] (Wadjda; em árabe: وجدة) é um filme teuto-saudita dirigido por Haifaa al-Mansour em 2012.

É o primeiro longa-metragem saudita dirigido por uma mulher.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

O filme conta a história de Wadjta, uma menina que, mesmo sendo criada na doutrina muçulmana, tem um jeito de pensar e agir diferente do das outras meninas de sua idade. Ela sonha ter uma bicicleta para brincar com seu amigo Abdallah, porém, em sua cultura, meninas não andam de bicicleta e muito menos com meninos. Wadjta não desiste e, para juntar dinheiro, faz pequenos trabalhos artesanais e até participa de um concurso. Enquanto isso, enfrenta problemas na escola e em casa.

Elenco[editar | editar código-fonte]

  • Waad Mohammed: Wadjta, estudante, sonhadora e dedicada
  • Reem Abdullah: mãe de Wadjta, culpa-se por não ter tido um filho homem como queria o marido
  • Abdullrahman Al Gohani: Abdallah, amigo de Wadjta
  • Ahd: Hussa, diretora da escola, rígida e inflexível
  • Sultan Al Assaf: o pai de Wadjta, ausente, deseja casar-se com outra mulher para ter um filho homem
Portal A Wikipédia tem os portais:

Referências

  1. «O Sonho de Wadjda». Adoro Cinema (BRA). Consultado em 25 de março de 2014. 
  2. «O Sonho de Wadjda». Cinema no Sapo (Portugal). Consultado em 25 de março de 2014. 
Ícone de esboço Este artigo sobre um filme saudita é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.