O Homem do Pau-brasil

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de O homem do Pau-Brasil)
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book-4.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, o que compromete a verificabilidade (desde janeiro de 2016). Por favor, insira mais referências no texto. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
O homem do pau-brasil
 Brasil
1982 •  cor •  106 min 
Direção Joaquim Pedro de Andrade
Roteiro Oswald de Andrade (livro)
Alexandre Eulálio (colaboração)
Joaquim Pedro de Andrade(roteiro)
Elenco Ítala Nandi
Flávio Galvão
Regina Duarte
Cristina Aché
Dina Sfat
Grande Otelo
Género comédia
Idioma português
Página no IMDb (em inglês)

O homem do pau-brasil é um filme brasileiro de 1982, do gênero comédia fantástica, dirigido por Joaquim Pedro de Andrade. O roteiro é baseado na obra de Oswald de Andrade,[1] um dos mais importantes ícones do modernismo no Brasil.

Elenco principal[editar | editar código-fonte]

Obs.: Sobre as alusões a vultos históricos, vide artigo "O homem do pau brasil na cidade dele" de Alexandre Eulálio em site da Unicamp - Acessado em 12-01-16.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

O jornalista e escritor Oswald aparece como duas pessoas, um homem e uma mulher. Ele é casado com Lalá mas cai de amores pela jovem Doroteia, a quem tenta lançar a carreira de bailarina no cenário artístico. Com outros companheiros artistas ele agita a Semana de Arte Moderna de 1922. Conhecendo a artista milionária Branca Clara, parte com ela para Paris a bordo de um navio a vapor. Ao retornar, traz com ele o poeta francês maneta Blaise Sans Bras que deseja fazer um filme com financiamento do governo paulista mas os planos são interrompidos pela revolução militar. Ele inicia o movimento antropofágico e se envolve com o operariado comunista, quando conhece seu novo amor Rosa Lituana. Por fim ele adere ao naturismo.

Prêmios[editar | editar código-fonte]

O Homem do Pau-Brasil recebeu o troféu Candango de melhor filme e melhor atriz (Dina Sfat) no Festival de Brasília de 1981. Foi exibido na 5ª Mostra internacional de cinema.

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre um filme brasileiro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.