O sexo bem comportado

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Le Bon Sexe illustré
O sexo bem comportado
Autor(es) Tony Duvert
Idioma francês
País Flag of France.svg França
Gênero ensaio
Editora Éditions de Minuit (primeira edição em português: Edições Afrontamento, 1974)
Lançamento 1973

O sexo bem comportado (título original em francês: Le Bon Sexe illustré) é um ensaio do escritor francês Tony Duvert, publicado em 1973. Juntamente com L'Enfant au masculin (1980), O sexo bem comportado é o ensaio onde Tony Duvert expõe com mais força as suas convições, também expressas em vários dos seus romances onde as crianças desempenham um papel protagonista.

O livro, ampliação do seu artigo de 1973 «La sexualité chez les crétins», publicado na revista literária Minuit,[1] foi escrito em resposta ao sucesso de L'encyclopédie de la vie sexuelle publicada pela Hachette. Nele, Tony Duvert critica com força a educação sexual e a família e defende a liberação sexual das crianças[2][3]. Duvert afirma: «Há que reconhecer aos menores, crianças e adolescentes, o direito de fazer amor. De fazê-lo, e não de ouvir falar sobre ele aos adultos. Não é uma simples necessidade de liberdade e de justiça: é o único remédio possível para os flagelos da Ordem sexual, que essa "educação" tenta ocultar doutrinando as vítimas.»[4][5].


Referências

  1. Tony Duvert, «La sexualité chez les crétins», Minuit, n.º 3 (março 1973).
  2. Meerbeeck, Philippe; Nobels, Claude. Quand on n'a que l'amour. Arquivado em 7 de abril de 2014, no Wayback Machine.. Paris: De Boeck, 1992, p. 65. ISBN 2804116085.
  3. Gerstner, David. Routledge International Encyclopedia of Queer Culture. Londres/Nova Iorque: Routledge, 2012, p. 195. ISBN 0415306515.
  4. Acquin, Bertrand. Ce soir l'apocalypse... Il était temps ! (em francês). Paris: L’Age d’Homme, 2006, p. 324. ISBN 2825136085.
  5. Contracapa de Le Bon Sexe illustré, Éditions de Minuit, 1974
Outros projetos Wikimedia também contêm material sobre este tema:
Wikiquote Citações no Wikiquote