O Terreiro (Antonio Ferrigno)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
O Terreiro
Autor Antonio Ferrigno
Data 1903
Gênero pintura histórica
Técnica tinta a óleo
Dimensões 100 centímetros x 150 centímetros
Localização Museu Paulista
Sound-icon.svg Descrição audível da obra no Wikimedia Commons

O Terreiro é uma pintura de Antonio Ferrigno. A data de criação é 1903. A obra é do gênero pintura histórica. Está localizada em Museu Paulista. Retrata a Fazenda Santa Gertrudes, onde foi pintada, e a produção de café no Brasil.[1][2]

O terreiro, representado na imagem, é onde os trabalhadores da fazenda secavam os grãos de café antes do beneficiamento. O produto era espalhado por uma área e lavado.[3]

Essa pintura integra uma série de realizada por Ferrigno a partir de uma encomenda do proprietário da Fazenda Santa Gertrudes, Eduardo da Silva Prates, o Conde de Prates. A tela, junto com outras cinco pinturas de Ferrigno sobre a mesma fazenda, participou com o aval do governo brasileiro da Exposição Universal de Saint Louis, em que obteve sucesso no objetivo de representar a vida no Brasil.[2] O sucesso da série sobre a fazenda contribuiu para que Ferrigno ficasse conhecido como o "pintor do café".[4]

Esta obra, que faz parte da série de pinturas de Ferrigno sobre as várias etapas do café, foi definida como uma "verdadeira joia", que documenta um período da história brasileira.[5] A obra é considerada um registro da economia cafeeira paulistana, destacando a mão de obra assalariada.[6] Também foi destacado o didatismo da série de Ferrigno.[7]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. www.duscatolin.com.br, Agência Du.scatolin -. «Imagens». Fazenda Santa Gertrudes. Consultado em 16 de maio de 2018 
  2. a b Cultural, Instituto Itaú. «Antônio Ferrigno | Enciclopédia Itaú Cultural». Enciclopédia Itaú Cultural 
  3. «Fazenda Santa Gertrudes, Limeira Fazenda Santa Gertrudes». www.portalsaofrancisco.com.br. Consultado em 23 de maio de 2018 
  4. Rocha, Alexandre Luiz (17 de outubro de 2008). «Fazenda Santa Gertrudes: modelo de produção cafeeira no oeste paulista. 1895-1930: contribuição de Eduardo Prates à definição de novos parâmetros produtivos». doi:10.11606/T.16.2008.tde-23082010-083624 
  5. Tarasantchi, Ruth Sprung (2002). Pintores paisagistas: São Paulo, 1890 a 1920. [S.l.]: EdUSP. ISBN 9788531405983 
  6. Ferrigno, Antonio (2004). Antonio Ferrigno, 100 Anos Depois: Pinacoteca Do Estado de Sao Paulo, 25 de Junho a 14 de Agosto de 2005 (em inglês). [S.l.]: Pinacoteca do Estado de Sao Paulo 
  7. «Dos Cafezais Nasce um Novo Brasil». Issuu (em inglês)