Obélix e Companhia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa


Obélix et Compagnie
Álbum da série Astérix
Imagem ilustrativa padrão; esse artigo não possui imagem.
País de origem  França
Língua de origem Francês
Editora(s) Hachette
Primeira edição 1976
Primeira publicação Revista Le Nouvel Observateur (1976)
Género(s) humor, aventura
Argumento René Goscinny
Desenho Albert Uderzo
Personagens principais Astérix, Obélix
Título(s) em português Obélix e Companhia
Títulos da série Astérix
La Grande Traversée
Astérix chez les Belges

Obélix e Companhia (francês Obélix et Compagnie) é o vigésimo-terceiro álbum da série de banda desenhada franco-belga Astérix, escrito por René Goscinny e ilustrado por Albert Uderzo, publicado em 1976 na revista Le Nouvel Observateur, republicado no formato álbum no mesmo ano.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Gtk-paste.svg Aviso: Este artigo ou se(c)ção contém revelações sobre o enredo.

Os romanos têm um novo plano para dominar a aldeia dos irredutíveis gauleses, pretendem conquistá-la. Para isso enviam um patrício romano até à Gália para seduzir Obélix e vender-lhe menires, enquanto controla o preço dos mesmos, deixando o guerreiro gaulês o homem mais rico da aldeia.

Logicamente que o enriquecimento súbito de Obélix atrai as atenções, além disso ele começou a colocar vários habitantes da aldeia a trabalhar para ele. Astérix aborrecido por ver o amigo distante e ganancioso, decide dar-lhe uma lição, convencendo outros habitantes da aldeia a fazer menires.

Com o negócio dos menires em alta, a aldeia acalmou e pararam os ataques aos romanos, mas em contrapartida Roma encontra-se sem dinheiro, pelo que suspende o pagamento de menires. Os gauleses descobrem que foram usados e atacam o forte romano.

Curiosidades[editar | editar código-fonte]

Broom icon.svg
Se(c)ções de curiosidades são desencorajadas pelas políticas da Wikipédia.
Ajude a melhorar este artigo, integrando ao corpo do texto os itens relevantes e removendo os supérfluos ou impróprios (desde janeiro de 2012).
  • Em álbuns posteriores, como: "Asterix e Latraviata" Astérix e Obélix festejam o aniversário no mesmo dia, mas neste álbum apenas Obélix o festeja.
  • Este livro pretende ser uma caricatura ao capitalismo desenfreado, onde um objecto tão inútil como um menir alcança um grande valor de mercado, pois o governo romano faz uma grande campanha de propaganda estimulando os romanos a comprar menires, não porque sirvam para alguma coisa, mas como símbolo de status, e para fazer inveja aos vizinhos.[carece de fontes?]
  • Caius Vendemonus é uma caricatura de Jacques Chirac[carece de fontes?]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]