Objeto interestelar

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Órbita hiperbólica do 'Oumuamua.

Objeto interestelar é um corpo diferente de um objeto estelar ou subestelar localizado no espaço interestelar e não gravitacionalmente ligado a uma estrela. Eles podem incluir asteroides ou cometas (ou exocometas).[1][2] Além de cometas conhecidos no Sistema Solar ou cometas extrasolares conhecidos,[3][4][5] no presente, um cometa interestelar só pode ser detectado se ele passar pelo Sistema Solar e poder ser distinguido de um cometa da Nuvem de Oort por a sua trajetória fortemente hiperbólica (indicando que não está gravitacionalmente ligado ao Sol).[2] Até 2017, o objeto mais excêntrico conhecido, o C/1980 E1, teve uma excentricidade de 1.057,[6] muito menos do que o esperado para um cometa interestelar.

O primeiro descoberto e o único objeto interestelar conhecido até à hoje é o 'Oumuamua (anteriormente C/2017 U1-PANSTARRS e A/2017 U1). O objeto tem uma excentricidade de cerca de 1.195. Inicialmente foi chamado C/2017 U1 porque foi assumido como uma cometa, mas foi renomeado para A/2017 U1 depois que nenhuma atividade cometária foi encontrada.[7] Depois que sua natureza interestelar foi confirmada, foi renomeado para 1I/'Oumuamua: "1" porque é o primeiro desse tipo de objeto astronômico a ser descoberto; "I" para interestelar e "'Oumuamua'" é uma palavra havaiana que significa "um mensageiro de longe que chega primeiro".[8]

Referências

  1. Valtonen, Mauri J.; Jia-Qing Zheng; Seppo Mikkola (Março de 1992). «Origin of oort cloud comets in the interstellar space». Springer Netherlands. Celestial Mechanics and Dynamical Astronomy. 54 (1–3): 37–48. Bibcode:1992CeMDA..54...37V. doi:10.1007/BF00049542. Consultado em 30 de dezembro de 2008 
  2. a b Francis, Paul J. (20 de dezembro de 2005). «The Demographics of Long-Period Comets» (PDF). The Astrophysical Journal. 635 (2): 1348–1361. Bibcode:2005ApJ...635.1348F. arXiv:astro-ph/0509074Acessível livremente. doi:10.1086/497684. Consultado em 3 de janeiro de 2009 
  3. «'Exocomets' Common Across Milky Way Galaxy». Space.com. 7 de janeiro de 2013. Consultado em 8 de janeiro de 2013. Arquivado do original em 16 de setembro de 2014 
  4. Beust, H.; Lagrange-Henri, A.M.; Vidal-Madjar, A.; Ferlet, R. (1990). «The Beta Pictoris circumstellar disk. X – Numerical simulations of infalling evaporating bodies». Astronomy and Astrophysics (ISSN 0004-6361). 236: 202–216. Bibcode:1990A&A...236..202B 
  5. Sanders, Robert (7 de janeiro de 2013). «Exocomets may be as common as exoplanets». University of California, Berkeley. Consultado em 8 de janeiro de 2013 
  6. «JPL Small-Body Database Browser: C/1980 E1 (Bowell)» (1986-12-02 last obs). Consultado em 8 de janeiro de 2010 
  7. «We May Just Have Found An Object That Originated From OUTSIDE Our Solar System». IFLScience. 26 de outubro de 2017 
  8. «Aloha, 'Oumuamua! Scientists confirm that interstellar asteroid is a cosmic oddball». GeekWire. 20 de novembro de 2017 
Ícone de esboço Este artigo sobre astronomia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.