Obras do Projeto Delta

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Oosterscheldekering, o mais largo dos treze diques do Plano Delta.
Oosterscheldekering, vista lateral.
Portal A Wikipédia possui o
Portal dos Países Baixos

As obras do Projeto Delta ou Projeto Delta (Neerlandês: Deltawerken) são um sistema de defesa contra a subida do nível do mar para a região do delta (Zelândia e sul da Holanda do Sul) dos Países Baixos.

História[editar | editar código-fonte]

Durante a inundação do Mar do Norte em 1953, uma brecha num dique dos Países Baixos provocou a morte de 1.835 pessoas, forçando a evacuação de outras 70.000 pessoas, e levando à destruição de 4.500 edificações. Para evitar que uma catástrofe assim se repetisse, um ambicioso projeto foi posto em andamento, o Projeto Delta, reunindo as desembocaduras do rio Reno e do rio Mosa.

As obras mais destacadas do complexo são a Oosterscheldekering e a Maeslantkering. O projeto é considerado uma das sete maravilhas do mundo moderno segundo a American Society of Civil Engineers.

Construções[editar | editar código-fonte]

Os trabalhos ligados ao plano delta foram desenvolvidos em um período de 30 anos e compreendem:

  • Stormvloedkering Hollandse Ijssel (1958)
  • Zandkreekdam (1960)
  • Veerse Gatdam (1961)
  • Grevelingendam (1965)
  • Volkerakdam (1969)
  • Haringvlietdam (1971)
  • Brouwersdam (1971)
  • Markiezaatskade (1983)
  • Oosterscheldekering (1986)
  • Oesterdam (1987)
  • Philipsdam (1987)
  • Bathse spuisluis (1987)
  • Maeslantkering (1997)

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Commons
O Commons possui imagens e outras mídias sobre Obras do Projeto Delta
Ícone de esboço Este artigo sobre a geografia dos Países Baixos é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
Ícone de esboço Este artigo sobre Engenharia (genérico) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.