Observador (jornal)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Observador
Logo observador pequeno.png
Periodicidade A qualquer instante (online)
Formato Jornal eletrónico[1]
Sede Rua João Saraiva, n.º 7, 1700-248 Alvalade, Lisboa, Portugal[2]
País Portugal (online globalmente)
Fundação 19 de maio de 2014
Fundador(es) António Carrapatoso, José Manuel Fernandes, Rui Ramos[1]
Presidente António Carrapatoso[3]
Proprietário Observador On Time, S.A.
Director José Manuel Fernandes (publisher)[3]
Miguel Pinheiro (executivo)[3]
Filomena Martins (adjunto)[3]
Pedro Jorge Castro (adjunto)[3]
Idioma Português
Circulação 6 351 540 (dezembro de 2015)[4]
Sítio oficial observador.pt

O Observador é um jornal generalista digital português, cuja primeira edição foi a 19 de maio de 2014. É o único jornal em Portugal inteiramente digital - excetuando as edições anuais de aniversário e de lifestyle.

O jornal foi criado como uma aposta no meio digital, que alguns jornalistas e investidores consideravam, no momento da fundação, ser o futuro.[5]

História[editar | editar código-fonte]

Com a sua primeira edição a 19 de maio de 2014, e assumindo ter sido criado fora dos grupos editoriais em Portugal,[1][6] António Carrapatoso preside atualmente ao conselho de administração, que tem como vogais Duarte Schmidt Lino, José Manuel Fernandes (que é publisher)[5] e Rui Ramos.[7] O jornal, generalista e digital, foi lançado graças ao investimento de vários empresários portugueses.[8]

Aquando do seu lançamento, propôs-se publicar os temas principais e funcionar sem interrupções - todos os dias da semana e 24 sobre 24 horas.[9] Numa das primeiras páginas criadas pelo projecto jornalístico, o jornal declarava, do ponto de vista editorial, que "defende sem ambiguidades a democracia representativa, a economia de mercado e uma sociedade aberta e global - por isso estimulará debates públicos e não hesitará em tomar posição".[5]

No primeiro mês, reportou 630 mil visitantes.[10] No mês seguinte, o jornalista Paulo Moura do jornal Público, numa notícia sobre a Direita em Portugal, declarou que o jornal Observador era assumidamente de direita.[11] Um ano mais tarde, em agosto de 2015, registou cerca de seis milhões de visitas e 35 milhões de páginas vistas.[12] Em agosto de 2017, registou doze milhões de visitas e 46 milhões de páginas vistas.[4] No mesmo mês, contava com 40 jornalistas na sua equipa.[3]

No primeiro ano de funcionamento, o jornal venceu o prémio de "Lançamento do Ano" nos prémios Meios & Publicidade. Foi eleito jornal do ano em 2018 pela mesma organização[13] e em 2019 venceu o galardão "Imprensa e Digital - Media" da Marktest.[14] Foi, também, eleito melhor jornal generalista do ano em 2018 e 2019.[15]

Apesar de ser online, o jornal publica edições aquando do seu aniversário de na área de lifestyle.[16][17] O Observador conta com diversas figuras notáveis portuguesas na sua equipa, como o ex-Presidente da Assembleia da República Jaime Gama (professor e jornalista de profissão), que é Presidente do Conselho Geral,[3][18] o historiador Rui Ramos, um dos fundadores e membro do Conselho de Administrador,[3][19] e José Manuel Fernandes, jornalista, cronista e escritor, também um dos fundadores e publisher.[3][20][21]

Rádio Observador[editar | editar código-fonte]

Rádio Observador
País Portugal Portugal
Frequência(s) 98,7 FM Seixal
98,4 FM Porto
88,1 FM São João da Madeira
93,7 Amadora
Sede Alvalade, Lisboa, Portugal[22]
Fundação 27 de junho de 2019 (2019-06-27)
Pertence a Observador On Time, S.A.
Género informação
Idioma (em português)
Webcast observador.pt/player/
Sítio oficial observador.pt/radio/

A 27 de junho de 2019, deu início a emissão da Rádio Observador na região da Grande Lisboa, na frequência 98,7 FM, com uma equipa de cerca de 30 pessoas.[23] Meses depois, a 6 de outubro de 2019, deu início à emissão na região do Grande Porto, na frequência 98,4 FM.[24] A 20 de janeiro de 2021, a rádio deu início à emissão na Região de Aveiro, na frequência 88,1 FM, com a frequência sediada em São João da Madeira[25] e, a 19 de março de 2021, começa a emitir nos 93,7 MHz Amadora, reforçando a emissão na Grande Lisboa.[26]

Frequências FM[editar | editar código-fonte]

Podcasts[editar | editar código-fonte]

No mesmo dia do arranque da Rádio, vários programas da sua programação habitual começaram a ser disponibilizados sob a forma de podcast. Ao fim de 3 meses, já tinham sido efetuadas mais de 1 milhão de descargas de podcasts.[27]

Destacavam-se, por essa altura, os mais ouvidos:

  • Direto ao Assunto
  • Contra Corrente
  • Ideias Feitas
  • Porque Sim Não é Resposta

No dia 15 de fevereiro de 2022, a Rádio Observador lançou A História do Dia. Este podcast não resulta de um programa de rádio gravado, antes consiste numa gravação cortada e editada, posteriormente lançada em rádio e em podcast. Trata-se de conversas com "jornalistas da redação e convidados" para explicar assuntos que marquem a atualidade, num espaço de sensivelmente 20 minutos. Este podcast é emitido e disponibilizado simultaneamente, pelas 06:30 nos dias úteis.

Ao longo dos anos, a Rádio Observador criou 144 diferentes podcasts, disponibilizando-os em várias plataformas, como o Google Podcasts, Apple Podcasts, Spotify Podcasts, e o seu próprio website. Destes, muitos já não estão ativos. De entre todos, contam-se 80 os que tiveram novo conteúdo em 2022, e sensivelmente 60 os que tiveram conteúdo novo durante o mês de setembro desse ano.[28]

Prémios[editar | editar código-fonte]

O Observador conta com a premiação de três trabalhos do jornal digital por duas associações LGBT portuguesas.[29][30][31]

Em 2022, o Observador venceu o mais importante prémio de jornalismo ibero-americano, o Prémio Gabo, na categoria de Imagem. A equipa de jornalistas responsável pela peça premiada era composta por João Porfírio, Carlos Diogo Santos, Miguel Feraso Cabral, Catarina Santos e Ana Moreira. O Prémio Gabo tem como objectivo reconhecer o que de melhor se faz no jornalismo, tanto em língua espanhola como em portuguesa.[32][33]

Referências

  1. a b c Fernandes, José Manuel (19 de maio de 2014). «Tudo o que precisa de saber sobre o Observador». Observador. Observador On Time, S.A. Cópia arquivada em 13 de outubro de 2015 
  2. «Termos e Condições». Observador. Observador On Time, S.A. Consultado em 22 de abril de 2016 
  3. a b c d e f g h i «Ficha Técnica». Observador. Observador On Time, S.A. Consultado em 22 de abril de 2016 
  4. a b «Ranking netScope de Dezembro de 2015». Visitantes em dezembro de 2015. Marktest. Consultado em 22 de abril de 2016 
  5. a b c «Observador, o novo jornal diário em Portugal». TVI24. 3 de janeiro de 2014. Cópia arquivada em 13 de outubro de 2015 
  6. Lopes, Maria (9 de maio de 2014). «Novo jornal online diário Observador lançado dia 19». Público. Cópia arquivada em 13 de outubro de 2015 
  7. Lusa (18 de maio de 2014). «Jornal online Observador arranca segunda-feira». Diário de Notícias. Cópia arquivada em 13 de outubro de 2015 
  8. «Conheça quem manda no grupo do jornal Observador». www.cmjornal.pt. Consultado em 11 de outubro de 2022 
  9. Lusa (10 de maio de 2014). «Observador "online" a 19 de maio para "informar com rigor e pôr pessoas a pensar"». Diário de Notícias da Madeira. Cópia arquivada em 13 de outubro de 2015 
  10. Varzim, Tiago (23 de junho de 2014). «Observador atinge 4 milhões de 'page views' um mês após lançamento». Espalha-Factos. Cópia arquivada em 13 de outubro de 2015 
  11. Moura, Paulo (15 de junho de 2014). «Os intelectuais de direita estão a sair do armário». Público. Consultado em 24 de agosto de 2016. (...) e surgiu um novo jornal, totalmente online, com tendência assumidamente de direita, o Observador. 
  12. «Ranking netScope de Agosto de 2015». Marktest. Consultado em 22 de abril de 2016 
  13. «Observador eleito jornal generalista de 2018». Observador. 20 de setembro de 2018 
  14. «Observador ganha prémio "Imprensa e Digital — Media" da Marketeer». Observador. 31 de maio de 2019 
  15. «Observador». Observador. Consultado em 14 de Janeiro de 2021 
  16. «"Observador" em revista única em papel». Clube Português da Imprensa 
  17. «Observador lança-se (em papel) no Lifestyle». Briefing. 16 de novembro de 2017 
  18. «Jaime Gama». www.parlamento.pt. Consultado em 11 de outubro de 2022 
  19. «ICS - Rui Ramos». Consultado em 11 de outubro de 2022 
  20. «José Manuel Fernandes | Jornalista». PÚBLICO. Consultado em 11 de outubro de 2022 
  21. Observador. «José Manuel Fernandes». Observador. Consultado em 11 de outubro de 2022 
  22. «Rádio Observador». Observador. Observador On Time, S.A. Consultado em 14 de janeiro de 2021 
  23. «É agora: a Rádio Observador já está no ar». Observador. 26 de junho de 2019 
  24. «A Rádio Observador chega ao Grande Porto em 98.4 FM». Observador. 5 de outubro de 2019 
  25. «Nova frequência: Rádio Observador chega ao distrito de Aveiro em 88.1 fm». Observador. 20 de Janeiro de 2021 
  26. Observador, Rádio. «Rádio Observador reforça cobertura na Grande Lisboa em 93.7 FM». Observador. Consultado em 11 de outubro de 2022 
  27. Observador. «Podcasts da Rádio Observador superam 1 milhão de downloads». Observador. Consultado em 20 de setembro de 2022 
  28. Observador. «Programas - o lugar do conteúdo multimédia». Observador. Consultado em 20 de setembro de 2022 
  29. «Programa ADN do Observador vence prémio ex aequo». Observador. 11 de novembro de 2015. Consultado em 23 de novembro de 2015 
  30. «Observador vence prémio Arco-Íris com reportagem sobre o Colégio Militar». Observador. 27 de dezembro de 2016. Consultado em 23 de novembro de 2021 
  31. «Observador vence prémio Arco-Íris 2017 da ILGA Portugal». Observador. 27 de dezembro de 2017. Consultado em 23 de novembro de 2021 
  32. Salgueiro, Maria. «Gabo. Observador vence o mais importante prémio de jornalismo ibero-americano». Observador. Consultado em 11 de outubro de 2022 
  33. «Reportagem multimédia em Andriivka. Radiografia de uma aldeia sob ocupação russa durante 30 dias». Premio y Festival Gabo (em espanhol). 11 de outubro de 2022. Consultado em 11 de outubro de 2022 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]