Observatório de Torre Alta da Amazônia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Observatório de Torre Alta da Amazônia (em inglês: Amazon Tall Tower Observatory - ATTO) é uma torre de pesquisa científica localizada na Amazônia com uma altura de 325 metros, sendo a maior estrutura da América Latina.[1] O local é distante de qualquer presença humana, cerca de 150 quilômetros de Manaus.[2] O projeto teve um custo total de cerca de 20 milhões de dólares e foi feito através de uma parceria entre o Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (INPA) e o Instituto Max Planck, da Alemanha.[3]

O objetivo da torre é estudar o clima da floresta tropical praticamente intocada em torno dela. A estrutura fornece informações sobre uma área de aproximadamente 100 quilômetros quadrados em torno da torre. Entre os dados que serão coletados, a torre medirá os fluxos amazônicos de calor, água, gás carbônico, além de analisar padrões climáticos, (vento, umidade, formação de nuvens, etc).[4]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Brazil builds giant Amazon observation tower». BBC. 14 de setembro de 2014. Consultado em 14 de setembro de 2014 
  2. «Factsheet ATTO». Consultado em 15 de janeiro de 2015 
  3. «Torre 'gigante' vai monitorar Amazônia». 13 de setembro de 2014. Consultado em 16 de janeiro de 2015 
  4. G1, ed. (4 de fevereiro de 2013). «Amazônia terá torre científica de 320 m no fim do ano, prevê diretor de projeto». Consultado em 16 de janeiro de 2015 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre o Brasil é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.