Ocara (Ceará)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Município de Ocara
"Oca, é casa de índio
Cara, é rosto de gente.
Foi Jurema no passado,
É Ocara no presente.
POETA ZÉ MITÔCA"
Da esquerda pra direita: 1ª foto: vista do topo do serrote de Ocara; 2ª foto: Igreja matriz de Ocara; 3° foto: vista aérea do centro do município, 4ª foto: vista aérea da praça da fonte na sede da cidade, 5ª foto: entrada da cidade; 6ª foto: desfile cívico do 7 de setembro; 7ª foto: logo da tradicional festa das almas; 8ª foto: vista área da avenida principal.

Da esquerda pra direita: 1ª foto: vista do topo do serrote de Ocara; 2ª foto: Igreja matriz de Ocara; 3° foto: vista aérea do centro do município, 4ª foto: vista aérea da praça da fonte na sede da cidade, 5ª foto: entrada da cidade; 6ª foto: desfile cívico do 7 de setembro; 7ª foto: logo da tradicional festa das almas; 8ª foto: vista área da avenida principal.
Bandeira de Ocara
Brasão de Ocara
Bandeira Brasão
Hino
Aniversário 28 de dezembro
Fundação 28 de dezembro de 1987 (29 anos)
Gentílico ocarense
Padroeiro(a) Santo Antônio
CEP 62755-000
Prefeito(a) Amália Lopes de Sousa (PP)
(2017–2020)
Localização
Localização de Ocara
Localização de Ocara no Ceará
Ocara está localizado em: Brasil
Ocara
Localização de Ocara no Brasil
04° 29' 27" S 38° 35' 49" O04° 29' 27" S 38° 35' 49" O
Unidade federativa  Ceará
Mesorregião Norte Cearense IBGE/2008[1]
Microrregião Microrregião de Chorozinho
Municípios limítrofes Norte: Chorozinho, Leste: Cascavel, Morada Nova, Sul: Morada Nova, Ibaretama, Oeste: Aracoiaba
Distância até a capital 101 km
Características geográficas
Área 765,366 km² [2]
População 25 123 hab. IBGE/2015[3]
Densidade 32,82 hab./km²
Altitude 67 m
Clima Tropical quente semi-árido
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,594 (CE: 145º) – baixo PNUD/2000[4]
PIB R$ 71 053,164 mil IBGE/2008[5]
PIB per capita R$ 2 915,48 IBGE/2008[5]
Página oficial
Prefeitura http://ocara.ce.gov.br

Ocara é um município brasileiro do estado do Ceará, localizado na mesorregião Norte cearense e na Microrregião de Chorozinho. A população estimada em 2015 era de 25.123 habitantes. É um dos municípios mais novos do Ceará, tendo se emancipado politicamente em 1987.

Etimologia[editar | editar código-fonte]

O topônimo Ocara vem do tupi-guarani e significa palco, terreiro ou terraço de aldeia ou taba. Sua denominação original era Jurema e, desde 1943, Ocara.

História[editar | editar código-fonte]

Chamou-se primitivamente Jurema, denominação que caracteriza certa espécie arbórea e própria de solos empobrecidos, rasos e impermeáveis. Suas origens estão vinculadas à família de João Correia dos Santos, fazendeiro e comerciante no local, porém se data que possa identificar as relações do tempo.

A região entre os rios Choró e Piranji e a Serra do Cantagalo era habitada por índios como os Jenipapo, Kanyndé[6],[7], Choró, Jaguaribana e Quesito. Com a catequização realizadas pelos jesuítas junto aos índios da região, e a introdução da pecuária na época da carne seca e charque; e depois a implantação do café e algodão no final século XVIII, surgiram fazendas e núcleos urbanos, e Ocara foi um destes.

Formação Administrativa[editar | editar código-fonte]

Distrito criado com a denominação de Jurema, pelo decreto estadual nº 448, de 20 de dezembro de 1938, criados com terras do território dos distritos de São Sebastião e Vazantes, subordinado ao município de Aracoiaba. No quadro fixado para vigorar no período de 1939-1943, o distrito de Jurema figura no município de Aracoiaba. Pelo decreto-lei estadual nº 1114, de 30 de dezembro de 1943, o distrito de Jurema passou a denominar-se Ocara. Em divisão territorial datada de 1-VII-1950, o distrito de Ocara permanece no município de Aracoiaba. Assim permanecendo em divisão territorial datada de 1-VII-1960. Elevado à categoria de município com a denominação de Ocara, pela lei estadual nº 6832, de 6 de dezembro de 1963, desmembrado de Aracoiaba. Sede no antigo distrito de Ocara.

Constituído do distrito sede. Em divisão territorial datada de 31-XII-1963, o município é constituído do distrito sede. Pela lei estadual nº 8339, de 14 de dezembro de 1965, é extinto o município de Ocara, sendo seu território anexado ao município de Aracoiaba, como simples distrito. Em divisão territorial datada de 31-XII-1968, o distrito de Ocara figura no município de Aracoiaba. Assim permanecendo em divisão territorial datada de 1988. Elevado novamente à categoria de município com a denominação de Ocara, pela lei estadual nº 11415, de 28 de dezembro de 1987, desmembrado de Aracoiaba. Sede no antigo distrito de Ocara. Constituído de 2 distritos: Ocara e Curupira. Instalado em 1 de janeiro de 1989. Pela lei municipal nº 39, de 26 de janeiro de 1990, é criado o distrito de Serragem e anexado ao município de Ocara. Pela lei municipal nº 42, de 26 de janeiro de 1990, foram criados os distritos de Arisco dos Marianos, Novo Horizonte e Sereno de Cima e anexados ao município Ocara. Em divisão territorial datada de 1991, o município é constituído de 6 distritos: Ocara, Arisco dos Marianos, Curupira, Novo Horizonte, Sereno de Cima e Serragem.Assim permanecendo em divisão territorial datada 2007.[8]

Demografia[editar | editar código-fonte]

População[editar | editar código-fonte]

Segundo dados do IBGE 2015[3], a população ocarense era de 25.123 habitantes, sendo assim o 78º município mais populoso do Ceará e apresentando uma densidade populacional de 32,82 hab/km². Em 2010[9] era de 24.007 habitantes, significando um aumento de 4,65% numa taxa de 0,93% ao ano (Ver tabela - Crescimento populacional).

Crescimento populacional
Censo Pop.
1991 19.828 -
2000 21.584 8,85%
2010 24.007 11,23%
2015[9] 25.123 4,65%

Desse total (Ver tabela - população Rural/Urbana), 7.605 habitantes viviam na zona urbana (31,68%) e 16.402 na zona rural (68,32%). Ao mesmo tempo,12.317 eram do sexo masculino (51,31%) e 11.690 do sexo feminino (48,69%), tendo uma razão de sexo de 105,36[10]. Em relação a composição racial, 16.931 se declararam pardos (70,52%), 5.690 brancos (23,70%), 1.234 pretos (5,14%), 133 amarelos (0,56%) e 19 indígenas (0,08%)[11].

População Rural/Urbana[12]
População 1991 % do total (1991) 2000 % do total (2000) 2010 % do total (2010)
População total 19.828 100,00 21.584 100,00 24.007 100,00
Urbana 5.182 26,13 6.372 29,52 7.605 31,68
Rural 14.646 73,87 15.212 70,48 16.402 68,32

Fonte: PNDE, Ipea e FJP.

Quanto a faixa etária, 6.366 tinham menos de 15 anos (26,52%), 6.658 tinham de 15 a 29 anos (27,73%), 4.681 de 30 a 44 anos (19,50%), 3.292 de 45 a 59 anos (13,71%) e 3.010 com idade superior a 60 anos (12,54%). Levando em conta a população potencialmente ativa (de 15 a 64 anos), eram 15.433 habitantes (64,33%), com uma razão de dependência de 55,46% . O índice de envelhecimento é de 9,16[12]. Abaixo a comparação com os censos anteriores:

Estrutura etária da população - Ocara[12]
Estrutura etária População

(1991)

% do Total

(1991)

População

(2000)

% do Total

(2000)

População

(2010)

% do Total

(2010)

Menos de 15 anos 8.355 42,14 7.742 35,87 6.366 26,52
15 a 64 anos 10.313 52,01 12.318 57,07 15.443 64,33
65 anos ou mais 1.160 5,85 1.524 7,06 2.198 9,16
Razão de dependência 92,26 - 75,22 - 55,46 -
Índice de envelhecimento 5,85 - 7,06 - 9,16 -

Fonte: PNDE, Ipea e FJP.

Considerando a nacionalidade da população, todos os ocarenses são brasileiros natos[13]. Em relação à região de nascimento, 23.875 eram nascidos na Região Nordeste (99,45%), 34 no Sudeste (0,14%), 70 no Norte (0,29%), além de 28 sem especificação (0,12%).[14]. 16.785 habitantes são nascidos em Ocara (70,71%)[15]. No mesmo ano, ainda 8,9% das crianças de até 1 ano de idade não tinham registro de nascimento em cartório[16].

O Índice de Desenvolvimento Humano (IDH-M) do município é considerado baixo, de acordo com dados do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). Segundo dados do relatório de 2010, divulgado em 2013, seu valor era de 0,594, sendo o 145° maior do Ceará e o 4284° do Brasil. Considerando-se o índice de renda, seu valor era de 0,524, o valor do índice de longevidade era de 0,771 e o de educação era de 0,519[17]. De 2000 a 2010, a renda per capita de Ocara cresceu 6,94%, passando de R$ 111,36 para R$ 208,77. Entre 2000 e 2010, a proporção de pessoas pobres , ou seja, com renda domiciliar inferior a R$ 140,00, passou de 76,11% para 49,99% e o índice de Gini passou de 0,58 para 0,53 (Ver tabela: Renda, pobreza e desigualdade - Ocara). No mesmo ano, 49,4% viviam acima da linha de pobreza, 32,7% abaixo da linha de indigência e 17,9% entre as linhas de indigência e de pobreza. Em relação a distribuição de renda, os 20% mais ricos concentram 54,5% das riquezas, valor 28,1 vezes maior que os 20% mais pobres, que era de apenas 1,9%.[18]

Renda, pobreza e desigualdade - Ocara[12]
1991 2000 2010
Renda per capita (em R$) 75,90 111,36 208,77
% de extremamente pobres 61,94 49,10 32,09
% de pobres 88,57 76,11 49,99
Índice de Gini 0,45 0,58 0,53

Fonte: PNDE, Ipea e FJP.

Religião[editar | editar código-fonte]

Segundo dados do IBGE 2010, majoritariamente os ocarenses são católicos romanos com 21.438 fiéis ou 89,30% dos habitantes[19]. Conforme divisão oficial da Igreja Católica, a Paróquia Sagrada Família de Ocara está inserida na Arquidiocese de Fortaleza, região Serra - Nossa Senhora da Palma. A paróquia foi criada em 1 de Novembro de 1999 por Dom José Antonio Aparecido Tosi Marques e é constituída por 40 comunidades organizadas em 6 setores de pastorais. O pároco atual é o Pe. Francisco Maurício Lopes da Silva.

A devoção a Santo Antônio de Lisboa, iniciada em 1914, reúne todos os anos muitos fiéis de todas as localidades do município para a Trezena de Santo Antônio (1º a 13 de junho). No dia de São Francisco de Assis, é realizada uma missa na capela dedicada ao santo construída no topo do serrote de Ocara. Em dezembro, na época do Natal, os católicos se reúnem para festejar a Sagrada Família, padroeira da paróquia da cidade. A tradicional Festa das Almas surgiu com propósito religioso do Dia dos Fiéis Defuntos e do Dia de Todos-os-Santos, mas sucumbiu a Secularização

Capela dedicada a São Francisco de Assis localizada no topo do Serrote de Ocara.
Procissão da Festa das Almas

O protestantismo se iniciou em Ocara a partir do final da década de 1980 com uma missão evangélica holandesa da qual se originou a Igreja Evangélica Filadélfia de Ocara. Em 2010, 2.167 habitantes se declararam evangélicos (9,03%), sendo que 128 pertenciam às evangélicas de missão (0,53%), 1.515 às evangélicas de origem pentecostal (6,31%) e 524 a igrejas evangélicas não determinadas (2,18%). Das igrejas evangélicas pentecostais, 1.060 pertenciam à Assembleia de Deus (4,41%),164 à Igreja Universal do Reino de Deus (0,68%) e 291 a outras igrejas de origem pentecostal (1,21%). Em relação às evangélicas de missão, 100 eram batistas (0,41%), 20 presbiterianos (0,08%) e 8 da Igreja Evangélica Congregacional (0,03%).[19]

Primeira igreja evangélica de Ocara.

Além do catolicismo e do protestantismo, também existiam 6 testemunhas de Jeová (0,03%), 13 ortodoxos da Igreja Sirian Ortodoxa de Antioquia - Paróquia São José (0,06%) e 10 espíritas (0,04%). Outros 374 não tinham religião (1,56%), entre os quais 360 ateus (1,50%) e 14 agnósticos (0,06%).[19]

Infraestrutura[editar | editar código-fonte]

No censo de 2010, Ocara possuía 6.779 domicílios. Do total, 2.206 na zona urbana (32,54%) e 4.573 na zona rural (67,46%). Considerando a situação de ocupação do domicilio, 5.781 eram próprios (85,28%), dos quais 5.735 já quitados (84,60%) e 46 em processo de aquisição (0,46%); 275 alugados (4,06%) e 667 cedidos (9,84%), sendo este último 4 cedidos por empregador (0,06%) e 112 cedidos de outra forma (1,65%). Outros 56 domicílios eram ocupados de outras formas (0,83%)[20].

O serviço de fornecimento de água e deposição de esgoto do município é feito pela Companhia de Água e Esgoto do Ceará (CAGECE). Em 2010, 3.500 domicílios recebiam água encanada (51,63%), 1.521 por meio de carros-pipa ou água da chuva (22,44%), 917 de rio, açude, lago ou igarapé (13,53%), 154 de poços na propriedade (2,27%), 627 de poços fora da sua propriedade (9,25%) e 60 de outras formas (0,89%)[21]. O fornecimento de energia elétrica é feito pela Companhia Energética do Ceará (Coelce). A tensão elétrica da rede é de 220 volts. Do total de domicílios, 6.683 tinham energia elétrica (98,58%), dos quais 6.667 por meio da companhia distribuidora (98,35%) e 16 de outras fontes (0,24%). Em 96 domicílios não havia energia elétrica (1,42%)[22]. A coleta de lixo é feita em 2.923 domicílios (43,12%), sendo que em 857 era feita pelo serviço de limpeza (12,64%) e em 2.066 através de caçamba (30,48%); em 3.331 domicílios o lixo é queimado na propriedade (49,14%), em 203 o lixo é enterrado na propriedade (2,99%), o lixo é jogado em terreno baldio ou rio em 295 domicílios (4,35%)[23] e em 27 tem outro destino (0,40%).

A frota municipal em 2015 era de 6.098 veículos: 3.556 motocicletas, 1.720 automóveis, 321 caminhonetes, 177 caminhões, 142 motonetas, 52 ônibus, 44 camionetas, 16 micro-ônibus, 10 tratores, 6 utilitários e 54 veículos de outros tipos[24]. O município é cortado do sudoeste ao norte pela BR-116 e do oeste ao sudeste pela CE-356.

O código de área (DDD) de Ocara é 085[25] e o Código de Endereçamento Postal (CEP) é 62755-000[26]. Segundo censo de 2010, do total de domicílios, 4.123 tinham somente telefone celular (61,27%), 167 tinham telefone fixo e celular (2,47%) , 19 somente o telefone fixo (0,27%) e 2.432 não tinham de nenhuma maneira (35,98%)[27].

Educação[editar | editar código-fonte]

O IDM Educação de Ocara em 2010 era de 0,519[12]. No mesmo ano, a taxa de alfabetização da população era de 73,1% (77,3% para as mulheres e 69,2% para os homens)[28]. Entre 2000 e 2010, a expectativa de anos de estudo passou de 8,47 anos para 9,97 anos, enquanto no Ceará passou de 8,22 anos para 9,82 anos. Em 1991, a expectativa de anos de estudo era de 5,32 anos , no município, e de 6,27 anos, no estado. As taxas de conclusão dos ensino fundamental (15 a 17 anos) e médio (18 a 24 anos) eram de 44,4% e 31,0%, respectivamente. Em 2014, entre alunos do ensino fundamental nos anos iniciais, 14,5% estavam com idade avançada para a série, e nos anos finais, eram 31,2%. No ensino médio a distorção idade-série chegava a 35,1%[29].

Em 2010, segundo o censo da população, 7.597 frequentavam escolas ou creches, sendo 7.360 na rede pública de ensino (96,88%) e 237 na rede particular (3,12%). Em relação a série de estudo, 331 estavam no nível pré-escolar (4,35%), 175 na alfabetização (2,31%), 173 na alfabetização de jovens e adultos (2,27%), 4.960 no ensino fundamental (65,29%), 221 na educação de jovens e adultos (2,91%), 1.127 no ensino médio (14,83%), 295 no ensino superior a nível de graduação (3,88%) e 35 faziam especialização de nível superior (0,46%)[30]. Considerando o nível de instrução da população maior de dez anos de idade, 13.822 não possuíam instrução e tinham fundamental incompleto (68,23%), 3.521 tinham fundamental completo e médio incompleto (17,38%), 2.578 tinham médio completo e superior incompleto (12,73%), 323 com superior completo (1,59%) e 13 com nível indeterminado (0,06%)[31].

Em 2012, havia em Ocara 20 escolas de ensino fundamental (19 públicas e 1 particular) com 215 docentes, 1 escola de ensino médio estadual com 55 docentes e 72 docentes na educação pré-escolar. Existe também na cidade a Associação dos Universitários de Ocara (AUO), que dentre outras atribuições, atua na garantia de trasporte para a locomoção dos universitários para Quixadá, cidade pólo do ensino superior público no Sertão Central do Ceará.

IDEB de Ocara[29]
Ano Anos iniciais Anos finais
2005 2,8 2,9
2007 2,7 3
2009 3,6 3,9
2011 4,6 4
2013 5 4,4

Saúde[editar | editar código-fonte]

A rede de saúde de Ocara dispunha, em 2009, de 15 estabelecimentos ligados ao SUS, com um total de 20 leitos para internação[32]. O hospital e maternidade Francisco Raimundo Marcos se localiza na comunidade de Prainha.

No ano de 2010, havia 124 profissionais de saúde, sendo 37 médicos, 29 auxiliares de enfermagem, 22 enfermeiros, 15 cirurgiões-dentistas, 6 fisioterapeutas, 4 técnicos em enfermagem, 3 nutricionistas, 3 farmacêuticos, 3 assistentes-sociais e 2 psicólogos[33]. Desse modo existia 5,2 prof/1000 hab. De acordo com dados do Ministério da Saúde, onze casos de AIDS foram diagnosticados no município entre 1990 e 2012, e entre 2001 e 2012, houve 938 casos de doenças transmitidas por mosquitos, dentre os quais três casos de leishmaniose e 935 notificações de dengue[34]. Em 2014, 100% das crianças possuíam carteira de vacinação em dia[16]. Dados sobre a longevidade, mortalidade e fecundidade são dados abaixo:

Longevidade, mortalidade e fecundidade - Ocara[12]
1991 2000 2010
Esperança de vida ao nascer (em anos) 58,9 63,9 71,3
Mortalidade até 1 ano de idade (por mil nascidos vivos) 75,0 56,1 22,9
Mortalidade até 5 anos de idade (por mil nascidos vivos) 97,7 71,7 24,6
Taxa de fecundidade total (filhos por mulher) 4,0 3,9 2,3

Fonte: PNDE, Ipea e FJP.

Política[editar | editar código-fonte]

O poder executivo do município de Ocara é constituído pelo prefeito e seu gabinete de secretários. As secretarias municipais são: Agricultura e Meio Ambiente; Administração, Controle e Planejamento; Educação; Finanças e Arrecadação; Infraestrutura e Desenvolvimento Urbano; Saúde e Trabalho e Desenvolvimento Social.

Desde a sua emancipação política em 1987, Ocara já teve 5 prefeitos eleitos. A prefeita atual é Amália Lopes de Sousa, do Partido Progressista, eleita em 2016 com 10.231 votos (51,79%), tendo como vice Olivelton Oliveira Lopes. A sede do poder executivo é a Prefeitura Municipal de Ocara, localizada no centro do município .

O poder legislativo é sediado na câmara municipal, composta por onze vereadores. De acordo com o Tribunal Superior Eleitoral, Ocara pertence a zona eleitoral de número 106 e possuía, em maio de 2016, 20.943 eleitores, representando assim 0,332% do eleitorado do Ceará[35].

Geografia[editar | editar código-fonte]

Clima[editar | editar código-fonte]

Tropical quente semiárido com pluviometria média de 810 mm[36] com chuvas concentradas de janeiro a maio.[37].

Hidrografia e recursos hídricos[editar | editar código-fonte]

As principais fontes de água são os riachos do Mulungu (afluente do Rio Choró); do Serrote e Juazeiro (afluentes do Rio Piranji); e diversas lagoas e açudes.

Relevo e solos[editar | editar código-fonte]

Em Ocara não se encontra grande elevações, mas sim dois serrotes: da Ocara (270 metros acima do nível do mar) e da Curupira (177 metros acima do nível do mar).

Vegetação[editar | editar código-fonte]

Caatinga arbustiva densa.

Subdivisão[editar | editar código-fonte]

O município é dividido em seis distritos: Ocara (sede), Arisco dos Marianos, Curupira, Novo Horizonte, Sereno de Cima e Serragem.

Economia[editar | editar código-fonte]

A economia de Ocara é baseada na agricultura e pecuária. Existem duas indústrias alimentícias.

Cultura[editar | editar código-fonte]

Festa das almas

As manifestações artísticas que se destacam no município é o Reisado Boi Coração do mestre Luciano, as danças folclóricas, as festas juninas, o cordel e o artesanato. A cidade é terra natal do mamulengueiro e topador de Boi Mestre Pedro Boca Rica e do repentista Zé Mitôca. Um cordelista de destaque na cidade é o poeta Dim raposo, autor do livro de cordéis A Faculdade da vida[38]. Os principais eventos culturais são as festas do padroeiro, Santo Antônio (13 de junho), Festa das Almas (1 de novembro), Cajumel, Festa do Município.

Sobre a Festa das Almas, existe uma obra publicada pela professora e pesquisadora Auricélia Alves, Festa das Almas: A Alegria dos Vivos, em que a autora apresenta de forma orgânica a síntese histórica da origem, evolução e a atualidade da festa[39].

Atrações turísticas[40][editar | editar código-fonte]

Biblioteca pública Pedro Boca Rica[editar | editar código-fonte]

Na Biblioteca Pedro Boca Rica pode ser encontrado o acervo cultural que conta a história desse filho de Ocara, reconhecido internacionalmente por sua arte de confecção e manipulação de bonecos. Localizada na Rua Antônio Liberato, por trás da Igreja Matriz.

Igreja Matriz[editar | editar código-fonte]

Recém reformada, a Igreja Matriz da Paróquia Sagrada Família é um cartão postal de Ocara, símbolo de fé e religiosidade, traz em sua imponência muito da história do povo e do município. Localizada no centro da cidade, na Avenida Coronel João Felipe.

Serrote[editar | editar código-fonte]

Ir a Ocara e não subir no Serrote é uma viagem pela metade. No topo encontra-se a capela de São Francisco, onde é realizada missa em homenagem ao santo no dia 4 de Outubro. De lá se tem a vista panorâmica da cidade, pode-se aproveitar o vento forte e único na pedra do vento, e por trilhas de alto grau de dificuldade pode-se chegar à furna da onça, uma caverna maravilhosa. Assim sendo o Serrote pode ser considerado um ponto turístico que mistura fé e história com muita aventura e adrenalina.

Vista do topo do Serrote de Ocara.

Vivenda Brilhante[editar | editar código-fonte]

Localizada no Distrito de Curupira a Vivenda Brilhante conserva a arquitetura original do Século passado, imponente e original. 

Referências

  1. «Divisão Territorial do Brasil». Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 1 de julho de 2008. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  2. IBGE (10 de outubro de 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 de dezembro de 2010 
  3. a b «IBGE :: Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística». www.ibge.gov.br. Consultado em 14 de junho de 2016 
  4. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2000. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  5. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 de dezembro de 2010 
  6. Sebok. Lou, Atlases published in the Netherlands in the rare atlas collection. Compiled and edited by Lou Seboek. National Map Collection (Canada), Ottawa. 1974
  7. Aragão, R. B, Indios do Ceará e Topônimios Indígenas, Fortaleza, Barraca do Escritor Cearense. 1994
  8. [1]
  9. a b «IBGE | Cidades | Ceará | Ocara | Síntese das Informações». cidades.ibge.gov.br. Consultado em 14 de junho de 2016 
  10. «IBGE Censo 2010». censo2010.ibge.gov.br. Consultado em 15 de junho de 2016 
  11. «Sistema IBGE de Recuperação Automática - SIDRA». www.sidra.ibge.gov.br. Consultado em 15 de junho de 2016 
  12. a b c d e f «Atlas do Desenvolvimento Humano, Ocara,CE» 
  13. «Sistema IBGE de Recuperação Automática - SIDRA». www.sidra.ibge.gov.br. Consultado em 15 de junho de 2016 
  14. «Sistema IBGE de Recuperação Automática - SIDRA». www.sidra.ibge.gov.br. Consultado em 15 de junho de 2016 
  15. «Sistema IBGE de Recuperação Automática - SIDRA». www.sidra.ibge.gov.br. Consultado em 15 de junho de 2016 
  16. a b «ODM 4 - Reduzir a mortalidade infantil - Ocara - CE - Relatórios Dinâmicos - Portal ODM». Sistema de Relatórios Dinâmicos dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio (ODM). Consultado em 20 de junho de 2016 
  17. «PNUD Brasil/ Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento/ Ranking IDHM Municípios 2010». www.pnud.org.br. Consultado em 15 de junho de 2016 
  18. «ODM 1 - Acabar com a fome e a miséria - Ocara - CE - Relatórios Dinâmicos Portal ODM». Sistema de Relatórios Dinâmicos dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio (ODM). Consultado em 15 de junho de 2016 
  19. a b c «Sistema IBGE de Recuperação Automática - SIDRA». www.sidra.ibge.gov.br. Consultado em 15 de junho de 2016 
  20. «Sistema IBGE de Recuperação Automática - SIDRA». www.sidra.ibge.gov.br. Consultado em 16 de junho de 2016 
  21. «Formas de abastecimento de água - Ocara-CE». www.sidra.ibge.gov.br. Consultado em 16 de junho de 2016 
  22. «Existência de energia elétrica em Ocara». www.sidra.ibge.gov.br. Consultado em 16 de junho de 2016 
  23. «Destino do lixo em Ocara». www.sidra.ibge.gov.br. Consultado em 16 de junho de 2016 
  24. «Ocara Frota - 2015». www.cidades.ibge.gov.br. Consultado em 20 de junho de 2016 
  25. «DDDs do Ceará». www.webcitation.org. Consultado em 20 de junho de 2016 
  26. «Sobre Ocara». www.webcitation.org. Consultado em 20 de junho de 2016 
  27. «Existencia de telefone em ocara». www.sidra.ibge.gov.br. Consultado em 20 de junho de 2016 
  28. «Sistema IBGE de Recuperação Automática - SIDRA». www.sidra.ibge.gov.br. Consultado em 15 de junho de 2016 
  29. a b «ODM 2 - Oferecer educação básica de qualidade para todos - Ocara - CE - Relatórios Dinâmicos Portal ODM». Sistema de Relatórios Dinâmicos dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio (ODM). Consultado em 15 de junho de 2016 
  30. «Sistema IBGE de Recuperação Automática - SIDRA». www.sidra.ibge.gov.br. Consultado em 16 de junho de 2016 
  31. «Sistema IBGE de Recuperação Automática - SIDRA». www.sidra.ibge.gov.br. Consultado em 16 de junho de 2016 
  32. «Ceará » Ocara » serviços de saúde - 2009». www.cidades.ibge.gov.br. Consultado em 20 de junho de 2016 
  33. «Cadernos de Informações em Saúde - Ceará-Ocara». tabnet.datasus.gov.br. Consultado em 20 de junho de 2016 
  34. «ODM 6 - Combater a Aids, a malária e outras doenças - Ocara - CE - Relatórios Dinâmicos - Portal ODM». Sistema de Relatórios Dinâmicos dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio (ODM). Consultado em 20 de junho de 2016 
  35. «Estatística do eleitorado de Ocara - Consulta por Município/Zona». www.tse.jus.br. Consultado em 19 de junho de 2016 
  36. Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos - FUNCEME.
  37. Instituto nacional de Pesquisa espacial - INPE.
  38. Izidório Silva, Raimundo (2015). A Faculdade da Vida - Uma antologia do poeta Dim Raposo. Ocara - Ceará: [s.n.] 
  39. Alves, Auricélia (2015). Festa das Almas: A Alegria dos Vivos - Uma síntese histórica da festa de finados em Ocara-ceará. Ocara-CE: [s.n.] 
  40. «APRECE» 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado do Ceará é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.