Ocidentais (livro)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Ocidentais é um livro de poesias escrito por Machado de Assis. Publicado pela primeira vez em 1880.

Poesias[editar | editar código-fonte]

As poesias que compoem o livro são:

  • O Desfecho
  • Círculo Vicioso
  • Uma Criatura
  • A Artur de Oliveira, enfermo.
  • Mundo Interior
  • O Corvo (uma tradução de Machado de Assis de The Raven, de Edgar Alan Poe)
  • Perguntas sem Respostas
  • Ser ou Não Ser (outra tradução de Machado de Assis, dessa vez de Be or not to Be de William Shakespare)
  • Lindóia
  • Suave Mari Magno
  • A Mosca Azul
  • Antonio Jose
  • Espinosa
  • Gonçalves Crespo
  • Alencar
  • Camões
  • José de Anchieta
  • Soneto de Natal
  • Os Animais Iascados da Peste (tradução de um texto de Jean de La Fontaine)
  • Dante
  • A Felício dos Santos
  • Maria
  • A uma Senhora que me pediu versos.
  • Clódia
  • No Alto
Ícone de esboço Este artigo sobre um livro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.