Octávio Saldanha Mazza

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Octávio Saldanha Mazza
Dados pessoais
Nascimento 9 de junho de 1892 ParanáGuarapuava
Morte 17 de maio de 1959 (66 anos) Rio de JaneiroRio de Janeiro
Vida militar
Força Exército
Hierarquia Marechal.gif Marechal
Comandos

Octávio Saldanha Mazza (Guarapuava, 9 de junho de 1892Rio de Janeiro, 17 de maio de 1959) foi um marechal do Exército Brasileiro.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Filho de Antônio Catão Mazza e de Henriqueta Saldanha Mazza. Depois de terminar seus estudos civis, ingressou na Escola de Guerra, em Porto Alegre. Terminou o curso e foi promovido a Segundo Tenente de Artilharia em 20 de dezembro de 1913, sendo classificado no 2º Batalhão de Artilharia.[1]

Ao longo de mais de 59 anos de serviço, exerceu diversos comandos e funções de relevo.

Como oficial superior, comandou a Fortaleza da Barra de Paranaguá - PR e o 5º Grupo de Artilharia Montada em Itararé - PR. No período de 27 de outubro de 1936 a 17 de outubro de 1939, comandou a Escola de Educação Física do Exército no Rio de Janeiro[2] e entre 10 de outubro de 1940 e 7 de abril de 1941, o 4º Regimento de Artilharia Montada - Regimento Deodoro, em Itu - SP.[3]

Entre 7 de abril de 1941 e 19 de julho de 1943 foi o primeiro comandante e o responsável pela implementação da Escola Preparatória de São Paulo.[4]

Como oficial-general foi Comandante do Destacamento de Natal - RN, Comandante da Artilharia Divisionária da 1ª Divisão de Exército no Rio de Janeiro (entre 30 de janeiro de 1946 e 10 de dezembro de 1948)[5], Diretor-Geral de Material Bélico, Diretor-Geral de Administração e Comandante da 3ª Divisão de Infantaria, em Santa Maria, entre março de 1949 e julho de 1951.[6]

No período de 31 de dezembro de 1954 a 29 de junho de 1955, comandou a Zona Militar Sul, em Porto Alegre.[7] Foi, ainda, Chefe do Estado-Maior do Exército, de janeiro a outubro de 1956.[8]

Entre 16 de outubro de 1956 e 13 de junho de 1958] foi Ministro-Chefe do Estado-Maior das Forças Armadas, durante o governo Juscelino Kubitschek.[9] No dia 11 de novembro de 1958 foi promovido ao posto de marechal.

Homenagens[editar | editar código-fonte]

Existe uma rua no bairro de Capão Raso em Curitiba que, em sua homenagem, leva o nome de Marechal Octávio Saldanha Mazza.[10] Essa rua foi assim nomeada pela Lei 2.232, de 17 de dezembro de 1962.[11]

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Cappellano, Jorge Luiz Pavan (Coronel R1). Memorial da Escola Preparatória de Cadetes do Exército: da Rua da Fonte à Fazenda Chapadão, 65 Anos de História Campinas/2010 - Impressão Digital do Brasil Gráfica e Editora Ltda.

Referências

  1. «Diário Oficial da União de 20/12/1913». Consultado em 5 de dezembro de 2014 
  2. «Galeria de Ex-Comandantes da EsEFEx». Consultado em 5 de dezembro de 2014. Arquivado do original em 3 de dezembro de 2014 
  3. «Galeria de Ex-Comandantes do Regimento Deodoro». Consultado em 13 de dezembro de 2018 
  4. «Galeria de Ex-Comandantes da EsPCEx». Consultado em 4 de dezembro de 2014. Arquivado do original em 6 de dezembro de 2014 
  5. «Galeria de Antigos Comandantes». Site da AD/1. 26 de maio de 2017. Consultado em 12 de dezembro de 2018 
  6. «Galeria de Ex-Comandantes da 3ª DE». Consultado em 5 de dezembro de 2014. Arquivado do original em 23 de agosto de 2014 
  7. «Galeria de Ex-Comandantes do CMS». Consultado em 4 de dezembro de 2014 
  8. «Galeria dos ex-chefes do EME». Consultado em 11 de novembro de 2018 
  9. «Decreto publicado no site do Senado Federal com sua assinatura como chefe do EMFA». Consultado em 5 de dezembro de 2014. Arquivado do original em 8 de dezembro de 2014 
  10. «Guia de ruas do site Apontador». Consultado em 5 de dezembro de 2014 
  11. «Lei número 2.232 de 1962». Consultado em 5 de dezembro de 2014 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Precedido por
Ciro Vidal
2GACL.png
16º Comandante do Regimento Deodoro

1940 — 1941
Sucedido por
Euclides Hermes da Fonseca
Precedido por
Mario Ramos
Ad1de.gif
14º Comandante da AD/1

1946 — 1948
Sucedido por
Jayme de Almeida
Precedido por
Anor Teixeira dos Santos
Ministro-Chefe do Estado-Maior das Forças Armadas
1956 — 1958
Sucedido por
Edgar do Amaral